História Deus Dragão - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Como Treinar o seu Dragão
Personagens Soluço
Tags Banguela, Soluço
Visualizações 118
Palavras 1.138
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


mais um capitulo para vocês pessoal
esse capitulo começa a demonstração
do verdadeiro poder de soluço haddock lll

Capítulo 18 - Minhocas gigantes comedoras de terra


- então aqui é Svartalfheim...

 

Analisando o ar, a terra, o ambiente do novo mundo, Soluço fica fascinado pela sua incrível beleza, as arvores pareciam ser mais altas e mais resistentes do que no seu mundo, os lagos brilhavam com a luz do sol, a terra era quente e macia, as plantas tinham um verde mais forte e muitas outras cores, os animais pareciam os mesmo do seu mundo, mas com um personalidade diferente que já conheceu.

Depois de contemplar a beleza do lugar, Soluço abri a bolsa e pega a maça do dragão, para se informar, a maça brilha e mostra o mapa do mundo até o ponto que Draco mapiou. 

Se localizando no mapa, Soluço descobre que esta a mais de um dia da próxima cidade, anão do mundo, a maça também o alerta de possíveis ameaças tanto no céu tanto na terra e rios etc..

Desligando a maça, Soluço conjura uma magica que transforma seus equipamentos e armas em uma escama presa em sua pele.

Soluço se transforma em um picada veloz e estridente ao mesmo tempo e olha em direção ao seu destino. 

- então aqui começa - falou antes de começar a correr com raios de estridente saindo de suas costas (que não queimavam material alguma, para não destruir as florestas só para aumentar a velocidade). 

As patas de Soluço corriam por horas atravessando florestas, subindo montanhas e pulando lago ouvindo o som de animais de todo o tipo alguns conhecidos, outros nem tanto, depois de horas correndo Soluço decidi descansar um pouco, para continuar sua caminha com mais calma. 

Chegando em uma floresta e visualizando uma caverna, decidi que é lá que vai dormir um pouco, Soluço entra na caverna e a explora de cima a baixo, depois de ver que era segura, soluço se destransformou e começou  montar seu pequeno acampamento.

1 hora depois...

Já com o acampamento montado, Soluço decidi sair e caçar um javali, que escutou a pouco tempo saindo na floresta escura e a noite Soluço liga sua visão noturna e logo encontra o javali. 

Sem muito esforço, corre em sua velocidade e enfia suas garras de chicote-cortante banhadas com paralisando de picada veloz na gargante do javali, para não chamar muita atenção dos outros animais e leva o corpo morto para a caverna, onde tira todo a pele e começa a cozinhar a carne, enquanto a carne cozinhava Soluço limpava a pele do javali que estava toda suja de lama e cheia de carrapatos e pulgas, depois da limpeza Soluço come a carne do animal, satisfeito Soluço se deita para descansar. 

- bom é só o primeiro dia não foi tão ruim assim - pensou antes de entrar na terra dos sonhos.   

Soluço começou a se concentrar em Freia, depois que descobriu um dragão do sonhos chamado Hipnos, ele pode se transformar nesse dragão e entrar nas terras dos sonhos, junto como o dragão Telípos que tem a habilidade de ler a mente dos humano e dragões e controla-las se quiser.

Depois de alguns minutos de concentração, Soluço conseguiu sussurrar.

- Freia...Freia...Freia...esta me ouvindo meu amor? - perguntou Soluço ao nada do sonho.

Depois de alguns minutos, uma voz conhecida a Soluço respondeu. 

- soluço é você? - perguntou Freia alegremente. 

- sim sou eu - falou. 

- nossa você saiu faz algumas hora da manhã - falou uma frase para Soluço que se confundiu.

- Freia como estou aqui a metade de um dia - falou confuso até que a verdade bate a cabeça - agora eu intendo, o tempo aqui passa mais rápido, me pergunto o que acontece se eu for para um mundo mais distante - falou para si mesmo não se dando conta que Freia o escutou. 

- eu não sei mas contanto que você esteja seguro não importa - falou com sua voz amorosa. 

- tudo bem queria eu estaria ai em certo tempo, eu te amo - falou cariosamente. 

- eu também Soluço - com isso Soluço desligou a conexão. 

Depois de descansar o bastante, Soluço se levantou de seu acampamento e foi fazer um pequeno exercício e suas higienes para começar sua jornada. 

Começou sua caminha na sua forma dragão e correu pela floresta, os instintos de Soluço lhe alertavam de um perigo próximo e soluço ficou atento e cauteloso sobre suas garras e dentes, depois de uma hora correndo, Soluço chegou a um deserto que se parava a cidade anão de si. 

Começando a correr novamente e agora pelo deserto a alerta de perigo de Soluço ficava maior, a cada caminhada, depois de estar no meio do deserto, Soluço sente o chão tremer as areias transbordar para fora da terra e um grito assustador preenche um buraco que se abriu no chão, tudo que Soluço sabia é que esse grito de terror veio para ele.

Os tremores ficaram cada vez mais altos e do chão saiu o que soluço nunca pensou em ver antes.

- um minhoca trituradora gigante - pensou admirado pelo tamanho do bicho. 

O corpo da minhoca era muito grande, uns 40 metros de largura talvez, sua pele era coberta por escamas lisas, sua boca era coberta por 8 dentes que tapavam parte da vista da cabeça, soluço se lembrou sobre os relatos dela nas maça. 

Na maça falava que elas eram muito assustada quando alguém invadia-se, seu território e comem somente terra e areia do deserto, era criaturas pacíficas e muito assustadas e era por isso que ninguém entreva no deserto soluço deduziu. 

Soluço se chutou mentalmente por ter entrado no território proibido do mundo, começou a correr do deserto, mas a minhoca se assustou novamente pelo movimento mesmo pequeno de energia e começou a correr sem rumo para onde Soluço estava. 

Soluço não entendia por que ela estava o seguindo, até que se lembrou de algo que estava no oculto da maça. 

- elas são atraídas pelas fontes de energias - lembrou mentalmente e desligou as fontes de raios do seu corpo, ficando mais lento mas despistando a minhoca se confundiu e voltou para sua caverna gigante. 

Depois do pequeno incidente embaraçosos, Soluço continuou a correr até o outro lado do deserto em busca da cidade anão, onde encontraria seu objeto por pertence. 

No inicio da noite, Soluço chega na borda dos muros da cidade anã e se destransforma e começa a caminhar lentamente para a porta da cidade. 

De cima dos muros, um ser pequeno apareceu com uma tocha e perguntou. 

- quem é você - falou o ser pequeno que Soluço deduziu ser um anão.

Esse anão era como nas lenda, menores no tamanho mas era musculosos, com barbas grande e o rosto severo. 

Soluço sem outra alternativa, responde a pergunta de um modo simples.

 

 

- meu nome é Soluço haddock lll e eu venho em paz - falou alto e firme....                       

     


Notas Finais


e é isso por hoje espero que gostem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...