História Destiny - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Cameron Dallas
Visualizações 6
Palavras 1.097
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Um dia normal


Fanfic / Fanfiction Destiny - Capítulo 2 - Um dia normal

cameron pov

CHINO, Estados Unidos 

12:47 sábado 

Acordo sentindo uma forte luz afetar minha visão e penso  como fui idiota por não fechar a cortina. Finalmente levanto com uma leve dor de cabeça por causa da festa de ontem. Fumei só um porém era do bom, vou ao banheiro e desço pra beber água e comer tudo o que tinha pela frente, estava faminto. 

Preparo bacon, panqueca, waffle e praticamente tudo o que tinha na geladeira e armários. Moro sozinho em uma casa bem grande e confortável, consegui comprar depois do meu desfile na Europa para a Dolce & Gabbana. Amo meu trabalho como modelo mas também invisto em ator e cantor. 

Enquanto como lembro de ter conhecido uma garota ontem chamada Victoria e caramba ela era muito linda, mesmo estando lesado consegui ver como seus lábios eram chamativos e aqueles olhos azuis meio verde, não dava pra ver muito bem. E aquele corpo? O complicado é que apenas sei seu nome. Ouço minha companhia e vou em direção a porta  

- eaí bro, ressaca? - pergunta nash entrando na minha casa 

- Quase nem bebi ontem mano, só aquele que você arranjou me deixou alto - respondo indo em direção a sala sendo seguido por nash

- Falei que era da boa, eaí conheceu alguém? Sumiu da festa - nash fala ligando o vídeo game

- Até conheci mas não do jeito que você tá pensando, fui tomar um ar na sacada e conheci uma garota 

- Eaí pegou? - pergunta nash olhando pra tv colocando o jogo 

- Pior que não cara, por pouco, mas ela foi embora e me deixou parado - Falo também olhando pra tv e Nash da risada

- Por um acaso você conhece uma Victoria? - Pergunto pegando o controle pra jogar junto 

- Cara nem decoro o nome das mina que eu pego - Nash diz rindo 

- Taylor deve saber, a festa era dele - Nash diz começando a partida

- Pode ser - Respondo começando a jogar e deixando o assunto morrer 

 

Victoria pov

 

13:00 sábado 

 

Da a hora do meu almoço e vou para a parte dos fundos do restaurante comer. Sou acompanhada pela mirian, cozinheira e infelizmente esposa do meu chefe monstruoso 

Comemos e conversamos mas logo somos alertada aos gritos para voltar a cozinha sendo que nem deu o horário, um dia aquele homem me paga, não vou precisar desse emprego. 

Faço meu trabalho normalmente, atendo varias pessoas umas tranquilas outras metidas e tentam me diminuir pelo meu trabalho, o que não entendo. Pior quando são da época do meu colégio, perguntam se faço faculdade igual eles mesmo sabendo que não 

Acabo meu serviço e vou pra casa, hoje charlotte irá jantar lá comigo. Vou tomar meu banho e coloco minha playlist. Acabo e vou preparar o jantar, hoje farei lasanha pois sei que é o prato favorito dela e um dos meus, sou uma ótima amiga

Coloquei a massa no forno e ouço a campainha, abro a porta e charlotte parece um furacão 

- MEU DEUS me desculpa te perdi na festa, na verdade comecei beijando um menino super gato, depois outro e depois fui ver você sumiu, ok você deve ter sumido antes mas desculpa eu esqueci completamente de me divertir com você - charlotte chega já se explicando e falando sem parar 

- relaxa amiga, meu jeito ficar mais pro canto mesmo - falo e dou risada recebendo um olhar de charlotte 

- Pelo menos de divertiu? - charlotte pergunta 

- Sim, foi bacana - respondo mas sou interrompida por charlotte que sente o cheiro da lasanha 

-  Voce fez lasanha! Eu não te mereço amiga - charlotte diz abraçando Victoria que ri 

- Vem, vamos comer e você me diz como foi a festa - Falo indo sentar na mesa acompanha da charlotte para esperar a lasanha 

Depois de contar todos os caras que ela beijou ela disse que beijou o “gatinho” dela e que dormiu com ele e varias coisas charlotte 

Foi eu dizer que conheci um cara que ela enlouqueceu, só disse que conversamos e eu fui embora. Depois de muito papo jantamos e fomos ver filme até dormir na sala mesmo.

 

Victoria pov  

 

7:00, Domingo 

 

Acordo e faço minha rotina matinal e vou pro treino, charlotte resolve ir comigo e depois de lá volto pra casa pra me arrumar pro serviço, trabalho todos os dias da semana, de vez em quando ele me dá folga, mas apenas ocasiões muito especias. É errado mas eu infelizmente preciso da droga desse emprego. 
 
Chego e por incrível que pareça não sou recebida aos gritos, vai ver esta com dor de garganta de tanto gritar, penso e dou um risada sozinha. Vou ao meu armário e visto minha roupa, hoje ficarei no caixa. 
 
Recebo o dinheiro das pessoas normalmente e desejo um bom dia, até que gosto de ficar no caixa e passo boa parte do dia ali 
 
- Boa Tarde, deu 27 dólares - falo e olho pro cliente da minha frente 
- Boa tarde - Ele responde tirando o dinheiro da carteira e me entregando, assim olha pra mim
 
Tanto eu quanto ele fica se encarando como se tivesse visto um fantasma, reparo como ele estava lindo e eu com aquele uniforme que uso a anos 
 
 
cameron pov 
 
Depois de muitas partidas com nash resolvo comer um lanche em uma lanchonete, chamo ele porém recusa pois tem umas coisas para fazer 
 
Vou em direção a lanchonete e peço um lanche e um suco, depois de comer vou ao caixa. Ouço um boa tarde e o valor do meu lanche, respondo já estendendo a nota em direção a uma moça e era ela, Victoria 
Hoje sóbrio e com a claridade pude ver seus olhos claros e lábios ainda chamativos, seu cabelo estava preso e usava um uniforme e ainda conseguia estar linda 
 
- Olá Victoria - falo vendo ela ficar um pouco corada 
- Oi cameron - ela responde dando uma risada, e que risada, que sorriso 
- São 27 dólares - ela diz e lembro que tenho que soltar a nota. Ela recebe e coloca no caixa 
- Obrigada e volte sempre - Ela diz e da um sorriso e confesso que devo estar com uma cara muito engraçada encarando ela. Quando Caio na real consigo responder
- Ah, claro, obrigada - Ele responde meio atrapalhado e vai embora. Victoria vê ele indo embora e ele da uma olhada pra trás o que deixa Victoria mais corada, porém olha pro próximo cliente e atende normalmente com pensamento em cameron 
 
 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...