História Desventuras de um amor - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Jimin, Jin, Kook, Park Jimin, Taehyung
Visualizações 26
Palavras 2.956
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi xuxuzinhos que eu amo.
Primeiramente, peço desculpas pela demora em atualizar a fic. Aconteceram muitas coisas, fiquei doente de cama ( os mesmos problemas de antes, com o agravo do meu emocional fodido) e também a faculdade que tava bem corrida. Eestou de férias e mesmo assim tem sido tudo muito corrido e difícil.
Estou tentando ficar boa, resolvi parar de pedir desculpas pelos meus problemas e pedir que tenham compreensão de que eu não consigo ficar bem todos os dias.
Espero que não tenham desistido de mim e que continuem lendo a fic.
Obrigada por lerem até aqui.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ Agora sobre o capítulo de hoje~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Está cheio de novidades, tentei ser o mais breve possível, porque até eu não aguento mais a S/N demorar tanto para resolver essa história hahaha
Brincadeiras a parte, peço desculpas caso existam erros, já que meu notebook está um lixo e eu estou usando o bloco de notas para escrever.
Espero que gostem do capítulo. Amo vocês s2
Boa leitura xuxuzinhos...

Capítulo 22 - O grande dia



~POV S/N~
 Finalmente chega o grande dia, a tão esperada quarta-feira . Nesses últimos dias eu tenho refletido muito sobre isso, fico imaginando qual será a reação de Jimin e o que exatamente direi a ele. É estranho pensar nisso tudo, eu nem sei ao certo o que gostaria que ele dissesse.
Taehyung tem estado mais próximo a mim, sinto ele mais presente e menos isolado. Isso me deixa feliz mas, ao mesmo tempo imagino se essa aproximação tenha uma segunda intenção. Prefiro me abster de tais pensamentos e focar em como resolverei minha situação com Jimin.
Procuro meu casaco vinho, afinal ele é perfeito para disfarçar minha barriga que aparece cada vez mais. Visto uma calça jeans, uma bota preta de salto alto, uma camisa e meu casaco. Enquanto Taehyung se arruma, recebo algumas mensagens.
~SMS JIMIN ON~
- Oi S/N, tudo bem? 
- Só para te avisar, tenho uma reunião hoje, então te encontro no Seul Mall às 20:30 na Starbucks ok ?
~SMS JIMIN OFF~
Fico feliz que só vou encontra-lo às 20:30 , isso me dá mais tempo para pensar exatamente no que vou falar e planejar cada mínimo detalhe. O respondo com um 'ok' e continuo esperando Taehyung ficar pronto.
Quando ele finalmente termina de se arrumar eu o encaro e sinto um frio na barriga, afinal ele está simplesmente lindo. Tae está com as mesmas roupas de sempre, calça jeans justa, camiseta larga com uma de manga comprida por baixo, seu boné preto e um tênis. 
— Vamos?- Ele diz enquanto pega sua carteira, as chaves do carro e de casa.
— Vamos mas, podemos passar no restaurante antes de ir pro shopping?- Digo me levantando para pegar minha bolsa.
— Podemos, eu preciso passar lá também.
Seguimos para o carro, Taehyung corre na minha frente só para abrir a porta do carro para mim. Dou risada com a fofura desse ser humano, que consegue me surpreender e me fazer rir com coisas aleatórias e simples. Ele entra no carro, da partida e então seguimos rumo ao restaurante.
~POV Taehyung ON~
Tenho evitado pensar nesse assunto a semana toda, mas infelizmente o dia chegou e eu já não posso mais evitá-lo, afinal Jimin vai aparecer mais tarde e isso me deixa completamente desconfortável. Não o conheço pessoalmente, mas sinto algo estranho. 
Preciso afastar esses pensamentos da cabeça para não transparecê-los à S/N e manter o foco de ajudá-la e protegê-la caso for necessário. No caminho até o restaurante pensei em mil coisas para dizer, mas só consegui ligar o rádio e deixar uma música qualquer tocar.
Quando chegamos no restaurante, antes de descermos do carro eu respiro fundo e decido falar algo para ela.
—S/N, podemos conversar? - Digo assim que desligo o carro.
— Claro que podemos - Ela diz me olhando com um sorriso no rosto.
— Eu estive pensando nesses últimos dias sobre hoje e quero que saiba que independente de qualquer coisa eu vou estar dos eu lado, ok?- Falo pegando em sua mão.
— Obrigada por tudo Kim Taehyung, você também sempre pode contar comigo- S/N diz me olhando com um olhar sincero. Em seguida ela se aproxima e me abraça.
Um abraço tão gostoso, senti ali o real sentido do porquê eu estar tão empenhado em mantê-la na minha vida. Um abraço que alegrou meu dia.
Saímos do carro, entramos no restaurante, eu sigo para o meu escritório e S/N se dirige para a cozinha.
~POV S/N ON~
— Jin!- Digo eu dar de cara com ele, assim que entro na cozinha
— S/N, que surpresa boa - Jin se anima ao me ver
— Vim te ver, será que podemos conversar?- Digo à ele.
— Claro- Jin diz  e me leva para os fundos da cozinha.
— Então mocinha, o que está acontecendo?- Ele diz assim que nos sentamos à mesa.
— Hoje marquei de me encontrar com Jimin na Starbucks do Seul Mall e eu estou ficando louca com isso - Digo rindo, mas de nervoso.
— Sério?! Caramba, eu também ficaria louco. Mas, você já sabe o que vai dizer para ele ou como vai explicar a situação?- Jin me questiona e eu sinto um peso a mais em meu estômago.
— Primeiro que ele acha que a gente vai sair com segundas intenções, mas eu acho que sei o que vou fazer. Segundo, o Tae vai me acompanhar sentando em uma mesa próxima para ficar de olho se o Jimin fizer algo e terceiro por favor me diz que você também pode ir ??! - Digo á Jin com uma cara de cachorrinho pidão.
— Posso tentar ir com vocês mas, primeiro preciso adiantar tudo e deixar tudo pronto para que o outro chef dê conta do serviço. Outra coisa, o Tae está ciente que eu vou junto? - Ele diz me olhando com um olhar desconfiado.
— Ele vai saber agora, mas sua presença jamais seria um problema. Eu pensei em te levar junto justamente para dar um apoio à ele, porque ele tem estado meio quieto demais ultimamente.
— Está bem, eu vou. Mas, para dar apoio aos dois. E me conta, como a senhorita está em relação a tudo isso?- Ele diz pegando gentilmente minha mão.
— Não sei dizer mas, acho que estou lidando da melhor maneira possível - Digo dando o meu melhor sorriso.
Conversamos mais um pouco, até que ele precisa voltar a cozinha e eu vou atrás de Taehyung.
 Bato na porta do escritório dele, ele diz para eu entrar e então eu entro. Ele está sentado em sua cadeira, porém ela está virada de costas para a porta.
— Ei, está tudo bem?- Digo me aproximando dele.
— Cla..claro- Tae diz ao tentar esconder o rosto, ele estava chorando. 
— Você é um péssimo mentiroso. Anda, fala logo o que está acontecendo - Digo me agachando ao lado dele.
— Eu só estou sobrecarregado nesses últimos dias, só isso- Ele diz dando um meio sorriso.
— Certeza que é só isso?- Falo, mesmo sabendo que tem mais coisa o incomodando.
— Sim senhora- Ele diz fazendo uma careta para mim.
— O que eu disse no carro, sobre sempre poder contar comigo, é bem sério, ok?- Digo a ele.
— Ok- Ele diz se levantando e eu não resisto em lhe dar um abraço. 
— Vai ficar tudo bem, eu prometo - Digo ao abraça-lo. Inicialmente ele trava mas, quase que imediatamente retribui o abraço.
Ficamos um tempo sentados sem dizer nada, ele na sua cadeira e eu no pequeno sofá. Fico neurótica com o relógio mesmo ainda sendo 18:30, até que depois do Tae insistir muito vamos até a cozinha para comer algo.
~POV S/N OFF~
~POV TAEHYUNG ON~
— Jin, temos que alimentar essa criança teimosa que não comeu nada desde o almoço!- Digo assim que entramos na cozinha.
— Sempre tem- Jin diz rindo ao ver  a cara de brava da S/N.
— Eu disse que não precisava de nada disso, eu não estou com fome- S/N diz em protesto.
— Se você não comer não te levo no shopping- Digo a interrompendo.
Ela me fuzila com os olhos, vai até a mesa, puxa uma cadeira, senta e cruza os braços. Talvez eu tenha pegado um pouco pesado, mas ela precisa comer se não vai desmaiar ou ficar doente.
— Mocinho, pode se sentar que também vai comer- Jin diz me arrastando para a mesa, tento protestar, mas só aceito e sento à mesa. Jin retorna ao fogão e começa a preparar algo
— Só fiz isso porque não quero ver você doente ou desmaiando por ai- Digo a ela. que respira fundo e põe às mãos no rosto.
— Tá, eu sei que preciso comer e ficar bem. Só não fala desse jeito- Ela diz depois de respirar fundo e por às mãos no rosto.
—  Desculpa- Digo ao ver que a deixei chateada.
—  Relaxa, já foi. Ah, já estava me esquecendo mas, o Jin vai com a gente. Na realidade, ele vai ficar com você - Ela diz dando um sorriso quadrado.
—  Então tá né - Digo rindo, afinal acho legal o Jin ir também.
Ficamos ali sentados por um tempinho, até que Jin aparece trazendo dois pratos.
—  Esse é meu Lámen com frango especial feito com muito amor e carinho, aproveitem- Jin diz todo orgulhoso e se senta conosco.
—  Muito obrigado Jin! - Eu e S/N falamos juntos ao nos deparar com aquela obra de arte em forma de comida.
 Eu não percebi que estava com fome até começar a comer, pelo visto S/N  também estava com fome já que nós dois comemos tudo.
— Eu me sinto tão cheio que poderia sair rolando daqui!- Digo, Jin e S/N riem.
— Eu também. Sério Jin, isso estava maravilhoso!- S/N diz com um sorriso de satisfação estampado em seu rosto.
—  Fico muito feliz que vocês tenham gostado -Ele nos fala e todos sorriem.
Eu e S/N ajudamos a lavar os pratos, a organizar as coisas e esperamos o Jin terminar de adiantar o serviço e se arrumar. Depois de uns 20 minutos ele finalmente está pronto e então partimos rumo ao shopping.
 Chegamos ao shopping às 20:00 horas em ponto, ainda temos tempo então resolvo passar em uma loja e comprar um energético antes de irmos até a Starbucks. Pegamos o elevador, subimos até o terceiro andar e antes de sairmos do elevador S/N se vira para eu e Jin com um semblante sério.
—  Não sei se ele já chegou ou não, então a partir de agora vocês não me conhecem mais, ok?- Ela diz, nós dois concordamos com a cabeça, a porta se abre e ela sai.
Ela se dirige até a Starbucks e entra. Eu e Jin andamos mais devagar e seguimos para o estabelecimento também. Assim que chegamos a porta, eu a abro, Jin passa e eu seguro a porta para o rapaz que estava atrás de nós.
—  Obrigado- Ele me olha, diz e sorri fazendo um eye smile. 
Eu apenas gesticulo com a cabeça e sorrio. O rapaz passa na minha frente, vai andando e então S/N, que está sentada em uma mesa próxima, acena para ele o chamando. Ele vai até ela, a cumprimenta e se senta e é nessa hora que eu percebo que o rapaz é na verdade Park Jimin.
Eu caminho até a mesa onde Jin se sentou, me sento e respiro fundo. Ainda estou meio em choque, S/N nunca me mostrou uma foto dele e agora eu finalmente o encarei, me sinto completamente estranho.
— Fique calmo, está tudo bem- Jin diz pegando em minha mão.
— Obrigado- Digo me sentindo grato por ele estar aqui.
~POV TAEHYUNG OFF~
~POV S/N ON~
Fico olhando para a porta, vejo Jin entrar, Taehyung entra me olhando e Jimin entra logo atrás dele. Jimin está usando roupa social, está de preto da cabeça aos pés, aceno para ele me ver e Tae fica com uma cara pálida ao perceber que aquele é Park Jimin.  
Jimin sorri ao me ver, vem até mim, me cumprimenta e se senta. Eu sinto como se a qualquer momento fosse parar de respirar ou como se meu coração fosse sair pela boca.
— Desculpa se demorei, a reunião se estendeu um pouco- Jimin diz assim que se senta.
—  Tudo bem, eu acabei de chegar- Digo dando um sorriso.
— Já quer pedir alguma coisa?-  Digo tentando quebrar o gelo, porque SOCORRO EU ESTOU MUITO NERVOSA!
—  Pode ser, vamos lá pedir então?- Ele diz fazendo um gesto para irmos ao balcão.
Ele faz o seu pedido, um café americano sem açúcar e eu faço o meu, um capuccino.
—  Deixa que eu pago- Ele diz assim que pego minha carteira para pagar.
— Não precisa- Digo em protesto.
—  Eu insisto- Jimin diz sorrindo e paga pelas nossas bebidas.
Depois de pegarmos nossas bebidas voltamos e nos sentamos a mesa.
—  Então, como veio parar aqui em Seul?- Jimin me questiona com um sorriso nos lábios.
— Vim passar as férias, descansar um pouco- Respondo tentando ser o mais natural possível, já que é mentira.
— Ah legal, está gostando da cidade?- Ele me pergunta
—  Sim, é um lugar muito bonito e agitado- Digo depois de tomar um gole do meu capuccino quentinho.
— Seul nunca dorme- Ele diz rindo
— Mas, S/N como conseguiu meu número?- Meu coração para! Droga preciso pensar em algo.
— Depois daquele dia em que ficamos juntos, eu descobri seu número salvo no meu celular. Então como estava por aqui, pensei em ligar- Digo e ele faz uma cara de interrogação.
— Eu não lembro de ter lhe dado meu número- Ele diz com certeza
— Nós estávamos tão bêbados, que nem eu sei como seu número foi parar no meu celular - Falo rindo  e ele ri também.
— Aquele dia foi uma loucura- Ele diz ainda rindo
— É, foi uma loucura- Digo encarando meu copo.
— O que foi?- Ele diz ao me ver tão séria.
— Precisamos conversar, é um assunto sério- Na hora seu rosto perde a cor e ele me encara.
— Pode falar- Jimin fala secamente 
— Eu sei que faz tempo que não nos vemos e que pode ser confuso. Mas, eu preciso que saiba de algo-  Faço uma pausa.
— Depois que foi embora eu fiquei mal por um tempo, depois de 3 meses eu descobri que estava grávida- Assim que termino de falar, ele arregala os olhos e começa a rir.
— Essa foi boa- Ele fala em meio a risada
Percebo que Jin e Taehyung me encaram sem entender nada e eu os retribuo com o mesmo olhar. 
— Eu estou falando a verdade Jimin- Ele para de rir e me encara.
— Quer que eu acredite que você veio do Brasil até a Coréia do Sul, quase 5 meses depois de passar uma noite comigo, para me dizer que está grávida?- Ele fala com um ar de deboche.
— Quero que acredite, afinal é verdade- Falo o mais calma possível ou vou perder o controle.
— Você é maluca, uma vigarista eu diria- Jimin cospe as palavras em cima de mim.
Eu fico tão  chateada que pego minha bolsa e decido que vou  embora.
— Não acabamos, senta- Jimin diz ao me segurar pelo pulso, me impedindo de ir embora.
— Me solta, você está me machucando- Digo alto demais e todos no local se viram para olhar.
— Sem escandalo, senta logo. Vamos conversar- Ele diz baixo o suficiente para que apenas eu pudesse ouvir.
— Eu já disse para me soltar- Digo mais alto e todos começam a cochichar entre si.
Puxo meu braço e consigo me soltar. Saio andando o mais rápido possível, mas ele se levanta e vem atrás de mim. Consigo chegar até o elevador, mas ele me para. Assim que me viro vejo Jin e Taehyung vindo logo atrás, balanço a cabeça para que eles não venham, Jin para e segura Taehyung.
— Você só pode estar louca!- Jimin grita e aponta o dedo no meu rosto.
— Chega- Eu grito mais alto e ele se cala
—  Eu não vim pedir dinheiro, eu não vim pedir nada- Digo mais baixo conforme o choro aumenta. Jimin se aproxima, sinto sua respiração em meu rosto. 
—  Olha, eu sou um cara rico e ocupado. Acha mesmo que você é a primeira vagabunda que me procura para dizer que está grávida, afim de faturar uma grana?-  Ele diz ao aproximar sua boca do meu ouvido.
Sinto uma raiva percorrer meu corpo, subitamente o empurro quando ele tenta me segurar. Jimin puxa o meu casaco, ele se abre e revela minha barriga, por um segundo ele para e eu o surpreendo com um tremendo tapa na cara. Ele fica atordoado, dá uns passos para trás e me encara com ódio. 
Vejo Taehyung se soltar de Jin e começar a correr até mim. Num momento de desespero, vou correndo até as escadas ao lado dos elevadores e corro o mais rápido que posso para longe dali. Não consigo parar de chorar, eu nunca me senti tão mal em toda a minha vida.
Corro até o estacionamento, acho o carro de Taehyung, me encosto na porta do passageiro e desabo a chorar no chão. Eu sou uma idiota em achar que ele iria ser legal comigo, sou burra em achar que as coisas iam dar certo, eu sou uma completa idiota.
Meu celular começa a tocar, Jimin não para de me ligar e mandar mensagens dizendo que precisamos conversar. Eu não quero atender, eu só quero ir para casa e fingir que nada disso aconteceu. 
Fico ali, sentada por uns 20 minutos até que escuto alguém gritar meu nome pelo estacionamento, o grito fica cada vez mais alto, até que Taehyung me avista e vem correndo até mim.
— Calma S/N, calma- Ele diz  ao me abraçar, ainda ofegante.
— O que ele fez? - Tae me pergunta, mas eu não consigo dizer nada.
— Tudo bem, vamos embora- Ele fala me ajudando a levantar e me colocando no banco de trás do carro e eu me deito. 
Ele entra no carro, pega o celular e liga para alguém.
— Achei ela, estamos no carro. Vem para cá por favor­­­ - Tae fala no telefone e então desliga.
Ele se vira para mim, me encara por uns segundos, então volta a olhar para frente e se debruça sob o volante do carro. Alguns minutos depois Jin chega correndo, entra no carro, olha para mim e se vira para o Tae.
— O que aconteceu?- Ele questiona Taehyung.
— Não sei, ela não diz uma palavra sequer. Em casa conversamos- Ele responde sem nem mesmo olhar para Jin, liga o carro e então vamos embora.
Quando paramos em um semáforo Taehyung percebe meu telefone tocar de novo, se vira para o banco de trás, pega meu celular e ao ver que é Jimin ligando ele desliga o aparelho e volta a dirigir. Durante todo o caminho de volta para casa, o que pareceu demorar séculos, Jin segurou minha mão e ficava murmurando que tudo ia ficar bem.


Notas Finais


Se você chegou até aqui em baixo, espero do fundo do meu coração que tenha gostado!!!!
Qualquer crítica ou comentário será muito bem vindo!!
Obrigado por ler e até a próxima...
bjs xuxuzinhos s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...