História Destroying - Capítulo 34


Escrita por:

Postado
Categorias Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber
Personagens Hailey Baldwin, Justin Bieber
Tags Drama, Hailey Baldwin, Justin Bieber, Romance
Visualizações 337
Palavras 523
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


+1

Capítulo 34 - Chapter thirty four


Point of view Justin Bieber 

Meu telefone toca às quatro da manhã, e eu preciso de uns segundos para acordar. 

— Alo? 

— Justin? – é a voz de Violet, ela está chorando e isso me desperta mais rápido que água gelada na cara. — Justin, vem me buscar, por favor. — eu já estou me vestindo, quando digo.

— Ei, o que aconteceu? — Ela continua chorando desesperada.

— Justin, ta doendo muito. — eu pego as chaves do carro em cima da cabeceira e desço as escadas correndo. 

— Eu já estou chegando, tá bom? 

— Vem rápido, por favor! — eu vou o caminho todo falando com ela no telefone. 

Quando ela abre a porta para mim seu rosto está vermelho de tanto chorar, América acorda com o meu tom de voz e vem até a sala perguntando o que aconteceu. 

Eu pego Violet no colo, e me limito a dizer que estou levando ela para o hospital. 

Ouvindo América perguntar a Violet por que não a acordou. 

Violet chora o caminho todo e isso me deixa mais desesperado. 

No caminho eu liguei para a doutora que já estava na clínica quando chegamos. 

— Foi um deslocamento de placenta, ela vai precisar ficar em repouso. — Ela diz e eu assinto. — Ela já está medicada e você já pode levá-la para casa. 

— Você tem certeza? — Ela assente. 

— Pode ficar tranquilo, isso é normal. Ela vai ficar bem. — eu faço um movimento devagar com a cabeça assentindo, e vou até o quarto, um enfermeiro leva Violet até o estacionamento em uma cadeira de rodas, eu a pego no colo e a coloco dentro do carro.

— Vou te levar pro apartamento da América. — digo e respiro fundo. Não quero brigar, mas me passa pela a cabeça que se ela estivesse comigo isso não teria acontecido. 

— Não. — a voz dela está fraca. — eu quero ir para casa. — eu assinto. 

No caminho América me liga quinhentas vezes, eu atendo e digo que Violet está bem, que foi só um mal estar e peço para que ela não avise a ninguém e caso o tenha feito, para que repasse o recado. 

Violet está dormindo quando chegamos em casa. 

Eu a carrego em meu colo, ela se remexe e abraça meu pescoço. 

Queria poder protegê-la de tudo, mas sei que não é possível. 

Eu a coloco em minha cama e me sento no sofá do quarto. 

— Justin. — Ela resmunga. 

— Estou aqui.

— Vem deitar. — eu vou, é claro que eu vou. 

Ela abraça seu corpo ao meu e coloca a cabeça em meu peito. 

— Desculpa por ter sido uma idiota hoje. — Ela diz baixinho. — As vezes eu lembro que isso tudo é temporário, não posso me acostumar. Você entende? — eu assinto. — A gente não tem nenhuma chance. A gente não dá certo juntos, Justin. 

— Eu sei que a gente tem problemas, tá? Sou impulsivo, esquentado e você me faz perder a cabeça como ninguém. Num minuto age como se me odiasse, e no seguinte como se precisasse de mim. Eu nunca faço nada direito, eu não te mereço... mas, porra, Violet, eu te amo. Eu te amo mais do que jamais amei alguém ou alguma coisa em toda a minha vida.


Notas Finais


E aí?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...