1. Spirit Fanfics >
  2. Destinos Cruzados >
  3. Festa!

História Destinos Cruzados - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpe a demora mores 🤷🏻‍♀️🤷🏻‍♀️🤷🏻‍♀️

Mas esse capítulo esta recheado de fofura e paixão então vamos ler 😊


Esse capítulo tenho que dar o crédito para a maravilhosa e diva da minha vida!!! Minha prima kkkkk foi ela que me ajudou a escrever ele

Capítulo 8 - Festa!


Fanfic / Fanfiction Destinos Cruzados - Capítulo 8 - Festa!

Melissa on:

Estou acabando de colocar o salto dou uma última olhada no espelho para conferir o meu vestido, quando ouço o grito do meu pai me chamando para descer senão vamos nos atrasar para a festa, pego minha maravilhosa bolsa e desço as escadas (devagar) vendo todos lá me esperando ouço piadas dos meus irmãos mas não ligo e vou saindo logo em seguida... odeio todo esses flashes na minha cara mas não deixo de fazer poses assim que vejo uma câmera, logo que entramos cada um vai para um canto da festa no caso eu vou encontra a Violet, o Noah falou que ia dar em cima das secretarias da empresa ( Quero só ver!) E o Thomas falou que iria encontrar um amigo, enquanto estou procurando a Violet vejo um rosto conhecido do lado do Thomas, não acredito que ele! O Lorenzo! O cara que eu me apaixonei, que prometi nunca mas o procurar por que sabia que era errado! Errado por ele ser o melhor amigo do meu irmão, mas eu sou apaixonada! E eu percebi isso do pior jeito possível. Volto a Realidade quando a Violet pega no meu braço me puxando para um canto, esbarramos em umas pessoas para chegar até a mesa de comida:

- Violet viu quem está aqui?- perguntei apontando

- Vi sim! A família dele conhece seu pai garota! E ele foi convidado pelo seu irmão- Falou pegando uma taça de champanhe

Pego uma taça também virando tudo de uma vez, então quer dizer que a família dele são amigos do meu pai! Jesus! Posso ter um infarto? Ou um surto psicótico? Por que eu já estou tento! Pego outra taça que passa e viro outra vez, Violet percebe meu nervosismo então me dar um beliscão onde solto um grito fazendo logo em seguida uma cara feia para ela:

- Está louca? - perguntei fazendo massagem no braço

- Você que esta! Bebeu duas taças de champanhe de uma vez Só, calma seus pais não vão descobrir nada garota e se descobrir você já e grandinha demais para eles não gostarem dos caras que você namora ou pega - falou comendo um petisco que pegou na mesa

~*~

A festa estava perfeita todos conversando, bebendo e comendo fazendo de tudo um pouco, até percebo o Lorenzo olhando para mim eu e ele fica se encarando ai eu noto que o mesmo esta de óculos ( nossa ele e mas perfeito ainda) mas vira a cara dando um sorriso que me deixa doida então involuntariamente brota um sorriso no meu rosto também, mas logo desaparece quando vejo a chefe do RH da empresa chega perto dele falando algo em seu ouvido o fazendo coçar a cabeça parecendo ficar sem graça. Não sei o que deu em mim que eu fiquei irritada todo mundo que tentava interagir comigo eu dava um fora pelo simples fato de eu está surtando por causa de uma coisa que eu vi! Eu sei que sou apaixonada por ele e mesmo não estando com ele eu sinto ciúmes! Por que ele deveria ser meu! Está me beijando! Sussurrando no meu ouvido! Pegando na minha cintura entre outras coisas que namorados fazem! Espera! Já estou colocando ele como meu namorado, mas nem somos, éramos apenas pessoas que se pegava e que um começou a ter sentimentos pelo outro e paramos mas parece que eu ainda estou com esse sentimento bem quente dentro de mim, sinto meus olhos encheram de lágrimas e cair no meu rosto limpo rapidamente mas logo no meio da festa elas insistem em cair:

- Amiga por que esta chorando?- perguntou a Violet pegando no meu braço

- Quero ficar sozinha por um minuto

Saio correndo do meio das pessoas entrando em um corredor cheio de portas, entro na primeira que esta destrancada a fechando logo em seguida caminho até uma mesa me sentando em uma cadeira de frente para ela e ali eu liberto o que esta pesado dentro de mim:

- Melissa

Conheço essa voz! Lorenzo! Me levanto correndo limpando as lágrimas que foi parando de cair:

- O que esta fazendo aqui ?- perguntei olhando para todos os lados menos para ele

- Fui convidado pelo seu irmão...

- Não na festa! Por que sei que seus pais são amigos dos meus e lógico meu irmão te convidaria... Estou falando daqui na sala- falei encarando ele dessa vez

- Eu vim atrás de você, saiu correndo de la só quero saber se está tudo bem - falou se aproximando

Solto uma risada sarcástica o encarando, quer sabe vou falar tudo e que se foda se ele não sente o mesmo por mim!:

- estou assim por que sou completamente apaixonada por você Lorenzo! E descobrir isso da pior forma possível... Estou chorando por que vi você e aquela vagabunda da chefe do RH trocando olhares- falei sem respirar - Eu me odeio por não enfrentar o meu irmão e ficar com você... E quer saber! Estou pouco me fodendo se você não sente o mesmo por mim- acabo de falar ofegante mas pelo menos liberto tudo que estava dentro de mim

Ele se vira vai até a porta a trancando na chave e volta deixando o copo na sua mão ( nem tinha percebido que ele estava com um copo) no criado mudo que tem perto de um sofá, quando chega perto de mim segura no meu rosto com as duas mãos me encara por alguns segundos até me beijar. Como sentir falta desse beijo, dessa boca, sentir falta do seu perfume de tudo que ele tinha eu sentir falta, ele para de me beijar mas cola nossas testas:

- Eu também Melissa! Eu também sou completamente apaixonado por você! Eu quero que você seja minha, só minha! Minha namorada, minha futura Mulher! E mãe dos meus filhos! - falou pegando na minha cintura - e dessa vez não vou desistir de você, não irei abrir mão do nosso amor por medo do seu irmão

Dou um sorriso o puxando logo em seguida para outro beijo, agora posso dizer que esse beijo e puramente apaixonado, nossas línguas travavam uma batalha, só nos separamos por falta de ar senão iramos continuar ali até um se cansa ( seria impossível)... estamos já um tempo aqui conversando ou melhor dizendo matando a saudade, se declarando um para o outro na maior tranquilidade:

- Melissa eu juro por tudo nessa vida vou fazer nosso relacionamento dar certo- disse fazendo carinho na minha perna

- Você vai precisar falar com meus pais Lorenzo e enfrentar o Thomas - falei me levantando do sofá arrumando meu vestido

- Eu falo com eles, se for preciso perder a amizade do Thomas por você eu perco- falou vindo até mim e me abraçando - vamos para minha casa depois da festa, preciso matar a saudades que estou de você- falou com cara de malícia

Concordo com a cabeça sorrindo logo em seguida... Voltamos separados para festa, o que foi uma tortura ficar longe dele mas me contive e fiquei do lado da Violet comendo petiscos e bebendo meu pai me chama dizendo que estava a procura da minha mãe respondo que não a vi para ele logo depois sair a procura dela ( Pais!). Odeio quando um dos amigos do meu pai me joga para os filhos dele com aquele papo de " vocês fariam um ótimo casal" ou melhor " se sua filha casar com o meu nosso neto será o bebê mas rico do mundo" eu nunca me casaria com os babaca dos filhos dessa gente, primeiro que um e pau mandado da mamãe se a mãe fala não ele não faz, se ela fala faz ele vai e faz gente! Isso e um homem ou uma criança? Pelo amor de deus né! O outro já traiu a ex noiva dele sei lá quantas vezes, até que ele e bonito mas é muito idiota acha que só por que é homem pode colocar nos mulheres na mão e pronto, com qualquer uma ele pode comigo Não! Por isso sou o Lorenzo ele sim e homem para mim, e educado, carinhoso e tudo mais onde ele não pode ser isso e na cama! Já estou morrendo de saudade dessa parte dele mas selvagem... falando nele meu irmão e ele sumiram cade o Lorenzo?! Vou até a Violet que esta conversando com o Rob (outro babaca):

- Violet viu o - paro de falar quando percebo o Rob esta nos encarando - Thomas você viu ele? - tive que mudar o assunto e fazer uma cara que a mesma já sabe, até por que já contei o que rolou a ela

- Aaaaah Sim o Thomas! Vi ele sim, estava pedindo para o amigo dele acompanha a secretaria do seu pai em casa

Que!

Lorenzo on:

Como eu estava com saudades da minha garota, quando vi a Melissa entrando no salão parece que meu coração ia sair pela boca por que fiquei tão nervoso que a taça que estava na minha mão quase caiu no chão do tanto que eu estava suando de nervoso. Eu sei que todas essas mulheres da festa me queriam na sua cama ou em qualquer escritório desse prédio, mas eu só quero uma delas e ela está olhando diretamente para mim mas sou acordado com uma ruiva se aproximando me chamando para ir em qualquer escritório como ela falou " matar essa vontade de mim" fiquei sem graça com seu pedido e sinceramente não sei por que, o pior foi ver minha garota secando o rosto pelo que viu só que não teve nada demais dispensei a garota logo em seguida então não perco meu tempo e vou atrás dela... Agora assim posso dizer que estou feliz! Dessa vez vou conseguir ser feliz sem ninguém da minha família atrapalhar ou melhor dizendo sem os negócios da minha família atrapalhar, conquistei a minha garota se for preciso perder a amizade do Thomas por isso perco mas não abro mão da minha felicidade... fui obrigado pelo Thomas a trazer a secretaria do pai dele em casa lógico que o mesmo veio junto, mas parece que ele está na intenção de me deixar aqui com essa doida que só sabe falar de sexo:

- Escuta você fica aí com ela que eu vou embora- falou quando chegamos na casa dela

- Thomas espera!- seguro no braço dele- não posso eu meio que... já estou em outra - falei meio sem graça pelo simples fato de se ele me perguntar quem e a garota eu não saber responder

- Aaaaaah safadinho! Eu pensando que você estava na pior, na pior quem está sou eu - disse rindo - já que você não quer! Eu quero... fui- disse entrando dentro da casa

Dou um sorriso pegando o celular e pedindo um carro de aplicativo logo em seguida enviando uma mensagem para a Mel dizendo para me espera no meu apartamento... Caio ofegante na cama depois de estocar pela última vez fazendo Melissa me arranhar e gritar o meu nome, depois que cheguei do ocorrido tivemos uma pequena DR por eu não ter recusado o que o Thomas fez mas tudo logo melhorou quando entramos no meu quarto, bem na verdade já estamos no terceiro round, o primeiro foi no sofá da sala, segundo no banheiro e agora o terceiro aqui no quarto. Melissa deita nas minhas costas fazendo carinho e beijando:

- Estou aqui pensando como conseguir ficar dois meses longe desse corpo magnífico- falou com a cabeça ainda nas minhas costas

- Por que achamos que seria melhor Assim - falei me virando para encarar ela

- Então foi a pior coisa que fizemos... E a melhor qual será?- perguntou fazendo carinho no meu rosto

- Eu ir falar com seus pais amanhã cedo

Ao dizer isso ela se senta na cama pegando o lençol para logo apoiar a mão na cabeça:

- Mas não acha que será melhor outro dia? Por que pensa meu amor... Amanhã o Thomas estará lá os amigos do meu pai e tal...

- Melissa eu quero ser seu namorado! Cansei de ter que ver você escondido, quero fazer você ser minha garota- falei a interrompendo

Ela concorda com a cabeça e logo a puxo para um beijo calmo e sem pressa:

- Vamos dormir? Amanhã será o grande dia- falei a puxando pela cintura a fazendo deitar

- Sim! O Grande dia! - falou soltando um suspiro pesado

E assim dormimos agarradinho sem precisar esconder sentimentos dessa vez!


Notas Finais


Logo vem outra 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...