1. Spirit Fanfics >
  2. Destiny (MoonSun) >
  3. Capítulo Dez

História Destiny (MoonSun) - Capítulo 10


Escrita por: e Toriiiiii


Capítulo 10 - Capítulo Dez


Fanfic / Fanfiction Destiny (MoonSun) - Capítulo 10 - Capítulo Dez

Moon Byul Yi POV

Senti meu coração palpitar ao desligar a chamada, era incrível como YongSun me deixava extremamente feliz apenas com simples palavras. Sua voz doce me deixava feliz e me dava forças para começar meu dia bem.

Ri ao lembrar do seu sorriso maravilhoso, olhei para o relógio do celular e me lembrei do compromisso que eu teria com a Solar, mas antes de sair liguei para o número do médico que Wheein havia me dado.

Eu estava um pouco insegura sobre fazer ou não essa cirurgia. Sei que isso me trouxe vários problemas quando eu era criança. Meus pais não gostavam de mim por causa disso, sempre sofri.

Mas estava andando tudo bem, consegui conviver com isso e tenho andado incrivelmente bem. Até a YongSun aparecer.

Tenho medo do que ela poderia pensar de mim sobre tudo isso. Pode ser que ela não quisesse mais ser minha amiga, ou não quisesse mais me ver, ou então não quisesse mais ficar lá na gravadora.

Por esses e outros motivos que quero muito fazer essa cirurgia. Vai ser melhor para mim, melhor para a gravadora. Não vou mais me preocupar com oque vai falar de mim. Estava decidido.

Disquei o número do médico em meu celular e logo liguei. Esperei durante alguns segundos, porém ninguém atendeu. Disquei o número novamente e deu a mesma coisa.

Perdi a paciência, mandei algumas mensagens de texto para o médico e coloquei o celular no bolso. Logo fui embora para o café da Nayeon.

Cheguei lá e logo avistei YongSun com aquele lindo sorriso dela. Corri para a mesa e me sentei dando um sorriso fofo.

— Bom dia YongSun, como você está. — Falei enquanto olhava para ela com um sorriso desconsertado no rosto. Era incrível o quanto eu era boiola por aquela mulher.

— Bom dia Moonbyul. Eu estou ótima, eu quero mostrar para você as letras que eu compus. — Ela dizia dando um sorriso fofo mostrando suas covinhas que ficavam no canto de sua boca.

— Ótimo, pode me mostrar.

YongSun logo começou à colocar as letras em cima da mesa, olhei algumas e logo fui pegar uma delas para ler. Porém no mesmo instante que peguei na folha ela pegou ao mesmo tempo então acabei tocando em sua mão.

Um simples toque em sua mão pode me levar ao céu, fiquei um pouco corada com o toque e logo comecei à suar frio com medo de que ela visse minha reação boba.

Sua mão era branca e macia. Senti um frio na espinha ao tocar em sua mão, foi uma sensação incrível que eu gostaria muito de repetir! Poderia ficar o dia inteiro ali acariciando e beijando sua linda mão.

Tirei minha mão de cima da sua mão e vi ela dar um sorriso tímido. YongSun logo começou à cantar suas composições.

Sua voz me fazia delirar eu estava extremamente hipnotizada por aquela linda voz. Sai de minha consciência e fiquei imaginando momentos meus com a mesma enquanto ouvia a sua linda voz.

Logo a porra da malícia se fez presente, imaginei momentos íntimos meus com ela e acabei babando um pouco. Logo senti meu membro se contorcer entre minhas pernas.

A excitação se fazia presente. Só em ouvir sua bela voz e tocar sua mão já estava ficando louca para um caralho! Era incrível oque essa garota fazia comigo. Me corpo estava ficando louco com toda aquela situação.

Foi logo então que senti um volume se formar entre minhas pernas. Olhei para baixo e vi o quão grande estava, levei minhas mãos até o volume tapando-o.

— E-eu preciso ir ao banheiro. Volto já ok? — Disse olhando pra mesma, levantando-me da cadeira.

— Tudo bem Moonbyul, pode ir! — Ao escutar aquilo saí correndo de perto da mesma e fui em direção do banheiro.

Kim YongSun POV

Moonbyul foi ao banheiro, então eu fiquei por ali lendo algumas de minhas letras. Foi quando seu celular começou a vibrar.

Eu não me incomodaria se só fosse uma vez, mas vibrou até demais e já estava me incomodando aquilo.

— Porra, eu não sou de bisbilhotar, mas eu tenho que olhar oque é isso. Pode ser importante. — Peguei o celular e comecei a vasculhar, por sorte estava sem senha então foi mais fácil de ver.

Puxei a barra de notificações e vi algumas mensagens idiotas. Foi quando vi uma que me chamou atenção. Era de um médico.

Cliquei rapidamente na mensagem e logo fui direcionada. Li a mensagem em minha mente e fiquei admirada e um pouco revoltada com o conteúdo que havia ali.

_Mensagem On_

_Olá senhora Moon ByulYi, não vi a mensagem à tempo pois estava atendendo alguns pacientes. Mas acabei e consegui ver sua mensagem. Voltando ao assunto e respondendo sua pergunta, sim! Nós fazemos a cirurgia da retirada do seu pênis, você só precisa comparecer em meu consultório que iremos falar sobre a cirurgia._

_Mensagem Off_

Fiquei espantada com o conteúdo, pensei na possibilidade de Moonbyul ter um pênis. Achei isso meio estranho. Porém fiquei com raiva da sua atitude.

Ela não deveria fazer isso. Ela deveria ficar com o pênis, afinal fazia parte dela! ela deveria se amar do jeito que ela era.

Foi então e ela chegou e sentou na cadeira, olhei para a mesma e falei sobre a mensagem.

— Então, é verdade oque eu vi? — Disse olhando pra mesma e fazendo um bico.

— Sobre oque? — A mesma me olhava com os olhos arregalados.

— Sobre a mensagem que eu vi no seu celular. Você tem um pênis. — Encarei ela franzindo o cenho. Não queria que ela fizesse tal coisa.

— Então YongSun... Eu preciso contar-lhe uma coisa! — Ela dizia olhando para mim com um olhar sério.

Moonbyul então me contou sobre toda a sua história, sobre como ela sofreu com o desprezo de sua família e com o medo que sentia das pessoas.

Confesso que não sabia dessa parte, logo me identifiquei com sua história e resolvi contar a minha para ela. Talvez se eu contasse a minha ela poderia voltar atrás e desistir de fazer a cirurgia.

Contei sobre minha história, falei sobre o bullying que eu sofria, logo algumas lágrimas saíram de meu rosto. Abaixe a cabeça, terminei a história e olhei pra mesma.

— Nossa YongSun, eu sinto muito. — Ela dizia enxugando minhas lágrimas. Sentir sua mão em meu rosto era uma sensação maravilhosa, sua mão passeava pela minha pele limpando delicadamente as lágrimas derrubadas.

— Então por isso que você não deve fazer a cirurgia, você deve ficar do jeito que você é. Você é linda, não deveria ligar para as opiniões dos outros! Você é perfeita do seu jeito. — Disse olhando em seus olhos.

— Eu não vou fazer mais essa cirurgia, você abriu meus olhos! Estou feliz por isso. E estou mais ainda por você não ter me julgado. — Ela dizia dando um sorriso fraco.

— Eu nunca iria fazer isso. Você é linda do seu jeito. Não tem pra quê fazer isso. Não devo julgar ninguém. Afinal ninguém é perfeito! — Dei um sorriso fofo.

Terminei de mostrar as letras para Moonbyul. Logo as horas foram se passando e eu continuei em sua compainha até o final do dia.

Passeamos pela grande e linda cidade, ela estava me mostrando alguns lugares ter ficado em sua campainha foi uma coisa incrível. Logo ficou de noite e ela me levou para minha casa.

Me despedi dela e corri para meu quarto fitei o teto lembrando-me do dia que passei com Moonbyul e logo adormeci.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...