1. Spirit Fanfics >
  2. Destino (Romance Gay) >
  3. Híbrido

História Destino (Romance Gay) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostemmm

Capítulo 4 - Híbrido


Fanfic / Fanfiction Destino (Romance Gay) - Capítulo 4 - Híbrido

Pov Bruno

Eu estava na frente de Diego após ter literalmente transformado um lobo em um humano, talvez isso não faça sentido para ele, mas eu sou um bruxo

Vi seus olhos começarem a mudarem de cor, eu sentia que ia dar problema

- Calma Diego eu vou te explicar tudo - Digo

- Como pode me pedir calma? - Diego pergunta e vejo as árvores começarem a balançar com força

- Diego calma - Digo

- É cara calma - João diz e toca no braço de Diego

Na hora Diego olha para João, ele está com os olhos roxos e empurra João com força o fazendo bater na parede

- Diego por favor - Bruno diz

Diego estende a mão e o vento fica mais forte, algumas das árvores começaram a se desintegrar

- Amor por favor - Na hora que digo isso Diego me olha e seus olhos voltam a ser verdes. João se levanta com a mão na cabeça e uma cara de dor

- Noctus profectos - Digo e a noite some voltando a ser tarde

- O que? - João pergunta impressionando

- Vamos para casa Diego - Digo e ele confirma

Fomos para casa e o caminho todo Diego foi calado, ele parecia pensativo, queria saber o que ele pensava, ler pensamentos era um dom raro, eu queria muito, mas não consegui

Aaa eu não me apresentei, meu nome é Bruno Dallas, e eu tenho uma vida muito chata, então prefiro nem falar dela

Entramos em casa e ele se sentou no sofá esperando uma explicação, mas eu não sabia como começar, não é fácil dizer a alguém sobre a m

Bom vocês devem estar se perguntando por que chamou ele de "amor"? Nem eu sei, não o vejo com outros olhos, na real, não faço a minima ideia, tenho medo de gostar dele, porém, por hora, não sinto nada além de amizade

- Vamos há uma sorveteria que tem aqui perto, assim eu te digo tudo - Digo e ele assente

Tomei um banho rápido e ele já estava me esperando na sala, ele vestia uma calça skinny preta, uma camisa branca com um dos botões abertos, e um sapato da nike branco, ele estava lindo

- Vamos? - Ele pergunta sem olhar para mim

Mais uma vez o silêncio, eu odiava estar perto dele e não poder falar nada, era horrível

- Podemos conversar? - Pergunto e ele não fala nada

Chegamos na sorveteria e eu via que já era noite, a lua estava linda, ouço alguns uivos, os lobos no dia de hoje estão condenados a se transformar completamente, e muitos deles não têm controle sobre a mutação

Pegamos os potinhos, eu vejo ele colocar de chocolate e, eu coloco de morango, pagamos e nos sentamos 

Ele começa a tomar o dele e fico o observando

- Bom... - Digo e ele enfim me olha, seus olhos eram tão lindos - Desde o início dos tempos nasceram pessoas com grandes poderes sobrenaturais, alguns podiam curar, outros podiam ver o futuro, e alguns podiam se teleportar

Esses eram chamados de bruxas, essas eram chamadas de guardiãs do equilíbrio

Isso porque a deusa Hécate deu poderes á algumas mulheres. Hécate é filha de Érebo e Nix

Hécate deu o seu poder há Ângela, e com o passar dos anos várias pessoas ganharam esse poder

Bom é raro um garoto ser um bruxo, então eu sou bem mais forte do que as bruxas comuns - Digo e Diego me olha confuso

- Você é péssimo para falar a origem de alguma coisa - Diego e nós dois sorrimos

- Sou sim - Digo 

- Mas eu também sou um bruxo? - Pergunto

- Não exatamente, você é um híbrido de bruxo e humano, seu pai era um divino, e sua mãe uma humana, por isso você não herdou completamente os poderes e tals - Digo 

- Hum - Foi a única coisa que ele falou

- Você tá bem? - Pergunto

- Sim, só que... Eu não conheci meus pais de verdade, eu não sabia dessas coisas - Ele diz e deu um aperto no coração só de ver a carinha dele - Eu só quero que tenha cuidado

- Eu vou ter, fica tranquilo - Diego diz 

- Não é isso... - Digo e ele percebe que fiquei estranho

- O que é então? - Ele pergunta

- Você faz quinze esse ano certo? - Pergunto e ele assente - Então... No dia do seu aniversário você terá que decidir ser bruxo ou humano

- Que? - Foi o único som emitido

Depois nós dois ficamos em silêncio, daria de tudo para saber o que se passa na cabecinha dele

Fomos para casa, e ele logo entrou e se trancou no quarto, fiz o mesmo e fui para o meu quarto, espero que amanhã seja um dia melhor

Pov Diego

Parece que a minha vida só tem que ter bizarrices, na real, agora eu sou metade bruxo, e no dia do meu aniversário decido se quero ser um bruxo ou não, isso é demais para mim

Me deito com esses pensamentos

Sonho Onn

Eu estou no cinema, olho para o lado e vejo... Bruno, ele segurava a minha mão e sorria

Um vento forte entra no cinema, começo a ouvir várias vozes, era difícil definir o que era certo daquilo, espera... Eu conseguia entender uma, era "Eu não quero te perder nunca mais"

Olho para Bruno e ele me olhava, Bruno se aproximava até toca os meus lábios

Sonho Off

- Acorda, hora da escola - Meu pai joga água em mim e sai do quarto

Que ódio, o que ele tem na cabeça para acordar alguém desse jeito?

Sorrio, espera eu estava sorrindo? Aii o que Bruno está fazendo comigo?

Me arrumo, tomo café e vejo Bruno já saindo para ir a escola

- Espere seu irmão - Cameron diz e na hora Bruno olha para mim

- Vamos logo - Bruno diz

Termino meu café nas pressas, escovo meus dentes, pego a mochila e vou com Bruno até a escola

Fomos andando lentamente, de vez em quando nossas mãos se tocavam, e eu amava isso

Era como se fosse uma paixão infantil, era tão bom

Chegamos na escola e logo na entrada Bruno para e fala com Rian

- Espera rápido - Bruno se vira e continua falando com Rian

- Eai mano quer? - Rian pergunta mostrando um cigarro a Bruno 

- Hoje não - Bruno diz e pega no meu braço me levando para dentro da escola

Ele foi até seu armário e pega um livro

- Milagre - Digo e ele sorri

- É sim, graças a você - Bruno diz e se aproxima de mim

Será que vai rolar aquele beijo do cinema?

Nossas respirações já tinham se unido, estávamos a centrímetros um do outro

Ele toca seus lábios na minha bochecha e começa a caminhar

Puts que merda hein

Entramos na sala, nos sentamos e ele começou a falar coisas tão aleatórias

Tipo "Quem escuta cd hoje em dia?"

- Aii... O que eu poderia fazer a você se me tornasse um bruxo completo? - Pergunto 

- Não sei ao certo, mas você é mais forte do que imaginava - Ele diz e eu coro na hora

- Já aconteceu tanta coisa comigo, algum dia te conto - Digo e ele sorri - Você é tão lindo

Acaricio os seus lábios e ele cora tanto, estava vermelho como tomate

Na hora o sinal toca e todos os alunos entram na sala, o professor entra todo atrapalhado e começa a explicar algo do ano passado

Penso em tudo o que Bruno falou, se eu era tão forte assim eu devia tentar

Faço um movimento com a mão e vejo o apagador levitar, vejo uns dos alunos olharem assustados

- Para - Bruno sussurra e eu o olho

Começo a ouvir algumas vozes, a sala tinha ficado embaçada eu estava em um tipo de realidade alternativa

- Diego - Olho para o lado e vejo uma espécie de anjo, do seu lado tinha uma espécie de demônio

Eles estavam de mãos dadas

- Você precisa parar com isso - O anjo diz

- Não, continue - O demônio diz

- Você sabe que isso é errado - O anjo diz

- Isso é o que eles querem que você pense - O demônio diz

- Diego, Bruno disse para você parar, ele tem mais experiência - O anjo diz

- Experiência não é tudo - O demônio diz

- Para - Digo e os dois continuam falando coisas 

- Por favor - Digo, mas eles continuam

- Nunc - Digo e volto para a sala

Abaixo a mão e o apagador volta ao lugar

O meu destino estava batendo a minha porta, tinha chegado a hora de eu abrir


Notas Finais


Eu sei que o capítulo foi mais curto, mas prometo fazer melhores

Amanhã tem mais

Abraços


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...