História Desventuras Escolares - Percabeth - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Annabeth Chase, Atena, Clarisse La Rue, Dionísio, Frederick Chase, Grover Underwood, Hazel Levesque, Luke Castellan, Oceano, Percy Jackson, Piper McLean, Poseidon, Quíron, Sally Jackson, Thalia Grace
Tags Percabeth Percyjacson
Visualizações 50
Palavras 1.047
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção Adolescente, Saga
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais uma sessão da treta começando...
Sessão Rachel se fudendo também.

Capítulo 16 - Capítulo 6.0 - Plano Humilhação


P.O.V. PERCY

Voltamos pra casa num táxi amarelo chamativo, que me lembrou quando "fugi" de um , para correr atrás de Annabeth pela Praia , enquanto ela se afogava no mar.

Ah Annabeth. Oque fizemos de errado? Não entendo o porque de nossos pais meio que brigarem por nós. Poxa, eles são inimigos mortais . Nada de mais. Mas oque isso tem haver conosco? Cara eles são deuses, e vivem tendo filhos por todo lugar a toda hora. Por que eles resolveram brigar comigo e Annabeth logo agora?

☆☆☆

Na escola Rachel ainda corria até mim para lembrar - me do nosso "namoro". Annabeth ainda não falava comigo direito. No Recreio ela corria para a biblioteca , e nas aulas que estudavamos juros , ela me ignorava. Mas quando voltávamos ela se abria comigo , e contava-me de seu novo "melhor amigo". Aí como me doía ouvir isso. TODO dia depois da aula ela falava nele , aiai. Ela começava com um "Ele é incrível " e só acabava quando voltavamos a escol no dia seguinte. Na boa TODA hora ela fala de um tal de Frank. Me faz até sentir mal, por não estar 24 horas no pé de Annabeth, mas eu só concordo com ela pra evitar socos na cara, vergonha e dor.

Depois de uma semana intercalando em ir para a escola, voltar pra casa e ir pro hospital , minha mae teve alta do hospital. Eu fiquei tão feliz que eu saltiva entre os corredores do hospital. As pessoas doentes chegavam , e as infermeiras me olhavam intrigados , bravos ou até envergonhados por um garoto de 14 anos estar correndo e pulando no meio de um hospital. Mas eu estou NEM AÍ pra elas.

Mas ver pessoas doentes entrando me fez sentir uma angústia, e foi então que eu parei. Olhei pra minha mãe e sorri feliz por ela estar bem....

Em casa, Annabeth nos esperava, e tão feliz quanto eu ela abraçou minha mae incessantemente. Por leves segundos senti um ciúmes remoendo no fundo do meu peito. Mas passou. Minha mãe sorri a Annabeth , e então ela pede pra sentamos, por que ela queria ter uma conversa seria com a gente.

Annabeth e minha mãe sentam no sofá juntas , e eu sento na poltrona do lado. O silêncio era nítido até o vizinho de cima decidir demolir a casa dele. Na Boa , ele martelada , demolia e se ouvia coisas caindo no chão. Viver em apartamento e resoavelmente legal até seus vizinhos fazer em obra , ou uma festa na madrugada. Mas enfim, quando mãe abriu sua vida e começou a falar , o vizinho (Não sei como bem porque ) ele simplesmente parou tudo que estava fazendo.

-Percy, Annabeth, meus queridos , tenho algo a conversar com vocês.... - Eu estremeço e Annabeth se encolhe no canto do sofá - antes de eu ir para o hospital, eu fui atacada por uma Benevolente em nome de sua mãe Annabeth. Ela , bom me machucou um pouco , mas ela me disse no final , que Atena está em busca de você Percy...

Antes de qualquer um de nós, Annabeth ou eu, dizermos qualquer coisa ela continua

-Quiron, já tinha previsto isso com o oráculo. Mas eu esitei. Ele havia me dito pra vocês dois voltarem para o acampamento, antes do verão para se prepararem para o pior. Vou leva-los depois de amanhã até lá. Quíron vai treina-los novamente. E quando puderem voltaram para casa. Annabeth você vai morar com seu pai novamente. Creio que depois disso vocês não estudaram juntos...

Dia seguinte...

P.O.V ANNABETH

-O plano está pronto - disse Frank sorrindo

-Começaremos, depois da aula de geografia , no intervalo , quando ele estiver na cantina.

-Isso vai ser hilário

-Merecedor - disse e então rimos juntos.

Fomos pras nossas respectivas salas e esperamos até a hora exata do plano.

P.O.V. PERCY

Mal entrei na sala do Sérgio (professor de história) e Rachel ja começou a babar em cima de mim pra sentar do seu lado. Dito e feito.

Eu basicamente dormi na aula mas o sinal me despertou. Rachel pegou no meu braço enquanto eu sentia sua mão suar entre o moletom e a Minha pele. Fomos ao refeitório. Eu esperava ela voltar depois de pegar o lanche e voltar a mesa , junto de sua duas cobaias.

Uma mensagem apita do meu lado no celular de alguém próximo. O meu celular também vibra, e então basicamente, todos os telefones recebem uma mensagem. Eu pego o meu e vejo no e-mail uma mensagem. Remetente desconhecido.... Eu abro e uma imagem da Rachel humilhando uma menina aparece. Ela está em pé, e a menina ao seu lado parece rir , enquanto a outra fica ajoelhada com as maos na cara. Em baixo há um pequeno texto

"LINDA menina essa não ? Essa é a idola de vocês. Um ser que por natureza , humilha humilha todos nós"

Outra imagem é enviada

Dessa vez é Rachel sentada lixando suas unhas , enquanto suas capangas fazem seu dever casa

"Não temho medo de você ,talvez eu tenha pena por suas capangas á aturarem."

As meninas ao meu lado se entreolham.

Derepenteuma foto humilhante de Rachel , fez a escola inteira rir. Ela aparecia com a a boca aberta , comendo almôndegas com as mãos, toda suja e cagada com as penas abertas mostrando sua calcinha de guarda-chuva. Eu não me seguro e também rio da imagem.

- Isso é ilario -posso ouvir entreas risadas

Olho para frente e posso ver Rachel chegando, e todas as pessoas rindo da cara dela , mas ela nem percebe.

-Do que todos estão rindo?

Quando ela se senta , a ficha caí pra ela. Ela me olha como se eu fosse socorre-la , mas eu fasso que não com a cabeça e ela tenta levantar da cadeira, mas ela havia sentado em um chiclete. Ela joga a cadeira ao lado , conseguindo sair dela. Logo geral, começa a jogar comida nela enquanto ela tenta miseravelmente fugir.

É humilhante a ela, mas ILÁRIO a todos nós aqui, que não gostamos da Rachel. Por um minuto eu tenho pena , quero sair a traz dela, mas depois dela me obrigar a "namorar" acho melhor não. 


Notas Finais


E então ?KKMKKK acharam oque?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...