História Destinos traçados. - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Anko Mitarashi, Asuma Sarutobi, Hinata Hyuuga, Iruka Umino, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kizashi Haruno, Kurenai Yuuhi, Mebuki Haruno, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Adolescente, Colegial, Colégio, Hentai, Naruhina, Naruto, Nejiten, Sasusaku
Visualizações 416
Palavras 3.591
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa madrugada meus anjos 💕
Antes de qualquer coisa: CHEGAMOS AOS 100 COMENTÁRIOS VOCÊS SÃO DEMAIS!! 💙
Obrigada por todo carinho e estímulo, fico feliz que estejam gostando da história e sempre presentes em cada capítulo postado! 💖
Perdão por essa demora, tive dificuldades para esse capítulo sair!
Por fim aqui está ele para a alegria de vocês.
*Obs: O cap será dividido em duas partes, pois o mesmo ficou muito grande e para não ficar muito cansativo, postei uma parte hoje, a outra amanhã e ambos a princípio terão o mesmo nome, mas como me conheço bem sei que colocarei outro kkkkk*
Enfim, espero que gostem 💕

Capítulo 26 - Aspen.


Fanfic / Fanfiction Destinos traçados. - Capítulo 26 - Aspen.

Finalmente o dia da viagem havia chegado. 

Estávamos no jato comercial dos Uchihas, que o misterioso irmão de Sasuke, Itachi Uchiha, havia nos emprestado. 

Apesar de morar em Nova York por dezessete anos, nunca havia visto ou ouvido falar de algum Uchiha morando por lá. E com isso, esperava um dia finalmente dar o nome ao rosto. 

Com a ansiedade e não tendo a mínima ideia para onde estávamos indo, a semana custou para passar. 

Sasuke e os meninos estavam irredutíveis e não cederam momento algum qualquer dica que fosse sobre essa bendita viagem misteriosa, sendo apenas avisadas de que nosso destino era algum local frio.

Tenten e Hinata, junto de mim, passamos os últimos dias antes da data tão esperada, tentando descobrir à que lugar estávamos sendo levadas. 

A Hyuga fez de tudo para arrancar uma pista minúscula que fosse, porém sem sucesso, assim como Tenten, deixando-nos ansiosas e a ponto de explodirmos.

Não havia tido notícias de Sasori pelo resto da semana, concluindo que o Uchiha o havia assustado de fato, podendo seguir em frente sem os fantasmas ou traumas de minha antiga vida em Nova York me assombrando. 

Ao chegar no colégio na manhã de segunda, obviamente o moreno logo tornou-se alvo dos olhares curiosos de todos os alunos, provavelmente se perguntando o que havia acontecido com o queridinho das meninas, devido aos machucados causados por aquele maldito ruivo, não me dando escolha, se não contar tudo que ocorreu para Tenten e os outros. 

A Mitsashi quando enfim soube de tudo, sem pensar duas vezes me xingou de todos os palavrões existentes e também inventados pela mesma no calor do momento. 

Não havia sido fácil abrir-me daquele jeito com o resto do pessoal, porém precisava se queria deixar toda aquela história no passado e foi o que eu fiz. 

Neji ficou uma pilha de nervos e lamentou profundamente por não poder estar presente para ajudar Sasuke a ‘arrebentá-lo’, assim como Naruto, mesmo com Sasuke garantindo que a ajuda de ambos não era necessária pois já havia ‘dado conta do recado’, fazendo flashbacks contínuos tomarem conta de minha mente. 

Ainda tentava absorver todo aquele episódio, pois ver o Uchiha naquele estado não era tão simples quanto parecia. 

Depois de contar tudo ao Uzumaki sobre o que aconteceu nos mínimos detalhes, o loiro me explicou que o amigo sempre teve problemas para controlar a raiva, mas que também frequentou a terapia desde muito novo e jurou que mesmo tendo esse tipo de problema, ele jamais me machucaria ou à qualquer outra pessoa que não merecesse, como Sasori, pois tinha agora total controle de suas atitudes, deixando-me mais tranquila.  

Por fim, já era possível ver as montanhas cheias de neve e as luzes da cidade serem acesas do alto do jato, pois já escurecia, agradecendo profundamente por ter trago o número máximo de casacos que poderia conseguir. 

O moreno encontrava-se sentado ao meu lado, ouvindo música alta em seus headphones, sendo possível ouvir a mesma de longe. 

O fitava dormir sereno, me fazendo perguntar-se em como o Uchiha conseguia estar em sono profundo com a música naquelas alturas. 

Ri baixinho enquanto Hinata e Naruto conversavam no banco atrás de nós e Tenten e Neji dormiam profundamente logo atrás. 

Mesmo com as geleiras, ainda não tinha ideia de onde poderíamos estar, afinal existiam muitos lugares frios nos Estados Unidos e eu nunca havia ido em nenhum, mesmo sendo um sonho muito antigo.

Quando era menor, sempre quis visitar Aspen, mas nunca me foi permitido e o máximo de neve que consegui ver de tão perto foi a neve suja de Manhattan.

— O que estava ouvindo? — Quis saber curiosa o vendo acordar e retirar os fones dos ouvidos desligando a música que tocava.

— A Little Piece Of Heaven. — Respondeu ao bocejar. 

— Imaginei. — Disse rindo baixinho ao apoiar-me na janela mais uma vez fitando todo o local esbranquiçado. — Pode me dizer agora onde estamos? — Perguntei já impaciente sentindo a agonia dominar-me por inteiro. 

— Aspen. — Respondeu sorrindo de canto.   

— Aspen? — Repeti surpesa. 

Isso só podia ser coincidência. 

— Sim, meus pais tinham um chalé não muito longe das montanhas, que foi deixado para mim quando eles morreram, mas não venho muito aqui. 

— Por que? 

— Bom, como tivemos muitos momentos aqui, sempre me vinha à cabeça as lembranças e então preferia evitar. 

— E o que mudou?

— É que... agora você está aqui. 

Sorri sentindo meu coração se aquecer, recordando-me novamente daquele dia. 

Sasuke não podia ser daquele jeito, isso era absurdo até mesmo para mim aceitar. 

O Uchiha se mostrou ser sempre muito atencioso e prestativo comigo, mesmo não falando muito de seu passado e seu irmão, coisa que esperava mudar um dia, porém o respeitava acima de tudo. 

— E então, gostou da surpresa? — Perguntou encarando-me. 

Seus olhos brilhavam mais a cada piscada, feliz por tê-lo conhecido. 

— É claro que sim. — Respondi ao beijá-lo rapidamente. 

                         ***

— Bem vindos. — Disse o Uchiha ao abrir a porta de seu chalé nada modesto dando-nos passagem para entrar. 

Ambos adentramos o local, cada um com sua mala em mãos, pousando-as no chão de madeira da sala. 

A mesma era estupidamente grande. 

Havia um grande sofá de frente para a lareira e logo acima dela uma enorme TV de tela plana. 

Ao lado um piano e uma enorme mesa de jantar com pequenos vasos de flores em cima. 

Também haviam pequenos lustres que iluminavam todo o local e enormes janelas sendo possível ver nitidamente toda paisagem ao nosso redor.

— Caramba Sasuke, aqui é lindo demais. — Elogiou Hinata ao corar as bochechas fitando todos os mínimos detalhes de tudo. 

— Espero que gostem daqui. — Disse caloroso. — Vou levar vocês para seus quartos. 

Sasuke estava com o semblante diferente e nada comparado com o mesmo de quatro dias atrás. 

Estava mais calmo e carinhoso, tanto comigo quanto com os outros, sem deixar seu jeito sarcástico e seu alto senso de humor para trás. 

O moreno já estava praticamente recuperado de todos os machucados, deixando poucas cicatrizes visíveis fazendo-me pensar em como Sasori poderia estar agora. 

O Uchiha havia feito um grande estrago no Akasuna, mesmo achando que foi mais do que merecido, ainda me sentia mal por ter presenciado tudo aquilo. 

— Tenten e Neji, esse quarto é o de vocês. — Disse ao abrir a porta os dando passagem para que entrassem. 

O cômodo em que ambos ficariam era luxuoso porém aconchegante.

As janelas tinham a vista completa para as montanhas, nas paredes alguns quadros de paisagens naturais, um grande guarda roupa de solteiro e uma cama de casal.

— Obrigada, Sasuke. — Disse a Mitsashi rindo travessa ao sentar-se na beira da cama pousando sua mochila na mesma. 

— Hinata e Naruto, venham comigo. — Pediu gesticulando com uma das mãos para que ambos os seguissem. — Vocês vão ficar aqui. 

O quarto da Hyuga e do Uzumaki já não era tão diferente do de Tenten e Neji. 

O mesmo era composto por uma cama de casal, um guarda roupa, janelas e ao invés de quadros, haviam espelhos e abajures.

— Aqui é muito lindo, obrigada Sasuke. — Disse a azulada ao pôr sua mala ao lado da cama junto de Naruto. 

— Não tem de quê. — Respondeu sorridente ainda com sua mochila nas costas e mala em mãos. — E você vem comigo. 

Apenas o obedeci o seguindo até onde deveria ser o nosso quarto, com a ansiedade sem fim dominando-me. 

— Esse aqui é o nosso. — Disse ao abrir a porta dando-me passagem para entrar. 

O fiz, pondo a mala não muito longe da porta e fitando todo o local.

O mesmo era do mesmo tamanho dos outros. 

Havia uma cama de casal no centro, abajures em ambos os lados, pequenos criados mudos e um grande guarda roupa de casal. 

Fitei tudo aquilo em silêncio ouvindo a porta ser fechada chamando-me a atenção. 

— E então? — Perguntou esperando que eu dissesse algo mas não o fiz. — O que achou?

Sentei-me na cama por uns instantes observando as janelas e as luzes que acendiam pois a noite havia chegado.

— Como soube? 

— O que? — Perguntou levantando uma das sobrancelhas aparentemente confuso. 

— Como soube que sempre quis visitar Aspen?

— Do que está falando? 

— Espera... então, você não sabia?

— E deveria? 

— Bom, é que... eu sempre quis vir aqui.

— Sério?! — Perguntou surpreso. — E por que nunca veio?

— Meu pai nunca deixou.

— Ele tem algo contra Aspen? — Quis saber rindo ao tirar a mochila das costas. 

— Não. — Respondi rindo junto dele. — É que ele nunca pôde me levar para as suas viagens e como sou menor de idade nunca pude viajar sozinha. 

— Até amanhã, né? 

— É verdade.

—————————————————

NARUTO MODO ON

— E então? Gostou da supresa? — Perguntei curioso ao terminar de pôr minhas roupas no armário. 

— Gostei muito. — Respondeu a azulada corando as bochechas. 

Hinata era uma pessoa incrível. 

Estava sendo ótimo esses dois meses que passamos juntos e tudo graças a Sakura.  

A Hyuga se mostrou ser alguém completamente diferente do que imaginava e me surpreendia a cada dia que passava.

Fazia de tudo para vê-la feliz, ainda mais depois de toda a história que ela havia me contado sobre sua depressão e tudo que passou sozinha. 

Eu queria mesmo poder ter feito parte da vida dela a mais tempo, porém meu medo idiota não me permitia. 

Por fim, agora já estava tudo acertado.

Mesmo faltando apenas três meses para nos formarmos, isso não nos atrapalharia, pois coincidentemente Hinata sonhava em ir para Princeton, assim como eu, fazendo-me pensar que éramos mesmo feitos um para o outro. 

— Acho que vou tomar um banho, você vem comigo? — Brinquei puxando a toalha limpa da mochila a observando corar instantaneamente. — Estou brincando.

— Naruto eu...

— Calma Hina, é brincadeira, sério. — A interrompi afim de tranquiliza-la.

— Eu sei.

— Depois nos falamos. 

—————————————————

TENTEN MODO ON

Terminei de arrumar todas as roupas dentro do armário jogando-me na cama.

— Estou exausta.

— Por que? Não fez nada o dia todo.

— Vai a merda, Neji! — Exclamei rindo jogando-lhe o travesseiro que estava ao meu lado. 

O moreno agarrou a mesma antes que o acertasse, jogando-a de volta para mim.

— Você errou. — Brincou rindo sem parar ao jogar-se ao meu lado. 

— Eu te odeio, sabia?

— Odeia nada.

—————————————————

SAKURA MODO ON

Estava sentada dentro de uma banheira repleta de espumas, com o cabelo preso em um coque alto, enquanto Sasuke massageava meus pés à minha frente também.

— O que quer fazer quando sairmos daqui? — Perguntou ao estalar meus dedos.

— Quem disse que vamos sair? — Brinquei ouvindo-o rir.

— Eu sei, aqui está mesmo bom.

— E com você aqui está melhor ainda. — Disse ao levantar e beijá-lo rapidamente sentando-me entre suas pernas. 

— Será que os outros estão se instalando bem?

— Acho que sim. — Respondi ao acariciar seu rosto. — Naruto deve estar morrendo de fome no quarto e Hinata toda encolhida morrendo de frio e Tenten e Neji se conheço bem devem estar batizando sua cama.

— Ainda bem que aquele quarto é do meu irmão. — Disse rindo.

— Falando no seu irmão... quando vou conhecê-lo?

O Uchiha então encarou-me silencioso aparentemente incomodado.

Parecia que ele não gostava muito de falar sobre Itachi.

— Itachi é muito ocupado, não nos vemos à muitos anos, acho difícil esse encontro acontecer. 

— Entendo. 

— Mas... não fique chateada, pode ser que aconteça, um dia...

— Tudo bem.

— O que acha de sairmos para jantar? Todos nós? — Sugeriu ao mudar de assunto. 

— Por mim tudo bem.

— Certo.

                       ***

Ao terminar de pentear os cabelos, pus minhas sapatilhas pretas, junto de um vestido rodado também preto e um colar.

Eu estava pronta.

Sasuke já havia terminado de se vestir e rapidamente desceu para sala, afim de esperar o resto do pessoal, que quando souberam que o moreno os levaria para jantar logo se animaram, principalmente Naruto.

Enfim, desci as escadas rumo ao cômodo onde o Uchiha estava afim de fazer companhia para o mesmo enquanto esperava, porém todos já estavam lá esperando por mim.

— Achei que tinha se perdido. — Brincou o Uzumaki escandaloso ouvindo todos rirem incluindo à mim.

— Sakura de vestido? Vai chover! — Exclamou a Mitsashi rindo ao se aproximar. 

— Já foi se foder hoje Tenten? — Brinquei.

Ambos riram e então caminhamos para fora, onde o carro de Sasuke estava. 

O Uchiha vestia uma calça jeans clara com rasgos nos joelhos e um casaco de lã preto, já Naruto usava uma calça preta e uma camisa laranja acompanhada de uma jaqueta preta e Neji vestia uma calça branca com rasgos também nos joelhos e uma camisa preta junto de uma jaqueta jeans. 

Ambos estavam muito estilosos e tinha que admitir. 

Tenten usava um vestido rodado vermelho de mangas longas e já o de Hinata era branco também de mangas longas.

Ao entrarmos no veículo, o Uchiha logo tomou velocidade rumo ao seu destino. 

                       ***

Ao chegarmos no local, que por sinal era muito luxuoso, entramos e a recepcionista logo nos indicou nossa mesa, notando a mesma olhar o tempo inteiro para Sasuke.

Apenas ignorei o ocorrido e o segui até nosso lugar.

Sentamos na grande mesa de madeira, com uma árvore seca no meio envolvida com pequenas luzes baixas que iluminavam a mesma.

Nossos pratos estavam postos, junto dos talheres e taças. 

Sasuke sentou-se ao meu lado direito, seguido de Hinata e Naruto e logo depois Tenten e Neji que ficou ao meu lado esquerdo. 

— Aqui é lindo. — Elogiei pondo o cabelo atrás da orelha. 

— Eu costumava vir bastante aqui com meus pais. — Disse o moreno ao fechar o cardápio. 

— Por que nunca mais voltou? — Quis saber a curiosa Mitsashi cruzando as pernas. 

— Não seja indiscreta Tenten. — A repreendeu Neji.

— Não se preocupe, Neji. — O tranquilizou. — Eu não me sentia bem vindo aqui, depois do que aconteceu, por isso nunca mais tive interesse em voltar.

— E pelo visto isso mudou. — Brincou o Uzumaki rindo.

— Por que será, né? — Perguntou retoricamente dessa vez o Hyuga que ria junto de todos. 

Apenas me encolhi sentindo as bochechas queimarem de vergonha. 

Agora entendia Hinata.

O garçom então logo apareceu, anotando nossos pedidos, não demorando muito para sermos servidos.

Todo o jantar havia sido agradável. 

Neji e Naruto passaram toda a noite rindo e brincando junto de Sasuke, que estava mais descontraído. 

Tenten e Hinata também participavam da brincadeira, fazendo nossa mesa ser a mais animada do restaurante inteiro, chamando a atenção de todos. 

Ambos já estávamos com as bochechas coradas devido ao vinho, porém nenhum se encontrava bêbado, pois era impossível embrigar-se com apenas duas taças. 

O Uchiha então logo pediu a conta, pagando a mesma e levantando-se.

Todos levantamos junto dele, rumo onde seu carro estava estacionado. 

— Posso ir? — Perguntou ao ligá-lo quando todos já haviam se acomodado.

— Sim. — Respondemos uníssono. 

O moreno então logo o fez, tomando velocidade. 

—————————————————

NARUTO MODO ON 

— Obrigada pela noite, Sasuke. — Disse Tenten antes de subir junto de Neji ficando apenas nós quatro na sala.

Sasuke de fato estava diferente e essa noite só fez comprovar isso.

O Uchiha costumava ser sempre mau humorado e ranzinza e nunca em hipótese alguma demonstraria seus sentimentos como fez hoje. 

Os últimos meses que havia passado com Sakura só o fazia bem, mesmo tendo uma breve recaída ao encontrar Sasori, porém isso já estava resolvido.

Sasuke era uma boa pessoa e sabia disso, porém seus problemas familiares nunca o deixavam viver sua vida, pois os mesmo sempre o perseguiam.

Era difícil acreditar que ele havia nos trago para Aspen, especificamente para sua casa onde passava as férias com seus pais, pois não era muito chegado ao calor e sua maior paixão era a neve.

Sakura o havia mudado de verdade. 

— Foi muito legal hoje. — Disse ao sermos deixados a sós pois as meninas haviam ido até a cozinha. 

— Eu percebi que o pessoal gostou bastante. 

— Sabe Sasuke, você está diferente. 

— Eu me sinto diferente.

— Fico feliz que enfim está vivendo sua vida. 

— Eu sempre vivi.

— Mas não da forma certa. — Disse antes se cessar o assunto observando-as voltar.

— Vamos dormir, Naruto? 

— Ah... vamos sim, boa noite pessoal. — Despedi-me.

— Boa noite. — Consegui ouvi-los dizer antes de subirmos as escadas. 

—————————————————

SAKURA MODO ON 

— E então? Do que estavam falando? — Quis saber curiosa ao sentir o clima no cômodo. 

— Nada demais, o Naruto só acha que eu mudei.

— E eu não discordo dele. — Disse ao me aproximar. — Se lembra do meu primeiro dia de aula? 

O Uchiha então riu caminhando até próximo a lareira abrindo uma pequena pequena caixa de madeira que estava sobre a mesma ao lado da TV tirando dela o que aparentava ser um álbum de fotografias. 

— Lembro de ter sido um completo idiota com você. — Disse antes de entregar o mesmo para mim. 

— O que é isso?

— É um álbum de fotos, de todas as férias que passei aqui desde que nasci. 

Sentei-me então no sofá abrindo o mesmo passando foto por foto calmamente.

— Esses são meus pais. — Disse apontando com o dedo indicador. 

— Você se parece com sua mãe. — Observei ouvindo-o rir. — E esse é quem?

— Meu irmão. 

— Se parece com seu pai. 

— Sempre dizem isso. — Disse rindo baixinho.

— Você tinha uma família muito linda, Sasuke. — Disse o fitando enquanto acariciava seu rosto.

— Sinto falta deles. 

— Eu sei. — Disse antes de beijá-lo rapidamente. — Mas agora... você tem a mim.

— Estou feliz que esteja aqui. 

Sorri então levando meus lábios ao encontro dos seus mais uma vez. 

Ele coloca sua língua quente dentro de minha boca se entrelaçando à minha, enquanto suas mãos passeavam pelo meu corpo até o encontro de minha bunda.

Estávamos sentados no sofá no meio da sala, enquanto nossos amigos provavelmente dormiam acima de nós, mas isso agora não vinha ao caso. 

Ele então se levantou, pondo o álbum ao meu lado, ajoelhado-se à minha frente voltando a tomar meus novamente. 

— Melhor assim. — Sussura ao se afastar afim de recuperar o ar. 

— Não. — Murmuro já sentindo a excitação me dominar. 

Eu sabia bem que se começasse não iria conseguir parar, mas não era isso que meu corpo queria. 

— O que foi? 

— Sasuke, alguém pode nos ver.

— Não se preocupe, ninguém vai descer. 

— Como pode ter tanta certeza?

— Confia em mim?

O fitei encarando seus olhos negros como a noite que agora ardiam em chamas.

Apenas balancei a cabeça indicando que sim, voltando a beijá-lo.

Sinto seu cheiro adentrar minhas narinas embriagando-me, enquanto mordia-me o pescoço sem parar.

Sua língua passeava pelo mesmo, deixando rastros de saliva por onde passava, arrepiando-me instantaneamente. 

Lentamente, ele tira o casaco, jogando-o no chão de madeira antes de beijar-me brandamente mais uma vez.

Mordi o lábio inferior nervosa, quando o vi se afastar, descendo sua boca indo até o encontro de meu pescoço mais uma vez, levantando a saia de meu vestido, revelando minha calcinha branca de renda. 

Ele se inclina, sentindo sua ereção em meu quadril e céus... o queria imediatamente dentro de mim. 

Ele então passeia com as mãos por todo meu traseiro, antes de sentir seus lábios em meus seios desprotegidos.

— Sem sutiã? — Sussurou.

Apenas balancei a cabeça indicando que sim ofegante.

O observei sorrir de canto aparentemente satisfeito, brincando com meus mamilos por cima do tecido fino. 

— Você gosta disso? — Provoca ele sem parar. 

Balanço a cabeça mais uma vez sem dizer uma única palavra. 

Ele então desliza com uma das mãos sobre meu ventre, sentindo meus músculos se contraírem.

Céus como isso era agonizante. 

Porém não demora muito para o moreno deslizar com um dos dedos para dentro de minha calcinha, onde move o mesmo devagar, fazendo seus tentadores movimentos, dentro e fora. 

Meus gemidos são abafados com seus beijos contínuos, enquanto recebo atenção lá embaixo. 

E então sem rodeios, Sasuke abre a calça, livrando-se da mesma junto da cueca ficando completamente nu à minha frente. 

Sinto o rosto arder em chamas, fitando todo o seu corpo pálido colorir-se com o fogo da lareira. 

E num movimento rápido, o Uchiha arranca minha calcinha, jogando-a no chão junto das outras peças que foram descartadas, ficando apenas de vestido que agora encontrava-se levantando até acima do quadril. 

Ele ajoelha à minha frente, enquanto o observo fascinada e antes que possa fazer algo ele penetra-me pegando-me de supresa.  

Seguro o gemido, mordendo o lábio inferior, cravando as unhas no sofá. 

Sinto-o entrar e sair rapidamente, mal conseguindo me conter. 

Ele rosna por entre os dentes, enquanto não cessa o movimento nem por um minuto que seja, empurrando uma... duas...

Respiro fundo tentando me recuperar, atingindo meu clímax sentindo os lábios latejarem devido a força que o mordia e Sasuke finalmente para, caindo ao meu lado ofegante. 

— Isso... foi... — Tentei dizer.

— Muito bom. — Completou. — Feliz aniversário. 


Notas Finais


Até o próximo XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...