História Destinos cruzados - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Jikook
Visualizações 34
Palavras 1.710
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ficção Adolescente, Lemon, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Conhecendo os pais ...


                   Jimin...

Desci com ele para tomar café, e aquela roupa dele estava me deixando sem chão, já não tinha um pensamento coerente kkk. Quando chegamos na sala de jantar meus pais tomavam café, quando entramos eles sorriram.

     Jimin — Omma , Appa este é Jeon Jungkook  o ômega que contei a vocês — ele corou e fez uma reverência.

     Omma Jimin — olá meu anjo sou Park Sandara Omma deste alfa bonitão — Senti minhas bochechas queimando — você é o primeiro que ele traz  aqui — Eu baixei a cabeça, péssima ideia trazer ele aqui, ele vai sair correndo já já — ele falou bastante de você — olhei para minha Omma com olhos arregalados .

    Jimin — Omma ... Vai me matar de vergonha — nos sentamos servi suco para ele, pão  ,ovos , presunto, queijo , maçã, eu toquei no braço dele rindo .

    Jungkook — está ótimo — ele concordou sorrindo e colocou para ele, eu comecei a comer .

    Dara — Ahhh que lindo .... Jungkook meu anjo pode me chamar de Omma ou si - eo -meo- ni  (sogra em coreano ) — engasguei e ele comecei a rir , meu Appa que estava calado não aguentou e disparou a rir .

    Appa — Jeon, sou Park Jinwoo, mais pode me chamar de Appa ou jang -mo (sogro ) — ele sorriu fazendo meu pequeno ficar vermelho.

    Jimin — Anjo  vamos —  ele se levantou — Antes que meus pais te assustem mais e você fuja correndo — Nós bebemos o restante é nossos sucos e eu o levei ao meu quarto de novo. Chegando lá ele estava rindo, com as bochechas vermelhas — Desculpa Anjo eles se empolgam Demais e amam me matar de vergonha — ele riu.

Jungkook — hyung eu adorei seus pais, são muito legais, e sua Omma é linda — eu sorri feliz por ele ter gostado deles — hyung posso fazer uma pergunta? — eu concordei — hyung você matou o imbecil do meu primo? — eu suspirei.

Jimin — Não,  bem que eu quis, mais você me pediu para não o fazer — ele suspirou de alívio, mais logo seus olhos encheram de lágrimas ele começou a chorar, eu o puxei para o meu peito o abraçando forte .

    Jungkook — Eu tive tanto medo, ele me tratou bem até entrar em casa, eu subi deixei a mochila, quando desci ele começou a dizer um monte de besteiras — acariciei suas costas para acalmar — lo — disse que ja que você tinha me .... — eu entendi — ele também faria o mesmo, ele rasgou minhas roupas eu acertei ele, e corri para a rua , se você não estivesse lá, o que seria de mim — eu beijei seus cabelos.

Jimin — Já passou não vai mais acontecer, ele não chegará perto de você novamente — Nos olhamos nos olhos e os dele mudaram para um purpura, seu lobo estava me conhecendo — olá meu ômega — ele sorriu e acariciou meu rosto .

Jungkook —  Meu Alfa você é tão lindo , te sinto tão forte em meu coração — ele acariciou meu queixo — Ele ainda não entende é a primeira vez que nós falamos, eu esperava por você meu Alfa, cuide de nós — ele fechou os olhos e quando abriu ja eram os azuis mais profundos .

Jimin — Você esta bem anjo? Ontem eu te trouxe para cá depois daquelas confusão, você desmaiou eu não te deixaria com aquele idiota — ele me olhou —

Jungkook se eu fizer algo você promete não se assustar? É  algo que desejo há muito tempo — ele corou e depois concordou com muita calma o puxei para mais perto, fui juntando nossos lábios, parei perto o suficiente para se ele não quisesse me repelir, ele não o fez então eu juntei nossos lábios, em um beijo calmo, mais cheio de sentimentos, quando nos separamos com selares pela falta de ar, ele me olhava corado e sorrindo, então saindo das profundezas meu celular tocou  o alarme para me arrumar para o trabalho. Droga ir trabalhar agora e deixar ele aqui, fechei os olhos com raiva .

Jungkook - hyung fiz algo errado ? Por que ficou com raiva tão rápido - ele perguntou preocupado.

    Jimin - Não Anjo você não fez - acariciei seu rosto sorrindo - só lembrei que tenho que trabalhar, mais não quero que fique aqui sozinho - ele sorriu , mais então  Encontrei a solução - Vamos comigo , se arrume - ele concordou e se levantou em um impulso rápido , e tive a visão mais sexy de toda minha existência, minha camiseta ia até suas coxas e que coxas , me lembrei daquela noite em que o cobri no quarto. Mais parece que ele lembrou disso também  por que se virou tão vermelho como um tomate.

    Jungkook — Hyung como eu vou sair assim , minha roupa esta destruída — ele me olhou tímido .

    Jimin — Eu peguei muitas coisas suas estão ali — eu mostrei a mala ele então ficou aliviado e foi até a mala , nesse momento eu quase tive um infarto, ele se abaixou para pegar as roupas e virou a bunda para o meu lado, não consegui não olhar,o que me fez sentir uma fisgada no membro. Depois de pegar o que precisava ele entrou no banheiro e eu para não perder tempo me levantei e peguei minhas roupas e fui para o outro quarto 20 minutos depois eu voltei e ele já estava vestido em uma calça preta , uma camisa branca e uma blusa de frio marrom que ia ate suas coxas, ele passava perfume, Ahhhh.... um do mesmo cheiro dele tão inebriante.

Jungkook...

É difícil explicar o que sinto agora , morar aqui foi a decisão mais difícil, deixar meus pais ainda mais sem saber se aquele projeto de Alfa iria atrás deles . Mais foi o único jeito que encontrei de ter paz . Moonbin é  um Alfa Lúpus, idiota que me perseguiu durante dois anos , por culpa dele perdi amigos, não pude ir a faculdade.

   Ele agrediu um amigo meu por que ele estava na minha casa fazendo um trabalho da escola, e outro por que olhou para mim nos corredores, entrei na justiça com uma ação para que ele não se aproxime de mim, mais isso me rendeu muitas ameaças, meus pais encontraram os pais dele e o casal disse que ele sempre fazia isso, que ele tinha matado uma ômega com quem viveu por ela terminar o namoro .

    Meu Appa Jeon Eunk wang então me mandou morar com minha tia irmã dele por achar que assim eu ficaria seguro , e agora isso acontece. Na vinda do shopping para casa o Dae disse muitas coisas sobre o Jimin hyung, nao contei para ele mais eu sinto algo tão.. Nem sei como definir .

    Desde aquela manha em frente a faculdade quando senti o aroma dele, eu senti como se ja o tivesse sentido, me enche de paz .  E quando nos olhamos nós olhos algo dentro de mim despertou. Ao entrar na sala Algo me guiou ate ele , quando ele repeliu o professor me senti bem, quando ele quebrou a porta e virou lobo, eu senti meu coração se encher de um sentimento que nunca senti. Eu não tive medo, eu sabia no meu coração que ele não me machucaria, nunca tive tanta certeza quanto tinha nessa hora .

    Ele cheirou minha barriga, ele rosnou e me protegeu daqueles Alfas, quando ele me abraça sinto que posso me perder naqueles braços, eu nunca me senti assim por ninguém.

    Quando acordei nos braços dele, me sentia protegido, foi a melhor noite que ja tive, e sentir ele me abraçando ao acordar foi perfeito.

Quando ele voltou para o quarto eu já estava pronto, acabava de passar perfume, ele está lindo . Calça preta social, camisa vermelha , ele entrou no quarto ainda com os cabelos despenteado tão sexy .

    Ele veio em minha direção sorrindo , eu senti minhas bochechas quentes, ele baixou o rosto no meu pescoço eu fechei os olhos .

     Jimin — Anjo você está tão lindo, eu não quero te assustar — suas mãos rodearam minha cintura juntando nossos corpos , meu coração batia em uma velocidade que pensei que ele sairia pela garganta — Anjo me da sua mão — eu levantei minha mão ele a pegou e levou ao seu coração e batia igual o meu — Você  esta vendo o quanto esta acelerado — eu concordei — ele nunca bateu assim por ninguém até você aparecer — eu peguei a dele é levei ao meu .

   Jungkook — O meu também hyung — ele soltou minha mão e em um movimento rápido me pegou no colo , sem querer gritei de susto sorrindo depois, ele se sentou na cama me ajeitando em seu  colo .

    jimin — Com o tempo você vai entender tudo, mais uma coisa eu quero perguntar o que sentiu quando virei lobo, você sentiu medo? — ele me olhou nos olhos eu sorri e acariciei o rosto do Alfa .

    Jungkook — Não... eu senti que ele me protegia , é tão lindo e grande — ele sorriu .

     Jimin — Ele gosta muito de você Anjo , e eu também — ele sorriu e segurou meu queixo — o que eu sinto por você nunca senti por ninguém, você é o ser mais importante em minha vida — senti meu coração acelerar mais, ele juntou nossos lábios em um beijo mais quente que o primeiro, suas mãos acariciavam minhas costas, nuca, desceram apertando minhas coxas eu arfei entregue aquele momento maravilhoso, quando a falta de ar nos obrigou a separar eu escondi meu rosto em seu pescoço — Vamos temos que ir para a empresa — ele me colocou no chão e me deu outro selar eu fui colocar minha  Timberlake preta e ele um sapato social ele me entregou meu celular e pegou o dele e a chave do carro e nos descemos saímos , ele tem um carro lindo, ele abriu a porta para mim eu entrei, ele deu a volta e entrou, e então fomos para a empresa, eu liguei uma música e fomos o caminho conversando e rindo enquanto ele segurava minha mão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...