História Destiny - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Chefe Jim Hopper, Dustin Henderson, Eleven (Onze), Jonathan Byers, Joyce Byers, Lucas Sinclair, Mike Wheeler, Nancy Wheeler, Personagens Originais, Steve Harrington, Will Byers
Tags Caleb Mclaughlin, Fillie, Finn Wolfhard, Gaten Matarazzo, Millie Bobby Brown, Noah Schnapp, Sadie Sink
Visualizações 178
Palavras 543
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi bebês! Essa é minha primeira fanfic Fillie e espero que vocês gostem. Boa leitura.

Capítulo 1 - Prólogo


Millie POV

 Vaaaamos! Você está andando tão devagar, meu Deus — Sadie murmurou, me arrastando pelo pub. Revirei os olhos. Não podia acreditar que eu havia caído, mais uma vez, na conversa da minha melhor amiga de infância.

Qual é, hoje era minha única noite de folga e eu queria dormir! Estava gravando um filme em Londres há duas semanas e, por incrível que pareça, não havia parado para descansar por mais de uma hora desde então. As olheiras ao redor dos meus olhos não seriam escondidas nem que eu usasse dois quilos de maquiagem.

— Sadie, eu estou com saltos enormes! Que aliás, você me obrigou a usar. Não me venha com essa de correr por um pub lotado, você irá fazer com que eu quebre as pernas desse jeito! — gritei, meu sotaque britânico saindo tão carregado que me espantou.

— Millie, droga, estamos perdendo o show!

Sadie Sink era impossível. Não sou uma pessoa violenta, mas às vezes eu sentia vontade de bater em seu lindo rosto com sardas.

Corríamos como duas fugitivas em meio à tantas pessoas que estavam no bar, muitas vezes esbarrando em alguns bêbados. Sadie mantinha seu aperto firme em minha mão, enquanto eu tentava, de todas as formas, manter meu equilíbrio.

— Aqui... Aqui é o lugar perfeito, teremos uma vista privilegiada para o palco! — ela gritou em meu rosto quando finalmente paramos. Soltei uma respiração, tentando acalmar meus batimentos cardíacos. Correr não era mais a minha praia.

— Veja. O show ainda nem começou! Você me fez correr à toa e... Afinal, o que estamos fazendo aqui? — perguntei, olhando para o palco escuro à nossa frente. Podia distinguir apenas algumas sombras, porém nada além disso.

— Nós apenas iremos assistir ao melhor show de nossas vidas.

Dei de ombros, sem dar muita atenção à isso tudo. Daria tudo para estar no apartamento alugado pela produção do filme. Irritada, balancei a mão em frente ao rosto para afastar a fumaça de cigarro que entrava em meu nariz e quase me matava sufocada. Esse não era um lugar que eu estava habituada a ir. Eu gostava mais de boates, e não de pubs frequentados por indies nos subúrbios de Londres.

Sadie começou a pular como uma líder de torcida quando o som da bateria e de um contrabaixo se sobressaíram ao barulho que as pessoas faziam ao redor e a intro de Keep On Loving You preencheu o local.

Alguém começou a cantar e eu não podia ver seu rosto. A falta de iluminação daquele lugar estava começando a me incomodar. Suspirei e cruzei os braços.

— Ele está tão diferente... — escutei Sadie comentar. Olhei para ela.

— Ele quem? — perguntei.

— Millie, por favor, me fale que você prestou atenção ao cartaz da entrada!

— Claro que não! Você estava me puxando, lembra? Como se estivéssemos fugindo ou sei lá.

— Oh, Deus...

— Sadie, qual o nome dessa banda? — perguntei repentinamente, estranhando seu tom de voz.

— Calpurnia.

Olhei para o palco mais uma vez e quase me engasguei quando uma das luzes finalmente foi posicionada no vocalista. Seu rosto havia mudado, mas eu poderia reconhecer aqueles cachos em qualquer lugar.

— Eu não acredito que você me trouxe para um show da banda de Finn Wolfhard, Sadie! — falei irritada, olhando seriamente para a garota à minha frente.


Notas Finais


Ok, galera. Por hoje é isso, apenas um gostinho do que vem por aí. Até mais! xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...