1. Spirit Fanfics >
  2. Destino traçado >
  3. Cap 8

História Destino traçado - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Cap 8


Bom , eu como escritora e também como leitora , sei que quase ninguém le as notas iniciais ou finais , então resolvi dar meu recado no inicio do capitulo .

Como fiquei muito tempo com a fic parada , eu acabei fugindo do enredo original que eu planejava , então vou ter que fazer  algumas modificações ...

É isso , espero que gostem , e por favor se puderem me dar um retorno sobre o que vocês acham do novo caminho da fic , eu ficaria imensamente feliz

Desejo a todos uma boa leitura

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Tsunade , você viu a Sakura ?  ela deve esta chateada pelo que aconteceu e se culpando , eu não a encontro em lugar algum – perguntava  Shizune a sua amiga .

 

 

Tsunade ate ira responder que não sabia , mas ouviram o príncipe herdeiro dos uchihas  com aquela sobre quem falavam nos braços .

 

 E o mais preocupante

 

Ela estava toda suja de sangue

 

- Senhor , o que esta acontecendo aqui ? o que aconteceu com minha menina?- a mulher de olhos e cabelos escuros se aproximou rapidamente dos jovens uchihas .

Seu coração doía , ela não sabia o que havia ocorrido , mas seu lhe doía muito ver o estado de sua pequena flor

- Senhora, eu fui atrás de meu irmão , e o encontrei com ela já nesse estado- disse o mais velhos dos dois uchiha ao entregar a menina mole e fria nos braços de sua mãe.

A senhora imediatamente a levou para um doa quartos daquele imenso castelo, precisava tirar aquelas roupas molhas e frias de sua pequena , ou o pior poderia acontecer .

 

 

 

Sasuke nada falava , ele parecia ter entrado em estado de choque logo assim que notou a gravidade da situação .

Ele apenas se jogou em um canto qualquer e ficou encolhido sussurrando algumas palavras sem nexo algum

-Sasuke, Sasuke- seu irmão o chamava , mas ele nada respondia , apenas ficava se repetindo em suas palavras desordenadas – Sasuke , meu irmão , me responda , você esta bem ?diga me logo

- Ni-san , eu tentei , eu juro que tentei , mas foi muito rápido ,quando eu me dei por mim aquela irritante já estava afundando no lago , eu não sei , eu não sei , eu não sei , foi muito rápido , muito mesmo , e depois ,foi como se meu corpo se movesse sozinho , quando pisquei , eu já estava  todo molhado tentando salva-la , eu tentei , mas não queria salva-la   , ni-san  eu não consegui – o jovem moreno se balançava para frente e para trás abraçando os joelhos e ficava repetindo , de novo e de novo

- Shi shi , se acalme meu irmão , você fez o que deveria ser feito , tenho certeza que se os deuses não o tivessem colocado naquele lago naquele momento, aquela menina provavelmente, você foi um herói essa noite

-Não irmão , eu não fui , eu não queria ajudar nem a ela nem a ninguém , por mim eu teria saído de la , mas eu não consegui , eu não consegui , você não esta me compreendendo , eu não sou um herói , eu sou um covarde .

-Sasuke , não fale essas coisas , você não é um covarde, sabe , deixa eu te contar uma coisa , muitas das vezes os deuses nos usam para realizar seus propósitos, é algo que não sabemos explicar , apenas é assim que acontece , e se os deuses te enviaram ate aquele lago para salvar a garota , pode acreditar que algo de especial eles planejam para ela

-Ni-san , você acredita mesmo nisso? –o jovem agora um pouco mais calmo questionava o mais velho 

-Mas é claro, afinal , todos temos um proposito nessa vida , e nossos destinos já estão traçados desde o dia  em que nos viemos ao mundo , agora você precisa se trocar meu irmãozinho tolo ou vai se resfriar

 

O mais velho ajudou seu irmão a se levantar do chão frio e o guiou ate os aposentos que foi destinado a eles naquele castelo , chegando la ele o ajudou a retiras suas vestis molhadas e o secou com um pano felpudo e quentinho

 o mais jovem estava agora  aquecido e confortável sobre a cama , o sono já lhe abatia pelo cansaço , e aos pouco suas pálpebras já pesavam , ele lutou para se manter acordado mas a vontade de fechar os olhos foi mais forte e ele adormeceu

 

Itachi nada falou ao seu irmão para não o assustar , mas tudo que aconteceu o deixou intrigado , ele podia jurar que quando encontrou os dois na beira do lago pode vê-los com uma espécie de aura reluzente em volta deles, foi rápido , mas ele tinha certeza do que vira

 

 

 

 

No palácio a festa continuava, ninguém havia notado o que aconteceu por ter ocorrido longe do salão .

Todos estavam bebendo e dançando como se não houvesse um amanhã , apenas uma pessoa  estava de fora das festividades sentado em um canto

O próprio homenageado

 

Kirito estava intrigado, primeiro houve aquela discussão entre seus pais por conta de uma plebeia imunda , e agora sua mãe o havia deixado de lado alegando não se sentir bem , seu pai parece ter se esquecido do motivo daquela festa e estava em umas das muitas salas com o rei espartano tratando de interesses reais.

 Ele estava se sentindo tão insignificante que até doía em seu amago. mas isso não iria  ficar assim.

A partir daquele dia ele iria mudar , ia mostrar a todos o por que de seu nome significar  espada, ele iria treinar e dar orgulho ao seus pais e ao seu reino, seria digno de ser o sucessor daquele reino , ele seria notado

 

Essa foi a promessa que o jovem herdeiro da Grécia fez a si mesmo , ninguém mais o iria tratar como invisível.

 

 

 

 

Naquele mesmo momento em uma outra parte do castelo , duas senhoras estava muito preocupadas.

A jovem de cabelos cor de rosa não acordava , elas já tinham lhe dado banho e lhe trocado as roupas.

Ela agora repousava sobre a cama da rainha como se estivesse em um sono profundo .

 

-Majestade , preciso lhe falar – disse Shizune -  acho que foi um erro ter vindo para essas terras com Sakura , sei que a senhora como a  mãe verdadeira dela deve se preocupar tanto quanto eu , então assim que ela despertar e averiguarmos se tudo esta bem , nos iremos partir e nunca mais retornar.

-é perigoso , a senhora viu como o rei reagiu ,não podemos correr o risco dele descobrir , ele ordenaria que a matassem imediatamente .- disse a morena decidida

 A rainha mesmo que com o coração apertado por saber que aquela era a primeira e ultima vez que via sua princesinha , sabia que Shizune estava certa , assim como anos atrás decidiu que ficar longe seria o melhor , ela sabia que agora essa decisão também era a melhor , ter Sakura havia sido tudo que ela mais queria , mas também foi muito arriscado , então concordava com a outra mãe da menina adormecida sobre sua cama

- Concordo , será o melhor, mas lembre-se , ela sempre será minha filha também , e se algum dia precisar de algo ou de mim , não hesite em mandar me chamar , mas por hora o que nos resta e esperar que ela desperte .

 As duas ficaram velando o sono da menina  e nem notaram que alguém ali próximo havia ouvido toda conversa .

 

 

 

O dia amanhecia e com ele o jovem príncipe  de Esparta acordava .

 

Sasuke saiu de fininho , sem que seu irmão o notasse , ele estava com um aperto no peito , precisava ver  a garota de cabelos cor de rosa .

 

Caminhava a passos lentos , ainda estava fraco  provavelmente um gripe o atingiria , mas ele precisava mesmo ver a garota

 

Ele foi escutando atrás de cada porta para ver se havia algum sinal da rosadinha , e apesar de cauteloso , ele precisava ser rápido , afinal , não queria nem imaginar o sermão que seu irmão e seu pai lhe dariam se o pegassem fora da cama

 

Ele escutou uma porta se abrir e por ela passar a rainha e uma mulher morena a seguindo , algo lhe dizia que era ali que a for estava

Ele aguardou escondido por de traz de uma cortina que elas se afastassem , e quando estavam longe o suficiente pra não mais se ouvir seu passos , ele abriu com dificuldade as grandes portas daquele aposento .

 A rosada ainda dormia

 A luz que batia sobre a cama a deixava com um brilho  quase magico

Sasuke se aproximou da cama com cautela , não queria acorda-la .

Ela a observou , ela parecia bem exceto pelo corte um pouco profundo em sua testa alva ,mas ela parecia bem .

Com seu coraçãozinho  mais calmo , ele se retirou do aposento com o mesmo cuidado que entrou .

 

 

 

Mas

 

 

 

- O que faz aqui Sasuke , eu não lhe falei para descansar , ande  vamos voltar ao nossos aposentos – era seu irmão , que assim que acordou e não viu o mais novo , logo se desesperou e foi procura-lo , e nem ficou surpreendido ao constata onde ele se encontrava

 

- Mas ni-san , eu precisava ve-la

-Sem mais , você não deveria estar aqui , sabe o que aconteceria se fosse o papai e não eu a te encontrar?

O jovenzinho abaixou a cabeça e ficou quieto , afinal ele estava errado e seu irmão estava certo , ele não deveria estar ali e nem sabia por que foi ali

 

 

Os dois seguiram para longe dali , eles precisavam se arrumar para partir , afinal seu pai já tinha resolvido o que queria por aquelas terras .

 

Eles iriam embora depois do desjejum,  e o moreninho provavelmente nunca mais veria aquela garota irritante  

 

 

 

 

 

 

-mamãe, mamãe- Sakura chamava por sua mãe ainda inconsciente

 

 

-Tsunade , ela esta com febre e esta piorando , eu preciso levar ela pra casa o mais rápido possível , la em nossa terra eu tenho as ervas que sei que ela necessita , não posso mais perder  tempo , eu vou preparar a nossa carroça e iremos partir logo após – disse Shizune  a sua amiga , ela sabia que seria arriscado viajar o Sakura naquele estado  , mas o que ela falava era verdade , existiam ervas que só cresciam em as terra natal – Eu já volto minha amiga , pode por favor ficar de olho nela

- mas é claro

 

Tsunade não queria que a menina fosse embora , mas ate ela sabia que era necessário , então ela se apressou em juntar os presentes  da menina , aqueles que a mesma havia ganhado de sua verdadeira mãe

Era doloroso , sabe la quanto tempo ela iria ficar sem ver sua afilhada de novo

 

 

Uma hora depois Shizune voltou dizendo que já estava tudo pronto ,  a loira pegou a menina em seus braços e desceu as escadas dos serviçais, a mesma que ela havia usado uma década atrás para tira-la do castelo.

 

Próximo a carroça humilde de Shizune , se encontra uma figura encapuzada as aguardando ...

Era Mebuki

 

- eu vim me despedir – disse com o rosto encoberto pela capa verde musgo – Shizune , será que você pode entregar isso a ela quando acordar ?- perguntou a rainha lhe estendendo uma correntinha feita de ouro com detalhes em esmeralda

 

-claro vossa majestade , mas agora precisamos partir , o estado dela esta piorando

- sim , claro , espero que vocês fiquem bem e que os deuses protejam sua viagem de volta pra casa

 

Shizune mais nada disse apenas deixou que Tsunade colocasse a garoto sobre a carroça e que a rainha desse um beijo na testa machucada de Sakura , para logo depois bater com o chicote no cavalo para que ele fosse o mais rápido possível para casa ..

 

- a lua , a lua , ela me chama – Sakura delirava tamanha a sua febre

- calma minha filha , já já estaremos a salvo em casa, não escute a lua – a mais velha falava olhando de vez enquanto para trás e se certificando que a menina estava viva

 

O cavalo corria ... corria muito

 

E a chuva começava a cair ...

Seria uma tempestade daquelas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- meu rei , eu já disse , não irei me casar com ela , esta decidido

 

Os dois homens dentro da carruagem estavam com os ânimos alterados e nem se importavam se o terceiro ser presente estava ouvindo

 

- ni-sam

 

-parem a carruagem , agora – ordenou Itachi

 

- Itachi , onde pensa que vai ? você é meu primogênito e tem responsabilidades com o reino, não pode desobedecer uma ordem de seu pai ,de seu rei – disse   Fugaku

- vou tomar conta da minha vida , decidir o meu destino , você não vai me obrigar a me casar com alguém que não amo por um acordo militar seu , o senhor só pensa no que lhe beneficia , nunca pensou na felicidade dos seus filhos , a mamãe pensaria – disse ele com pesar na voz , ainda doía , ainda era recente a perda dolorosa , perder sua mãe para uma peste foi terrível , mas saber que seu pai não se importava com a felicidade dele e de seu irmão doía o tanto quanto

 

Parece que quando sua mãe morreu levou junto com ela o doce e nobre coração de seu pai junto

 

Aquele homem honrado , integro, amável que se preocupava com a família e com se povo , não existia mais

Era so uma casca vazia

Assim que a carruagem parou ele saiu de imediato , já chovia muito , e ele nem se importava com os gritos de seu pai

 

A única coisa que o estava incomodando era os berros de seu irmão caçula

 

Ele continuo andando .

 Iria embora , se estabeleceria em algum lugar e voltaria para buscar seu irmão

 

Sasuke saltou da condução e correu quase pondo a língua pra fora para alcançar Itachi , seu pai nada fez , ele já estava atônico com as palavras do seu mais velho , aquilo o havia machucado

 

-ni-san ni-san – sasuke chamava em meio a tempestade

Itachi olhou para trás e se ajoelhou no chão  e abriu os braços para receber o irmão

 

-sasuke , não chora , e vou voltar , eu venho te buscar , eu prometo , mais agora você precisa voltar e ficar em segurança

- você promete

-prometo, agora vai – Itachi disse lhe dando um toque na testa com dois dedos ,era uma coisa deles

 

Sasuke se virou receoso e começou a caminha em direção a carruagem e de vez em quando olhava para tras e via a figura de seu irmão , ele não sabia quanto tempo ira ficar sem ve-lo , mas acreditava nas palavras dele  

 

Seu irmão iria voltar

 

 

 

De repente  o local onde o mais novo estava começou a ceder  e o mesmo não notou

Itachi gritou seu nome e correu em sua direção o empurrando para o lado e logo após tudo desabou

 

O hedeiro espartano caiu na grande cratera que se formou onde foi de encontro com as rochas que no fundo tinham e a morte certa

 

Sasuke quando olhou e despertou do traze correu de encontro a beira da cratera

O rei vendo o que acontecera fez o mesmo

 

Os dois começaram a chamar pelo rapaz

 

Sasuke num ato impensado começou a escorregar ate chegar ao corpo de irmão que ainda tinha vida

 

Ela estava completamente machucado e debilitado e quando viu o irmão tentou se levantar sem sucesso

 

Ele tinha um pedaço de madeira cravado em seu peito

 

- ni-san – sasuke já chorava , seu irmão seu herói estava prestes a deixa-lo , ele não cumpriria sua promessa

- ir-mao-zinho  tolo – ele o chamou com suas ultimas forças – va atrás de-la  , ela é s-eu  des-ti-no – ele estendeu seus dedos ate a testa do mais novo a sujando com seu sangue e desfalecera

 

A terra começou as ceder mais , sasuke não queria deixar seu irmão ali , mas não havia outra alternativa , ele se agarrou em um tipo de cipó  e escalou ate o topo da cratera enquanto olha para tras e via o corpo morto de seu herói ser levado cada vez mais ate cair em um rio subterrâneo que tinha la

 

Quando saiu finalmente do buraco ele viu a figura agora desprezível de seu pai , ajoelhado no chão lamacento

 

Ele o olhou com desprezo e disse

 

- isso é tudo culpa sua , eu te odeio , nunca irei perdoa-lo

 

Saiu dali e andou sem rumo sem olhar para tras , havia acabado de perder quem ele mais amava

 

Depois de andar se arrastando por minutos que pareceram horas ele encontrou uma caverna , onde se abrigou da tempestade

Ele chorou como um bebê , chamava seu irmão , mais ele não viria ele não viria nunca mais

Cansado por tudo acabou pegando no sono

 

 

 

 

UM MÊS DEPOIS

 

 

 

 

-mamãe – chamou Sakura com dificuldade

- minha filha , graças aos deuses você acordou -  ela abraçava a menina como de ela fosse desaparecer –eu pensei que não iria mais acordar

- mamãe o que aconteceu ? – ela estava confusa 

- não se lembra minha querida

- não mamae , não me lembre de nada – disse ela com um olhar distante e sem brilho ,se sentia com se algo importante tivesse se perdido , ela se esforçou para lembra , mas sua cabeça doía ao fazer isso – ai , ai , doi – ela apertava as temporas

 

- minha filha , não se esforce – disse Shizune preocupada com a situação da menina .

 

 

 

 

Algo estava errado



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...