História Details - One Shot - Capítulo 1


Escrita por:

Visualizações 14
Palavras 804
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Literatura Feminina, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Pansexualidade, Transsexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Details é uma fanfic de romance, não há gênero, apesar de eu ter usado adjetivos femininos na personagem principal. Fiquem a vontade para imaginar os gêneros e a aparência dos personagens.

Mande essa história pra uma pessoa especial, aquela pessoa que te da a sensação de carinho e amor, aquela pessoa que faz você sentir os mais completos detalhes dos seus sentimentos por ela.

Aproveite a Leitura!

Capítulo 1 - First and Last


Fanfic / Fanfiction Details - One Shot - Capítulo 1 - First and Last

Olá?.. Não sei ao certo onde estou.. Não consigo enxergar, nem tenho a pura certeza de que realmente existo.. Não sei ao menos em que língua estou pensando, ou porque não consingo abrir os olhos e falar algo. 


Sinto que acabei de ser criada, por um ser qualquer, com um incrível talento a ser descoberto.


Passo as mãos por meu corpo, sentindo todas as minhas curvas até chegar a minha cabeça. 


Eu não tenho um rosto.


Sinto o formato de minha cabeça, mas não tenho olhos, ouvidos, boca ou nariz.


O que eu sou?


Por que eu fui criada?


Onde eu estou?


Quem me criou?


Em meio a tantos pensamentos, começo a apalpar o ar, tentando achar algo físico ao meu redor.


Uma.. Parede!


Ou pelo menos é o que eu penso que seja. 


Tateio a suposta parede, sentindo ser algo macio e com curvas.


Isso certamente não é uma parede. 


Subo minhas mãos com um certo cuidado, com medo de acabar quebrando aquilo, que me parecia ser tão frágil quanto porcelana.


Chego até o suposto final do que está em minha frente, algo um tanto quanto alto.


Após tocar um pouco mais e observar que isto estava encolhido, como se estivesse levemente incomodado, percebi que, na verdade, o que eu estava tocando era um ombro. Um ombro humano.


Senti algo me tocar, tão suavemente que mal podia sentir, chegando até a minha mão posta no ombro do ser e tocando a mesma com cuidado. 


Assim que recebo o toque, sinto tudo clarear.


Eu ganhei um par de olhos.


Como se por causa desse ser a minha frente, por causa de seu toque, eu havia ganhado um novo super poder, o poder de enxergar!


Eu estou tão tão tão animada que senti que poderia abrir o maior e mais belo sorriso em agradecimento a pessoa em minha frente.


Assim que me senti acostumar com a nova habilidade e toda a luminosidade nela existente, abri os olhos.


Abri os olhos e vi a mais perfeita criação em minha frente.


O ser mais belo em todas as formas possíveis. 


Não importa quantas outras pessoas eu irei ver em minha frente, eu tenho a mais pura certeza de que este ser será o mais perfeito em todo o meu vasto universo. 


E então eu senti algo.


Senti uma vontade enorme de tocar, de sentir.


Senti como se um belo jardim florescesse dentro de mim, senti como se belas rosas vermelhas e árvores coloridas crescescem em meu estômago. 


Assim.. Eu subi minha mão até seu rosto, e o toquei.


Toquei como se aquilo fosse quebrar em minhas mãos, toquei com a maior ideia de carinho e cuidado que eu poderia, enfim, ter. 


É simplesmente lindo.. É colorido como nada que eu já tenha visto, colorido como algo que vocês conhecem como o arco-iris, era a cor em meio ao cenário branco e sem vida em que estávamos, era de longe o ser mais perfeito que você poderia imaginar.


E ele me tocou.


Depois de longos segundos, ele me tocou.


E eu vi com os meus próprios olhos seus lábios avermelhados e pouco carnudos brotarem, como rosas, em seu rosto, num incrível sorriso.


Antes eu não sabia bem a definição se beleza, mas agora eu sei.


O ser de traços simples e cores exuberantes em minha frente, é com a mais pura das minhas certezas a definição de beleza.


E eu senti meu peito explodir de sensações boas.. Eu não sei quem é, nem porque estamos aqui, mas eu não ligo muito pra isso agora. 


Uma boca.


Agora eu tenho uma boca.


Uma boca pra sorrir e demonstrar todas as sensações boas que o ser das cores está me fazendo sentir. Uma boca pra expressar em palavras de uma língua qualquer o quanto eu gosto destá pessoa que eu nem ao menos conheço.


- O-lá. - digo com uma voz falha e rouca, sentindo algo levemente incomodo ao lado de meu rosto, acredito que tenha sorrido tanto que agora os lados do meu rosto dóem..


- O-i.. - respondeu da mesma forma, dando mais um de seus belos sorrisos 


- Q-Quem é você? - pergunto de um jeito embolado, tentando me acostumar com o som que saía de minha boca e invadia o espaço em que estava


- E-eu não sei.. Quem é você?


- E-u não faço a mínima ideia 


E nós rimos. Sem nenhum motivo aparente. Rimos. 


E em algum ato qualquer de desespero para demonstrar o sentimento por aquela pessoa eu colei minha testa na dela e respirei fundo, fechando meus olhos e sentindo enfim seus lábios nos meus.


E quando acabou, eu percebi que a pessoa havia ganhado detalhes. Detalhes incrivelmente belos, assim como tal. Detalhes que faziam toda a diferença na forma em como sorria. Detalhes que faziam o marrom escuro em seus olhos ganhar mais constraste. Detalhes que faziam suas cores se espalharem por todo o seu corpo. 


E assim que eu olhei pra baixo, percebi que eu também havia ganhado detalhes. 


Detalhes tão belos quanto os dele.




Notas Finais


Espero que tenham gostado!
(A história é feita por só um capítulo, não há continuação)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...