História Destiny - Malec - Capítulo 3


Escrita por:

Visualizações 252
Palavras 1.139
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiee queridos leitores 🎈
Espero que gostem deste capítulo♡
Boa leitura ❤️

Capítulo 3 - Camille.


O destino é incrivelmente insano. Magnus e Alexander, não se conheciam, nunca haviam nem se olhado direito. E agora, de repente, estavam gargalhando com uma expressão desgostante em suas faces, na casa de Magnus. Alec ainda estava um pouco receoso, afinal teria de beija-lo. Aquele pensamento ainda o assustava bastante, porém ele tentava não pensar muito sobre esse assunto.

— Isso está horrível, cara! – Exclamou Alexander, enquanto gargalhava cada vez mais.

— Está mesmo! – Riu também.

Instantaneamente um silêncio confortável se instalou no cómodo. Às vezes era quebrado pelo celular de Alexander, que não parava de tocar. Porém, ambos ignoravam. Magnus, olhava para o outro, sem que o mesmo percebesse. Por sua vez, o jovem de olhos azuis, evitava qualquer contato com o colega, pois sempre que olhava para ele, a ideia de ter que beijá-lo vinha à tona. De alguma maneira isso o afetava, mas devia ser apenas nervosismo, porque Alexander era claramente hétero.

— Finalmente terminei essa comida horrível! – Riu enquanto colocava a loiça na pia.

— Digo o mesmo! – Sorriu, enquanto colocava, também, o prato e o copo na mesma.

— Vamos ensaiar! Me segue – Disse indo para o seu quarto, acompanhado por Alec.

Quando entraram no cómodo, Alexander ficou observando uns desenhos que estavam colados na parede, enquanto Magnus procurava o roteiro da Peça. Os desenhos eram em quadrinhos, com pequenas frases. Alec riu com um dos vários, e então, decidiu perguntar:

— Foi você que desenhou isso? – perguntou ainda rindo um pouco, apontando para a perede, onde inúmeros papéis se encontravam colados.

— Sim, você gostou? – respondeu, enquanto ainda procurava o roteiro, andando de um lado para o outro.

— Sim. Você tem muito talento.

O outro sorriu e olhou para Alec, que por sua vez, ignorou o olhar e continuou observando as folhas. Magnus, passado algum tempo, encontrou o roteiro, e decidiu arrumar o quarto, para que ficassem com mais espaço para ensaiar.

— Porque você tem um beliche, se tem apenas uma cama? – Questionou, parando de observar os desenhos, e começando a olhar ao seu redor.

— Porque assim, fico com mais espaço para colocar o piano. – Respondeu, apontando para o piano, que se encontrava debaixo da cama elevada – De outra maneira não daria, afinal o meu quarto é pequeno.

— Foi você que teve essa ideia?? – Espantado, se dirigiu até à janela, e ficou olhando para a belíssima paisagem que transpacia alguns montes e o sol alto.

— Sim. – Foi até Alec e se sentou no parapeito, olhando também para o lado de lá – Eu tinha um irmão mais novo, porém ele faleceu de câncer. Os meus pais ainda estão sofrendo muito com isso, então passam os dias trabalhando. Faz alguns dias que não vejo eles. – Suspirou – Por isso, quem cuida de tudo sou eu.

— Sinto muito, pelo seu irmão. – Disse comovido pela recente informação recebida – Bem, eu estou quase na mesma situação – Riu, enquanto Magnus olhou profundamente para si – A minha mãe faleceu quando eu nasci, e então o meu pai passa os dias inteiros trabalhando, para tentar esquecer essa dor. A minha irmã Isabelle, foi morar em Las Vegas com o seu namorado. – Suspirou – Passo os dias inteiros sozinho, e por isso me matriculei em teatro.

— Sinto muito pela sua mãe. – Alguns segundos em silêncio – Me matriculei em teatro, também para não ficar aqui entediado em casa.

— Vamos ensaiar? – Perguntou tentando desviar aquele assunto.

— Vamos!

Ambos riram, sem saber muito bem o motivo, e seguiram até à metade do quarto - onde havia mais espaço. Magnus pegou no seu roteiro, e começou a dramatizar as suas falas, encarnando perfeitamente o seu personagem. Alexander ficou totalmente surpreendido pela sua perfeição ao declamar as frases recitadas no livro.

— Agora é você. – Entregou o roteiro ao outro, com um sorriso no rosto.

— Eu não consigo! Sério! Eu comecei esse ano apenas, e não sei teatralizar! – Encarou o chão, com um pouco de nervosismo.

— Ei, por isso que nós estamos aqui, lembra? – Perguntou tentando reconfortar o menor, se aproximando um pouco dele – Eu vou ajudar você. E você vai me ajudar. Entendeu? Vamos trabalhar em conjunto. Não precisa ficar nervoso.

— Eu não estou nervoso! – Mentiu, dando alguns passos para trás, se afastando do maior– Eu apenas disse que.. – Uma pausa de alguns segundos – Deixa para lá! Vamos começar!

Magnus achou aquela cena tremendamente fofa. Se podesse, teria certamente apertado as bochechas rosadas de Alexander.

O destino é tão engraçado, não é?

O plano estava dando certo.

Ou talvez não.

~~~

Alguns dias se passaram, e desde aquele dia eles nunca mais conversaram. O que era estranho, porque estava tudo perfeitamente bem. Quem os tivesse observado naquele dia, de certo que teria achado que Alec e Magnus eram melhores amigos, ou quem sabe, algo mais. Porém, agora estavam separados novamente.

— Ei, em que você está pensando, cara? – Perguntou Jace, olhando para Alec – Você está tão calado hoje.

— Eu acho que ele está pensando naquela garota lá.. qual o nome dela? – Perguntou Clary, tentando se lembrar do nome.

— Da Camille? Da ex de Magnus? – Questionou Rafael, rindo.

— Quê? – Tossiu, colocando a sua mão na boca – Vocês conhecem, Magnus?

— Óbvio que sim, ele é bem popular. Todo mundo conhece ele! Acho que Magnus está namorando com Camille novamente! – Afirmou Rafael.

— Hm. Eu preciso ir para a aula. – Disse se afastando do grupo.

— Mas a aula do começa daqui a dez minutos!! – Gritou Jace.

Alexander foi até ao corredor principal, um pouco incomodado pelo que acabara de ouvir. Ficou andando pela escola, tentando espairecer um pouco e pensando em tudo o que estava sentindo. Era tremendamente estranho para ele, afinal ele nunca havia sentido nada por alguém do mesmo sexo. Demasiado distraído com tudo, acabou tropeçando em alguém.

— Af! Vê por onde você anda! – Reclamou Alexander, continuando o seu caminho.

– Ei! Espera! Você é o Alec?

— Sou, quem é você? – Perguntou intrigado, olhando para o outro.

— Ragnor. Sou amigo de Magnus. Ele estava procurando por você, acho que ele estava na sala 13C. – Informou, virando as costas e continuando a caminhar.

O seu coração apertou. Magnus estava procurando por ele. "O que será que ele quer?", pensou. As suas mãos estavam soando. Porém, o que haveria de ser afinal? Não deveria ser nada do que ele estava pensando, afinal, o jovem de descendência asiática namorava agora. Completamente nervoso, abriu a porta.

— Ai meu Deus! Desculpa! Deveria ter batido à porta antes! – Exclamou Alexander, fechando a porta de rompante.

— Que merda! Quem é ele, Magnus?! – Gritou, Camille, furiosa.

Alec foi embora, com a visão turva devido às lágrimas que ainda não caíram. Se caíssem, nunca mais iriam parar e ele sabia disso. O moreno não sabia porquê, porém isso estava lhe machucando. Todavia, ele sequer conhecia realmente Magnus. Como seria isso possível?

Não estava o destino indo depressa de mais? Se ele queria mesmo que Magnus e Alexander ficassem juntos, porque estava o jovem de olhos verdes-doirados namorando com alguém, senão ele? Nada fazia sentido.


Notas Finais


Acho que este capítulo não ficou muito bom.. mas enfim..
Deixem a vossa opinião aqui nos comentários, divulguem muito a fanfic ♡ e claro, se estão gostando da história e ainda não favoritaram, favoritem! ♡
Quando mais críticas receber, mais rápido eu posto♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...