1. Spirit Fanfics >
  2. Destiny nova geração de lendas >
  3. Futuro sombrio de Black

História Destiny nova geração de lendas - Capítulo 41



Notas do Autor


Boa leitura e deixa o Like se gostar da história

Capítulo 41 - Futuro sombrio de Black


Fanfic / Fanfiction Destiny nova geração de lendas - Capítulo 41 - Futuro sombrio de Black

(Narrador:black)

Ah robozinho!? Alguém? Eu morri? Isso é estranho não tinha nada de divino no Atheon eu acho.... como eu posso ter morrido?

Uma luz cai sobre mim.. o fantasma me reviveu? Agradeço ou não.... quando vejo onde eu estava... Eu tava no vazio....

Black- papai deu uma repaginada nesse lugar... Não lembro de ter todos esses tipos de piso e... flores?! Isso não pode tá certo

Black- se eu estou no vazio.. eu morri de vez então! Eu to muito ferrado

?????- não totalmente..

Black- quem é? Onde você está?

?????- sou a escuridão! Irmã de Deus..

Black- há faz sentido, você é Amara a escuridão hahaha então eu não morri?

Amara- ahh não (fala rindo) na verdade eu te trouxe até aqui para conversarmos 

Black- infelizmente não tenho tempo

Amara- não tem mesmo você destruiu ele 

Black- hahaha entendi 

Amara- sem enrolar eu quero conversar 

Black- eu tenho que destruir mais alguém.. Se me der licença 

Amara- não vai conseguir matar o seu pai 

Black- como sabe disso?

Amara- o meu irmão previu isso. Um ser divino iria dar o fim no "nada"

Black- semidivino esqueceu, Parte mortal lembra?

Amara- hahahaha ele não te contou né?

Black- quem? O papai? Ele me falou que minha mãe era humana... Eu nem pude vê-la 

Amara- o que eu vou falar a seguir vai te deixar chocado então 

Black- você não entende né? Sempre quiz abraçar ela...

Amara- ..... então abraça-me (sorrindo)

Black- o que?... do que você tá falando?

Amara- seu pai mentiu! Eu sou sua mãe... você acha que um corpo humano iria segurar tamanha divindade? 

Black- mas..... 

Amara- mais nada

Black- minha infância foi uma mentira! Como ele pode... ELE.... VAI PAGAR! 

Amara- antes que você vá se vingar.... só seu poder não será possível a morte dele 

Black- posso parecer fraco... mas daqui a pouco meu poder estará 100% 

Amara- só 100% não vai bastar, você tem que ter o meu poder também.. quer dizer o resto né? 

Black- isso explica as Sombras totalmente escuras

Amara- pois então... você precisa passar por um tipo de ritual. Me siga 

Fomos até uma espécie de igreja 

Amara- você precisa se confessar..

Black- tá de brincadeira?! 

Amara- olha a minha cara, acha que é brincadeira?

Black- nem um pouco. Antes de ir uma última pergunta 

Amara- pode falar filho

Black- ahhhh sabe o Shin Malphur meu irmão ele é seu filho também?

Amara- Ah não mais sei quem é a mãe dele 

Black- quem? 

Amara- A esposa do meu irmão... aquela piranha... mudando de assunto você vai ou não?

Black- isso explica muita coisa... mais tudo bem

Fui até a igreja e comecei o "ritual"

Black- tá vamos lá....(começo a me concentrar) 

Uma energia me tomou naturalmente, eu já sabia tudo que eu ia falar. Parecia... divino

Black- Tive que suportar mais do que achei que aguentaria, Sabendo que a memória da minha mãe me assombraria. Limpando essa desgraça, essa missão nunca termina, já perdi as contas de quantas vezes perdi minha vida. 

Black- Sangrei pelo meu irmão, sangrei pela família, Confrontei meus medos pois sei onde o mal habita. Sendo o herói da história que nunca vai ser escrita, Fazer o dia, Vou sangrar, negócios da família! 

As sombras vinham até mim me dominando.. mais eu não havia terminado ainda

Black- SOU MAIS UM FILHO DA NOITE, ESPIRITO SEM SALVAÇÃO, MINHA ALMA TA MANCHADA POR SANGUE COBERTA PELA SOLIDÃO. OBSCURA FACE, NÃO À PERDÃO SE O MEU ÓDIO PERSISTE ME ENTREGO A ESCURIDÃO.

As sombras tomara todo meu corpo e agora estavam chegando nos meus olhos para me dominar por completo

Black- Não a limites, não á redenção. Não existe pecado sem punição. Não á ser na terra que não tema trevas presente a espreita na escuridão. Não a lugar, nem benevolência, expurgando pecados da existência. Tema o semblante assim que o veja Sucumba ao soldado do inferno a espreita! 

As sombras estavam por toda parte formaram até uma espécie de roupa para mim 

Black- eu me sinto tão....

Amara- forte? Sim e eu te dei só metade do meu poder... a outra metade será dada quando conseguir controlar essa metade

Black- obrigado mãe... (Fala a abraçando) Eu nunca pensei que diria isso na minha vida 

As sombras saem voltando a minha forma original 

Amara- eu sempre quis ver você também... sabe é meio solitário aqui, passa aqui de vez em quando filho

Black- vou passar sim. 

Amara- adeus filho da noite... 

Black- adeus mãe... (Fala desaparecendo) 

Fim do futuro sombrio de Black 

Fim do capítulo 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...