História Destiny 2: Lost Memories - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Destiny
Visualizações 6
Palavras 1.702
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Ficção Científica, Romance e Novela
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eae galera, eu não morri kkk, agora que já estou de férias, vou tentar focar mais em escrever, afinal não faltam muitos caps para que esta estória acabe.
Mas não pensem nisso agora, por hora, aproveitem o cap.
Boa leitura!

Capítulo 9 - Garamond-11 e Brian Hill


O velho esquadrão, que tinha acabado de concluir a missão de matar Ghaul, salvando o sistema solar, para comemorar sua vitória, foram ao bar. Mesmo tendo acabado de salvar o todas as pessoas e guardiões da Última Cidade, parece que elas nem se importavam, mas isso nem era importante para eles. 

Logo que entraram, cada um já se sentou em uma cadeira. Cada um pediu sua bebida, Brian e Elecktra haviam pedido uma bebida mais fraca, que não os afetaria muito, Slead, por causa de uma aposta, pegou uma das mais fortes, mesmo com os avisos de Elecktra, e Cayde que encontrara eles no local, decidiu acompanhá-los pedindo uma bebida mediana entre as outras pedidas anteriormente.

Após um tempo de comemoração, Brian tentava ajudar Slead que não estava nada bem por causa da bebida que pedira, por causa da cena, Cayde tirou uma foto em que aparecia os quatro guardiões, Elecktra transamterializou uma cópia para colocar em seu caderno.

- Por que ainda usa essa coisa tão desatualizada? - Cayde perguntou surpreso.

- Longa história.

Estavam se divertindo tanto, que não perceberam quando um EXO caçador se aproximou deles, antes que se manifestasse falando algo, Elecktra ja o observava, atenta a cada detalhe, pelas suas armas e armaduras, aparentava ser um novo guardião, ele havia dado a volta na mesa até chegar em Brian, o que a fez estranhar, seu comportamento era tímido e desastrado, incomum em caçadores, por serem precisos e ágeis. 

- O-Oi Brian - Ele falou com uma voz baixa. 

- Ah! Tudo bem Gara? 

Slead que estava com a cabeça deitada na mesa, a levanta para prestar mais atenção na conversa. 

- Gara? - Elecktra questionou. 

- Na verdade o nome dele é Garamon, mas pra encurtar eu o chamo assim - Brian volta a sua atenção a Garamon - Precisa de alguma ajuda amigo? 

- Sim! Não! Não, agora não, amanhã, preciso de ajuda em uma missão. 

- E qual seria essa missão? - Elecktra o perguntou. 

- Matar um campeão da colmeia. 

- Beleza cara, eu ajudo. 

- EU TAMBÉM! - Slead gritou. 

Se levantou totalmente, ficando em postura ereta por alguns segundos, logo começou a cair para trás, Brian correu segurá-lo, para que não colidisse com o chão. 

- Acho que você que está precisando de ajuda agora! - Ele olha para Garamon - Amanhã nos encontramos na Torre. 

- O-ok! 

Logo, o guardião saiu do estabelecimento. Os outros quatro, quando viram a hora, decidiram se retirar, Elecktra e Cayde foram para um lado, já Brian foi ajudando Slead a ir até seu apartamento. 

Quando entraram, Brian deixou o corpo jogado de Slead na sua cama. 

- Beleza, amanhã a gente se vê. 

- Tchau mano. 

Ele se retira, deixando Slead sozinho, que não demorou muito para cair no sono. 

No dia seguinte, Slead acordou com o som de seu despertador. 

- CALA A BOCA TRECO BARULHENTO - Ele gritou dando um tapa bem forte no aparelho. 

Olhou para cima, ficou encarando o teto por um tempo, até que seu Fantasma o interrompe, chamando sua atenção. 

- Tá na hora de acordar guardião, você não ia ajudar Brian e Garamon? 

- Pera, deixa eu me recuperar - Ele diz colocando uma mão no rosto mecânico - NUNCA mais eu faço uma aposta na vida - Ele se levanta - Que porcaria que eu bebi ontem? 

- Se você não sabe, imagina eu - Akhiris o respondeu. 

Slead o olhou com uma cara parecida com de deboche. Depois de um tempo encarando o chão, ele finalmente decide se levantar. Após se arrumar, ele tenta lembrar onde Brian e Garamon iriam se encontrar. 

- Tá tendo lembra o ponto de encontro? - Akhiris o perguntou. 

- Tô, não fala, quero lembrar sozinho - Ele falou colocando a mão no queixo. 

A cada segundo, sua face se contorcia mais e mais, parecia estar fazendo força para se lembrar, até que desiste, ficando com a expressão derrotada. 

- Tá, onde era mesmo? 

- Na Torre. 

- ISSO! VIU! EU SABIA, nunca duvide da minha memória! - Ele disse em postura de glória. 

- Vou fingir que eu levei a sério - Akhiris disse já saindo do apartamento. 

Sem falar nada, Slead vai atrás, ao chegar na rua, convocou seu pardal, e foi a caminho da Torre. 

Ao chegar, avistou Brian e Garamon que pareciam já estar de partida, ele chegou perto do dois. 

- Ei mano! Não vai me esperar não? Seu melhor parceiro acabou de chegar! 

Brian deu uma risada e o respondeu. 

- Considerando o seu estado ontem, parecia que não iria acordar tão cedo. 

- Mas eu estou aqui! Bora? 

Ele assente com a cabeça. 

Os três guardiões foram até a missão, de matar um campeão da colmeia.

Quando chegaram ao local, repassaram o plano, Garamon cuidaria dos cavaleiros, acólitos e escravos que surgissem, Brian seria a distração, e Slead o mataria por trás.

Estava tudo ocorrendo de acordo com o que foi planejado, porém, Garamon não estava aguentando a quantidade de cavaleiros, acólitos e escravos que apareciam, tentava deixá-los longe de Brian, que por sua vez ainda era a distração, mas por um segundo, um cavaleiro passou por ele, chegando até Brian, pego se surpresa, não conseguiu desviar do golpe, sendo nocauteado, o levando ao chão, Slead tentou deixar seu posto para ajudá-lo, mas já era tarde, ele fora cercado por acólitos e escravos, seu companheiro Fantasma foi perdido em meio a todos os escravos, que o desmembraram parte por parte das suas partes mecânicas, até que sua luz foi perdida, Brian tentou revidar mas não conseguiu; sozinho, Slead não conseguiu impedir o golpe do campeão em Brian, não aguentando o golpe, a luz do guardião foi perdida, encontrando a de seu Fantasma.

Slead ficou sem reação com a cena, vendo seu melhor amigo, até mesmo irmão, sendo morto pela colmeia, por causa de um erro de Garamon, sua fúria, explodiu para fora de seu corpo em forma de chamas, acendendo até mesmo seu canhão de mão, ele deu apenas três tiros no campeão, o que já foi o bastante para matá-lo, o restante recuou, por medo do poder do caçador.

Slead andava lentamente até cair de joelhos ao lado do corpo de seu irmão, Garamon estava atrás dele se aproximando, até que explodiu outra vez, mas agora as chamas estavam em suas palavras.

- NÃO SE APROXIME! - Ele gritou - Não se aproxime do corpo dele - Ele virou-se de frente para Gramon - FOI SUA CULPA, VOCÊ DEIXOU AQUELE BICHO PASSAR, AGORA O BRIAN TÁ MORTO! - Ele dava pausas enquanto falava, como se estivesse chorando - Ele veio te ajudar, agora ele ta morto! VAZA DAQUI! 

Os dois ficaram quietos, Slead se levantou com uma aura sombria.

- Você não tem ouvidos? EU DISSE VAZA! SAI DAQUI!

Intimidado, Garamon se retira, voltando até a Última Cidade. 

Slead sem saber o que poderia fazer, começa a andar em círculos com as mãos na cabeça, seu Fantasma então aparece ao seu lado e tenta ajudá-lo.

- Slead?

- QUE?

- Acho que seria melhor contactar Elecktra do ocorrido, ela pode ajudar.

Ele apenas afirma com a cabeça, ficou sentado ao lado do corpo sem vida do guardião, enquanto Akhiris chamava Elecktra e Maxyr.

Se passaram alguns minutos e, Elecktra chegou ao local, estava ofegante, como se tivesse correndo para chegar o mais rápido possível.

Ela viu Slead sentado na frente de algo, que pelo ângulo que estava, foi impossibilitada de identificar o que era.

- O que aconteceu? Onde estão Garamon e Brian? - Ela disse andando até o parceiro.

- Aquele MERDA DO GARAMON foi embora, eu mandei ele sair, já o Brian - Ele saiu da frente, revelando o corpo de Brian - Está aqui.

Elecktra ficou em choque, não podia acreditar no que estava vendo, um dos seu amigos de longa data e líder do esquadrão estava morto.

- O que aconteceu?

- O Garamon deixou um dos cavaleiros chegar até o Brian, e então, aconteceu muitas coisas, mas no fim - Ele terminou a frase com apenas um suspiro - O que vamos fazer?

Elecktra se silenciou, pensando.

- Vamos levar o corpo dele até a Última Cidade, o enterramos lá, acho que será o mais sensato a se fazer.

Assim foi feito, os dois guardiões levaram o corpo de seu líder até a Última Cidade, onde foi enterrado, Elecktra ficou sentada, desenhando a cena em seu caderno, sua expressão estava séria e triste ao mesmo tempo, já Slead, estava sentado ao seu lado, a cena de tudo se repetia em sua cabeça, a morte e sua causa, sua aura novamente ficara sombria, estava pensando na forma que iria se vingar.

Os dois se despediram, cada um indo para sua casa, mas antes, Slead notou que de longe, Garamon estava olhando para eles, quando notou que foi descoberto, começou a andar para longe, Slead começou a segui-lo, até chegar na sua casa.

Ao anoitecer, Slead ainda o observava, normalmente era um exo brincalhão e engraçado, mas agora, havia se tornado um assassino frio, observando sua vitamina, em busca de vingança.

- O que vai fazer guardião? - Akhiris apareceu ao seu lado.

Ele não o respondeu, apenas seguiu andando até a porta, bateu esperando uma resposta, foi quando Garamon a abriu.

- S-Slead! O que faz aqui?

Ele continuou em silêncio por alguns segundos. até que finalmente agiu, ele segurou o pescoço de Garamon, sua força era tanta, que estava quase quebrando o pescoço do guardião, andou em diante, entrando na residência com Garamon erguido pela sua mão.

- EI ESPERA! 

O Fantasma de Garamon tentou o impedir, mas Slead foi veloz, pegou um canhão de mão, e com só um tiro destruiu o Fantasma. 

Voltou sua atenção para Garamon, ainda erguido pelo pescoço, seus olhos de led estava sombrios, sedentos por vingança, continuou apertando cada vez mais forte, quando o pescoço mecânico de Garamon cedeu, partindo-se, enfim ele abaixa seu braço, deixando o corpo e a cabeça de Garamon caídos no chão, ao lado dos destroços de seu Fantasma.

Slead feliz com o que tinha feito, saiu andando como um predador que havia acabado de saciar sua fome.

 


Notas Finais


Se tiverem alguma dúvida, alguma ideia, ou apenas querem dizer o que estão achando da fanfic até agora, os comentários estão aí para isso! Me motiva demais saber que vocês estão gostando, e eu amo ler os comentários.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...