História Destinos Cruzados - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias EXO, Girls' Generation, Neo Culture Technology (NCT), Super Junior
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chenle, Choi Siwon, Jaemin, Jeno, Jisung, Kim Heechul, Lee Donghae, Lee Hyukjae "Eunhyuk", Lucas, Taeyeon, Tiffany, Winwin
Tags Abo, Adolescente, Chanbeak, Colegial, Haehyuk, Kpop, Luwin, Sichul
Visualizações 4
Palavras 1.191
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Assassinato


Fanfic / Fanfiction Destinos Cruzados - Capítulo 11 - Assassinato

P.O.V Hope

-Hae, está lá na sala de jantar. Pode deixar que eu vou la pegar.- ouvir tio Hyuk falar para o marido.

-NÃO...-gritei para o mesmo que me olhou desconfiado.-Pode deixar que eu pego, eu estou indo para lá mesmo.- desviei rezando para que ele não tenha desconfiado de nada.

-Eu vou também, estou com vontade de comer pepino.- falou WinWin e olhamos para ele, tipo O QUÊ?-É que eu estava olhando um site e veio receitas do que fazemos com pepinos, e me deu vontade de comer.- falou.

Pensa numa pessoa que é mestre em mentir e arranjar desculpas nas horas certas é essa Sicheng.

-Eu trago o seu pepino também.- falei tentando fazer ao máximo que ele fique.

Se bem que com essa demora a Clary já deve ter ido para outro canto, e eu estou cansada de ficar tendo que vigiar o tio e ainda ter que ir fazer alguma coisa para ele. É melhor deixar WinWin matador ir.

-Ok, então você vai lar e pega o que o tio quer.- falei indo pegar um docinho.

Uma coisa que não falha é meu sexto sentido, e eu tenho certeza que o meu primo está aprontando alguma coisa e que vai dar merda para a Clary.

*Quebra de Tempo*

-NA PRÓXIMA VEZ QUE VOCÊ QUISER FICAR TROCANDO SALIVAS COM ALGUÉM DURANTE UMA HORA, NO MESMO LOCAL QUE SEUS APPAS, NÃO ME CHAMA MAIS.- gritei entrando no quarto da Clary soltando fogo pelo nariz.

Vou explicar o que está acontecendo: ontem na festa do Kun, a mesma falou que ia ficar com um menino e pediu minha ajuda. Até ai tudo bem, eu achei que ia ser no máximo do máximo 20 minutos. A mesma ficou com o menino durante uma hora, é o que a bocó estava fazendo? Isso mesmo vigiando o appa dela.

A vaca ainda teve a cara de pau de me mandar mensagem brigando comigo por que ter deixado o Sicheng ter ido lá.

-PARA DE GRITAR QUE OS MEUS APPAS VÃO OUVIR, ABESTALHADA.- gritou de volta.

-ENTÃO PARA DE GRITAR VOCÊ. PORQUE SE NÃO NA PRÓXIMA VEZ ALÉM DE NÃO TER ENCOBRIR VOU CONTAR PARA O TIO HYUKJAE.- peguei um porta lápis e taquei nela.

O resultado foi: lápis, canetas e marca textos para todos os lados; tio Hyuk chegando gritando; e tio Hae e a Lua na porta do quarto com balde de pipoca na mão.

-O QUE VOCÊ VAI ME CONTAR HOPE?- nossa eu achei que ele estava preocupado, mas na verdade só queria saber o que eu ia contar a ele.

-ESTOU ENTRANDO FAMILY.- alguém gritou da sala e pela voz e o Sincheng.

-No quarto da Clary.- Lua gritou.

-Estou esperando uma das duas bonecas me falar.- falou tio Hyuk sentando na cama.

-O que está acontecendo?- falou o filhote de tio Yesung com tio Dong.

-A Hope berrou que ia contar alguma coisa para o appa, então agora estamos esperando.- explicou a Lua.

-Gente por favor tem como vocês saírem? E porque eu preciso contar uma coisa urgente para a minha melhor amiga. Eu juro ué quando a gente terminar eu falo que tenho que te falar tio.- falei e mesmo relutando eles saíram.

-Você tem sorte de me ter como melhor amiga.- falei me jogando na cama.

-Porque você deixou o Gangstar ir sala de jantar?- falou a mesma andando de um lado para o outro.

-Ah será por que? Simplesmente você já estava a cinquenta minutos. Achei que você já tinha até parado de ficar com o menino.- falei despreocupada comendo um chocolate que eu tinha deixado na gaveta da escrivaninha dela.

-Na próxima a gente faz melhor, até porque faz tanto tempo que a gente não faz uns esquemas desses.- falou parando de andar.

-Você sabe que eu não gosto de fazer isso. Parece que eu estou comentando assassinato.- dando mais uma mordida em meu chocolate.

-ASSASSINATO HOPE?- gritou me assustando. -Você é muito santa, tem que soltar um pouco.- falou e eu fiquei um pouco incomodada.

-Ok.- respondi cabisbaixa terminando de comer meu chocolate.

P.O.V Chenle

*Ligação On*
              Eu: Fala Jisung.

Jisung: Nossa é assim que você trata o um dos seus melhores amigos, sem vê-lo à um bom tempo? Você é um ótimo a amigo (sinta a ironia).

Eu: É que eu acabei de chegar no hotel, hoje foi o dia de compra lembranças para família e amigos. Você conhece minha omma.

Jisung: Realmente, na ultima vez que viajamos juntos com nossas famílias ela fez a gente andar mais de três horas. E isso foi porque a viagem foi aqui na Coréia.

Eu: Daqui a pouco a gente ainda vai sair para jantar.

Jisung: Então eu vou direto ao assunto para você poder descansar. Você lembra da festa que eu falei?

Eu: Sim!

Jisung: Então, eu conheci uma menina. Na verdade eu conhecia a boca dela, porque eu só sei a idade, nome e sobrenome.

Eu: Nossa Sung, eu nunca achei que você ia ser desses. Geralmente você conhece a pessoa antes.

Jisung: Eu sei, mas sei lá com ela foi diferente.

Eu: Apaixonou em, kkkkkkkkkkkkk.

Jisung: A para, foi só uma horinha.

Eu: O QUEEEEE???

Jisung: Até parece que você nunca fez isso.

Eu: Ficar, sim. Mas não passar uma hora trocando salivas com outra pessoa. Serio você não é normal.

Jisung: E você é o normalzão né?

Eu: É por isso que somos melhores amigos.

Jisung: Em falar amigos, eu é os meninos marcamos de sair agora.

Eu: Manda um abraço para os menino, eu nem estou conseguindo falar com ninguém, para você ter noção a primeira pessoa que eu estou falando é você, e isso porque você me ligou. Eu só peso meu celular para tirar fotos, serio a próxima viagem vocês tem que vim comigo. Manda um abraço para os meninos e fala que eu estou com saudades e assim que tiver tempo eu mando mensagem.

Jisung: Espero mesmo que na proxima viagem vamos todos juntos. Agora eu tenho que desligar. Só mais uma coisa agora eu tenho um irmão.

*Ligação Off*

-Como assim o Jisung tem outro irmão?- falei comigo mesmo assim que o filho de G-Dragon, desligou na minha cara.

-Lele, mimi.- falou a Sun tentando subir na minha cama coçando os olhinhos.

-Vai dormir na sua cama não?- perguntei só para ver a mesma fazendo manha.

-Na, opa melo- falou com manha.

É muito fofo ver ela falando, dois anos mas é muito inteligente. Mas quando está com manha ou nervosa, a menina é o bicho.

-Opaaaaaaaaaaaaaaaa.- levantou os bracinhos.

Nosso quarto e meio que um apartamento, tem sala, cozinha, dois banheiros, dois quartos: uma site e o outro com duas camas de casal, tem até uma varandinha com vista. Na verdade isso aqui está mais para resort que para o hotel.

-Mas você tem sua cama.- falei, rindo.

-Maizi co opa e melo.- tentou escalar a cama.

-Ok, vem dormir com o oppa.- falei pegando a mesma no colo a deitando na minha cama a abraçando por trás deitando também.

Depois disso só lembro da minha Omma acordando a gente, mandando nos arrumar para ir jantar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...