História Destiny - Dahmo - Capítulo 10


Escrita por: e Tiger27

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jeongyeon, Jihyo, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu
Visualizações 75
Palavras 1.185
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, FemmeSlash, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei, mas aqui estou eu.
Espero que gostem.

Capítulo 10 - Ten


Point Of View - Momo

E aqui estávamos em Busan, sim, em Busan, nós acabamos de chegar na casa de praia da senhora Park. Pelo o que eu soube Park Jihyo é filha de grandes empresários e é podre de rica, por isso a quantidade de casas, pelo o que ouvi, a mesma não só tem casa em Busan, também tem em Daegu, no Japão, na Tailândia e em Vancouver. Eu disse, essa mulher é podre de rica.

- Momo, você sabe que todas nós vamos dividir o mesmo quarto né?

Nayeon me perguntou, e eu a olhei surpresa, como que oito pessoas vão caber num quarto só?

- É o quê?

Perguntei, e a mesma respondeu:

- Não fique achando que os quartos daqui são pequenos, porque não são.

- Os quartos são enormes, eu juro a você Momoring.

Chaeyoung completou o que a mais velha disse, bom, já que elas dizem, quem sou eu para contrariar.

Quebra de tempo

E não é que os quartos eram enormes mesmo?!

Aquele quarto tinha exatamente oito camas, um banheiro enorme, uma varanda com vista para a praia e uma TV gigantesca. Quem me dera ter um pouco do dinheiro que a senhora Park têm. Enfim, depois de termos arrumado nossas coisas no enorme closet - Já perdi as contas de quantas vezes eu falei enorme - resolvemos ir à praia, quer dizer a Park nos chamou, e nesse momento estou sentada em uma das cadeiras de praia observando as cinco garotas brincando na água, quem estava na areia era só Dahyun, Mina e eu.

- Adoro viajar, sair da rotina chata algumas vezes é legal.

Dahyun falou, Mina e eu somente concordamos.

- Não vai para a água, Momo unnie?

Mina perguntou.

- Depois eu vou.

- Eu vou.

A Kim falou, se levantando.

- Cuidado então.

- Muito cuidado.

Dessa vez fui eu quem falei.

- Certo unnies.

Falou e foi caminhando até as outras meninas.

- Dahyun já estudou aqui em Busan.

- Ah já?

- Sim, a infância dela foi um tanto quanto terrível, só não considero pior que a minha, porque ela não percebe alterações na voz.

- O que houve?

Eu já havia me interessado demais.

- Você sabe, o mesmo de sempre, a garota autista que sofria bullying na escola, por pré adolescentes imaturos.

- Detesto esse tipo de gente.

- Quem não detestaria? Mas existia um grupinho em especial que sempre pegava no pé dela, a sorte foi que depois de uma semana ela se mudou para Seul.

- Conhecia ela a muito tempo Mina?

- Não, ela mesma me contou sobre isso.

- Quem é o grupinho?

- Não é bem um grupinho é mais um trio mesmo, formado por Park Jimin, Kim Taehyung e Jeon Jungkook, os dois primeiros se arrependeram e já pediram desculpas a Dahyun, menos o Jeon, uma peste esse garoto.

- E o que aconteceu depois?

Perguntei, já com um pouco de raiva.

- Bom, ela se mudou, e não fez o ensino médio, e alguns anos depois, foi para o centro.

- Ai Mina, se eu vejo um desses garotos na minha frente, eu mato.

- Os dois primeiros são bonzinhos, só o Jeon que não cresceu ainda.

- E como sabe disso?

- Eu já estudei com ele, na época em que eu me mudei para cá, segundo ano do ensino médio e ele era um porre. Acredito eu que o mesmo não tenha mudado.

- Espero que ele tenha mudado, porque se algum dia eu achar ele...

- Eu também.

Depois da nossa conversa as meninas vieram até nós e ficamos conversando até dar a hora de voltar para a casa. E quando chegamos lá, tomamos banho e fomos dormir pois estávamos muito cansadas, tanto da viagem quanto da praia.

Manhã seguinte

Fomos acordadas pela senhora Park, que iria nos levar para conhecer a cidade. Nós fizemos nossas higienes matinais e tomamos café, por fim nós fomos para o centro da cidade.

Quebra de tempo

Nós passamos praticamente a manhã inteira conhecendo a cidade, e agora estamos num restaurante.

- A gente podia ter esse tipo de coisa todo mês né?

Nayeon perguntou.

- Poderíamos, mas a senhora Park tem coisa melhor para fazer do que levar adolescentes transtornados para cidades.

- Nossa Jeong.

Sana falou. E depois disso comemos e ficamos conversando sobre coisas banais, até que poderíamos andar livremente pela praia, contanto que estivéssemos na entrada principal da praia no final da tarde.

- Finalmente paz!

Chaeyoung falou/gritou, só nos afastamos um pouco da entrada da praia, e Dahyun, Jeongyeon, Tzuyu, Mina e eu sentamos na areia, já Sana, Chaeyoung e Nayeon sentaram na areia para fazer um castelo.

- Eu já disse que vocês parecem muito crianças?

Mina perguntou, divertida, e as outras - incluindo eu - rimos do que ela disse.

- Sério, não sei se vocês perceberam mas a gente sempre ta brincando de alguma coisa.

Ela completou.

- Me admira essa questão de que não nos esquecemos das nossas crianças interiores.

Tzuyu falou, e nós concordamos.

- Gente, parei para pensar numa coisa agora.

Nayeon disse.

- Prossiga.

Dahyun falou.

- Tipo, um dia a gente vai sair do centro, e eu estava pensando o que vai acontecer com o nosso grupo? Cada uma vai para o seu lado?

Ela falou, e todas nós começamos a refletir sobre isso, em todas essas semanas que estive no centro, essa possibilidade nunca havia se passado pela minha cabeça.

- Sobre isso, eu quero tentar fazer uma coisa com vocês.

Jeongyeon disse, fazendo com que todas voltassem suas atenções à ela.

- Que tal, morarmos juntas depois daqui? Eu não quero me separar de vocês.

- Ótima ideia Jeong!

Eu falei, por mim seria ótimo. E logo em seguida todas as outras concordaram em resposta.

- Então está decidido, quando fizermos dezenove anos, vamos todas morar juntas!

Sana disse, animada.

Acabou que nós ficamos conversando até Dahyun dizer:

- Gente, eu vou lá na senhora Park, tudo bem?

- Por que?

- É que eu quero um sorvete e vocês sabem que só ela pode comprar.

- Quer que eu vá com você?

Perguntei, já me levantando.

- Não precisa Momoring, já volto.

Disse e saiu andando.

Quase meia hora depois

- A Dahyun não ta demorando muito não?

Sana perguntou.

- E você só percebeu isso agora?

Tzuyu perguntou ironicamente.

- Vou falar com a senhora Park.

Eu falei, e todas as garotas vieram junto comigo.

- Senhora Park.

- Sim?

- A Dahyun veio aqui?

- Não, o que houve com ela?

- Quer dizer que ela não veio pedir nenhum sorvete à senhora?

- Não.

- Eu deveria ter vindo com ela!

Eu falei, já começando a chorar, agora era sério Dahyun havia sumido e isso era assustador.

- Ela sumiu.

Mina falou desacreditada.

- Calma Momoring, nós vamos achar ela, por favor fica calma.

Enquanto Chaeyoung tentava me acalmar, eu só repetia diversas vezes para mim: Eu deveria ter ido com ela.

Point Of View - Dahyun

- Oi amor, como vai?

O mascarado me perguntou.

- Quem é você?

  - Ora Dahyun, você me conhece, vamos lá adivinhe quem sou.


Notas Finais


Tô tensa.
Quem será esse sequestrador?
Vim aqui dizer a vocês que Destiny já está em reta final.
Bye bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...