História Destruição - Fanfic Jikook - HIATUS - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), TWICE
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jihyo, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtwice, Bts, Destruição, Jikook, Jimin, Jungkook, Romance, Tragedia, Twice
Visualizações 324
Palavras 1.033
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi pessoas.
Aqui está o capítulo, desculpe a demora, eu prometo que não vou demorar mais assim. Leiam as notas finais que é importante!
Boa leitura!

Capítulo 26 - "Sou o seu sogro"


Jimin acordou com muita dor de cabeça, assim que abriu os olhos ele viu o céu estrelado em cima dele, percebeu que estava em movimento mas não conseguia se mexer. Olhou em volta e viu que um pouco na frete estava o homem que havia o atacado, em volta do seu corpo tinha uma espécie de corda que bloqueavam os seus movimentos, apenas os seus pés e suas mãos estava fora da corda, os pés amarrados juntos e as mãos também, apoiadas em cima de sua barriga.

Em um momento rápido veio um pensamento em sua cabeça: se conseguisse tirar a sua luva ele poderia se soltar, então bem divagar ele começou a puxar dedo por dedo da peça, com a mão esquerda ele tentava puxar a luva da mão direita; puxava, olhava para o homem, puxava, olhava para o homem e continuou nesse ritmo até conseguir tirá-la por completo.

Deu uma última olhada para o homem e leve toque com o dedo indicador na corda, aos poucos ela ia se rompendo e se desintegrando. A única coisa que Jimin não tinha pensado era que quando a corda se arrebentasse ele iria direto ao chão, não deu nem tempo de fazer nada e ele já tinha caído.

Por sorte, bom, não tanta sorte assim, eles estavam no meio do mato que impediu que a queda do Jimin fizesse som. Ele se levantou em silêncio, talvez possa parecer burro da parte dele, mas quando nós estamos em uma situação de perigo nós não pensamos bem nos nossos atos e foi exatamente isso que ele fez, em vez do Jimin sair correndo e procurar ajuda ele se virou para o homem que já se encontrava um pouco mais longe, foi andando sem fazer barulho até ele e estendeu a mão descoberta para tocá-lo.

Assim que o fez o homem virou rápido, balançou as mãos ao redor de seu corpo e as direcionou ao Jimin, que de repente começou a flutuar e se debater, uma risada alta sai da boca do homem que agora Jimin pode vê-lo direito; ele era um tanto quanto esguio, estava usando um terno preto, na lateral esquerda do seu pescoço havia uma cicatriz, bastante bonito, seu rosto lembrava bastante o de Jungkook.

- Q-quem é você? - Jimin perguntou.

O homem deu uma risada ignorante.

- Me admira muito você não saber quem eu sou.

- E eu deveria saber quem você é? - ele imitou o tom de voz do homem.

- Um tanto insolente você, não? - ele juntou as mãos atrás do corpo.

- Levando em conta que eu estou flutuando e que um louco está na minha frente, eu acho que não.

- Você é bastante corajoso para se dirigir assim a mim - ele semicerrou os olhos - então, tenha um pouco mais de respeito.

- E quem você acha que é para merecer o meu respeito? A rainha da Inglaterra? - Jimin o provocou com ignorância.

O homem colocou as mãos ao lado do corpo, fechando-as em punhos, estava tentando manter a pose, algo que não estava dando certo.

- Você não queira me irritar garoto, você não sabe nem metade do que eu sou capaz - ele chegou mais perto do garoto, fez com que Jimin ficasse na mesma altura que ele - Não sabe mesmo e nem queira saber.

- É... eu continuo sem saber quem é você.

- Ah mas é claro! Como alguém tão tolo como você saberia quem eu sou? - ele se virou de costas e andou um pouco e se virou novamente para o Jimin - você não vê em mim nada que já tenha visto em algum lugar?

- Hm... eu já vi outros psicopatas em filmes! Ah, não, nenhum deles fazia as suas vítimas flutuarem - parecia que a ignorância tinha impregnado a sua boca e ela não iria deixá-lo tão cedo - então não, eu nunca vi em nenhum lugar alguém como você.

- Ora seu...! - ele falou mais alto, mas logo se acalmou e retomou a compostura - bom, já que você não sabe.

Ele deu uma pausa.

- Eu sou Chung-hee, Jeon Chung-hee - ele encarava fixamente o garoto flutuando na sua frente - eu sou o seu sogro, para ser mais exato.

- Ah... então o pai do meu namorado é um psicopata? Legal.

Nesse momento Chung-hee perdeu o controle e desferiu um tapa forte no rosto do Park.

- Como eu disse antes, tenha mais respeito comigo.

- Bom, já que você vai partir para a agressividade, eu posso considerar te respeitar agora - Jimin disse sem um pingo de medo.

O homem riu amargo.

- Ah meu caro, pode ter certeza que você ainda vai experimentar vários tipos de dor enquanto estiver em minhas mãos.

Ele estalou os dedos novamente, fazendo com que Jimin desmaiasse.

                   (^3^)

Elisabeth acordou com pequenas unhas cutucando o seu rosto, ela abriu os olhos e viu que todos os seus brinquedos se encontravam no quarto, talvez faltasse um ou outro, eram muitos. Quem a acordou fora a Ahri, em sua boquinha de pelúcia havia um pano.

- O que é isso? - Elisa pegou o que pensava ser apenas um pedaço de decido da boca de seu brinquedo.

Quando viu o que era a menina abriu um grande sorriso.

- Vocês são de mais! Obrigada.

Ela desceu da cama e calçou as suas pantufas cor de rosa, pegou o mapa que estava em cima da escrivaninha e o estendeu no chão, em seguida pegou uma caneta.

- Onde vocês encontraram isso?

Petúnia pegou a caneta das mãos da garota e marcou com um X no mapa onde haviam encontrado.

- Obrigada.

Sem de dar o trabalho de tirar o pijama e colocar outra roupa, Elisa apenas pegou o mapa, enrolou-o e saiu do quarto.

- Sra. Nayoung! - ela gritou entrando na sala da diretora do instituto.

- Sim Elisabeth?

- Olha o que os meus amigos encontraram.

Ela pegou o tecido no seu bolso e o desenrolou, mostrando que era a luva do Jimin e a colocou em cima da mesa.

- Eles encontraram aqui - ela apontou para o ponto marcado no mapa.


Notas Finais


Desculpe por qualquer erro, tenho três avisos:

1- Gente eu realmente não sei se nessa fic vai ter algum lemon completo.

2- Eu vi que muitos de vocês estão tendo teorias e tals, podem me contar aí nos comentários porque eu amo ler essas coisas.

3- Eu reparei que tem algumas especulações de qual é o poder do Kookie, saibam que eu já dei um spoiler em uns capítulos aí para trás...

Bjujubas, meus doces.
.
♥♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...