História Destroyed Soldier - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink
Personagens Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), T.O.P
Tags Bts, Jin, Lisa, Suga, Tae, Top
Visualizações 30
Palavras 744
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura Unicórnios!

Capítulo 6 - Capítulo 6




Jin Pov

Duas horas depois

_Eu falei pra vocês! Eu falei que não era pra ir naquele lugar! - eu e Tae escutamos os gritos de nossa omma, Tae estava deitado no sofá e eu ao seu lado, mas em minha cadeira de rodas.- Olha o que aconteceu com você meu filho.- sua voz fica suave e sinto suas mãos repousarem em minhas coxas.- Oh céus, você não enxergar nada filho?

_Apenas vulgos embaçados.

_Você é um verdadeiro herói, por ter salvado a vida do seu amigo.- escuto a voz de meu appa.

_Ele não era meu amigo, apenas fiz o que tinha que ser feito.- respondo sério olhando para seu vulto.

_Gente, olha eu sei o que aconteceu com ela foi ruim. Olhem pelo lado bom, ele tá vivo, eu tô vivo e estamos aqui com vocês.- Taehyung fala.

_Você tem razão filho.- minha omma fala

_Cadê o Kwan e Sook?- pergunto

_Estão na casa de um amiguinho. Seu appa vai buscar eles daqui a pouco. Vocês devem estar com fome né? Eu vou preparar alguma coisa para os meus bebês! - minha omma fala animada.

_Eu não quero nada, só quero descansar.- respondo e começo a andar com a cadeira sendo guiado pelos vultos distorcidos.

_Você precisa de ajuda meu filho? - minha omma pergunta

_Não.- respondo simplesmente e contínuo até chegar em meu quarto.

Narrador Pov

_Não da bola omma, sabe que ele sempre foi mau humorado.- Taehyung tenta distrair a sua omma, o mais novo percebeu que atitude do irmão deixou sua omma triste.- Eu vou ver se ele quer ajuda. Enquanto isso a senhora podia fazer um sanduíche pra mim né.- beija o rosto da mais velha.

_Sim filho, faço.


Tae Tae Pov

_Qual é o seu problema em?! Não precisava ter falado daquele jeito com a nossa omma! - falo fechando a porta do quarto de Jin.

_Não enche Taehyung, eu só falei que não queria ajuda. Sabe que posso estar inválido mas não vou depender de todos pra fazer qualquer coisa.- responde mau humorado.

_Amanhã mesmo eu vou procurar um médico para você começar o tratamento.- me sento na cama dele.

_Eu quero me deitar... Me ajuda?

_Claro meu príncipe.- falo irônico.
_Se não quer ajudar saía!

_Ei calma monstrinho, eu só estou brincando! Vou pegar você no colo.- me agacho e o pego no colo e o coloco deitado na cama.- Está com alguma dor? - pergunto preocupado.

_Muitas.

_Vou buscar os remédios e já volto.


Jin Pov

Recosto minhas costas no guarda da cama e fecho os olhos.

_Filho?

_Entra omma.- contínuo com os olhos fechados.

_Eu trouxe um lanche pra você.- sinto ela sentar ao meu lado na cama.- Sanduíche e suco de abacaxi e hortelã, como você gosta.

_ Obrigado mãe.- sorrio e estendo minha mão para ela. Ela me da um sanduíche e eu dou a primeira mordida.- Isso tá uma delícia omma.- falo de boca cheia.

_ E olha que é só um sanduíche em, espera pra ver o jantar que eu vou fazer para você e seu irmão.- ela fala com o tom de voz alegre.

_ Eu não vou ver omma.- falo triste.

_ Aí meu filho eu esqueci que você não pode ver, me desculpa por isso é que...- ela falava desesperada e eu começo a rir.

_Omma calma, não precisa se desesperar não.- procuro pela mão dela e faço carinho.- Me desculpa por ter sido rude com a senhora, é que eu ainda preciso me acostumar com minha condição.

_ Tá tudo bem filho, você vai se recuperar logo.- ela beija minha bochecha.

**********

21: 00 horas, jantar

Estávamos todos sentados em volta da mesa e Kwan tinha acabado de fazer a oração.

_Eu sirvo pra você.- escuto a voz do Tae ao meu lado.

_ Obrigado.- agradeço.- O que é?

_ Carne, naengmyeon, Japchae e Flango.- escuto a vozinha de Kwan.

_ Meu Deus, eu vou comer até explodir.- falo risonha.

_Imagina eu então.- Tae fala dando risada.- Tá aqui, é só atacar.- ele coloca o
jeotgarak e a sutgarak em minha mão.

_Eu posso pegar os talheres sozinho Tae.- resmungo.

_ O que vocês comiam lá Tae Tae? - Sook pergunta.

_ Barrinha de cereal e fruta. Passamos muita fome estrelinha.

_ Só isso?! - nosso appa pergunta aterrorizado.

_Sim, era o que tinha.- falo colocando o jeotgarak vazio na boca.- Droga.- resmungo.

_ Quer ajuda filho? - minha omma pergunta.

_ Eu consigo omma.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...