História Desventuras sexuais de uma feminista romântica - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Feminista
Visualizações 3
Palavras 697
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiê! Antes de começarmos o capítulo, você sabia que a visão deturpada que a pornografia traz às nossas mentes compactua com a cultura do estupro? Vale a pena a pesquisa sobre a indústria pornográfica!

Capítulo 3 - III - Expectativa x Realidade


Aahh, a tão sonhada hora de uma leitora de shoujo ou doujinshi... O momento em que o casal no ápice do romance, se beijam e isso os leva a fazer amor. A coisa mais linda dos mangás né? Pena que é só nos mangás que acontece.

A gente pensa que é só a pornografia que engana e distorce sobre o sexo, mas como consumidora de doujinshi e mangás shoujo, te falar viu, né nada parecido.

Nos pornôs a virgem é sempre muito safada e sabe fazer as coisas direitinho. Já nos mangás, ela é toda tímida e o rapaz a guia pra fazer a mágica acontecer.

A realidade tá bem diferente dos dois, na verdade é um meio termo nesses dois extremos. A gente se ilude nessas duas pontas, um é encenado e só depois que você cresce que percebe isso, já o outro é tudo perfeito demais.

Quando é a primeira vez, de fato impossível acontecer qualquer uma dessas realidades. A realidade em si tende a ser decepcionante.

O sexo pode ser muito bom, muito bom mesmo, ou também pode ser muito ruim. De qualquer forma, nunca vai ser igual a expectativa que você cria na sua cabeça. Não sei de vocês, mas a minha expectativa é de que tudo seria muito "aceitável", nem bom e nem ruim. Bem, passou pertinho.

Mas saindo desse lance de primeira transa, conforme você pega experiência nisso, fica melhor, você descobre o que você realmente gosta. Todas as suas expectativas acabam e você cai na real e descobre o que é, de fato, sexo.

Eu me lembro até hoje de quando disse pro meu namorado que depois de ter perdido a virgindade, nunca mais tinha transado. A primeira coisa que ele me disse foi "eu vou te mostrar o que é sexo de verdade então".

Ok, eu já sabia que depois da primeira vez, sempre melhora, mas essa fala dele me deixou encucada.

Foram duas semanas pensando no que ele iria fazer, duas semanas criando expectativas, pensando no que poderia dar errado. Até cheguei a me perguntar se era possível meu hímen ter voltado ao normal e se rasgar de novo, mas acho que não, eu rompi ele aos 12 enquanto descobria a masturbação. Se fosse pra voltar ao normal, já teria voltado.

Bom, o dia de descobrir qual seria a realidade da fala dele chegou, eu tava era uma pilha de nervos. E se eu não gostasse? Como que ia falar isso pra ele? E se ele julgar o jeito que é minha vagina?

Eram muitos "e se" mas o principal era "e se ele quiser oral?". Eu juro por tudo que é mais sagrado, eu DETESTO oral, em parte por um trauma de infância, em outra parte por simplesmente não gostar.

Mas parece que todas essas dúvidas se sanaram quando a gente realmente começou a transar, todo o nervosismo passou. Só aproveitei o momento, e meus amigos, que momento. Quando o sexo é bem feito, é bom demais. E falo isso porque na minha primeira vez, eu realmente não senti o pau do cara sabe? O maluco não sabia transar direito pelo visto.

Tirei a sorte grande, meu namorado além de ser a pessoa mais gentil que eu conheci, também fode muito bem, cara, até hoje me sinto a mulher mais sortuda do mundo.

Eu só tive relações com dois caras na minha vida, mas a perspectiva sobre os dois é beeemm diferente. Deu pra ter uma noção completamente nova sobre o sexo, a quebra das expectativas e como a realidade pode ser muito boa ou muito ruim. Cara pensa em tudo isso passando pela cabeça de uma virgem e depois se esclarecendo, foi isso que aconteceu comigo.

A verdade é que criamos muitas versões de como o sexo é, mas nenhuma chega perto das verdadeiras. Sexo não é só o que a gente vê no pornô e também não é todo aquele romance dos mangás. Transar é ter crise de risos no meio da foda, é interromper porque querem mudar de posição ou parar porquê alguém cansou. Tem muita coisa que pode definir uma boa transa, mas nada que seja 100% fiel ao que se vê por aí.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...