História Deus salve o rei... - Capítulo 22


Escrita por: e MendesarmyIS

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 5
Palavras 452
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Literatura Feminina, Luta, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 22 - Mas...


Fanfic / Fanfiction Deus salve o rei... - Capítulo 22 - Mas...

Amalia ❍️

Henrique vem agitado até meu quarto. 

Amalia- Estás bem? 

Henrique- Desculpe Amalia, não sabia que estavas aqui

Amalia- Sem problemas, mas diga-me o que lhe aconteceu? 

Henrique- Estou com raiva, raiva até mesmo de minha pessoa, Julieta veio pedir- me desculpas e eu não aceitei, era tudo o que eu queria Amalia! Como fui tão ingênuo?! 

Amalia- Acontece que o problema foi o que ela fez antes, ela bagunçou a ti, mas tente compreendê-la, vá para um quarto tome um banho e pense em sua atitude, e o que realmente quer. 

Henrique- Obrigado Amalia, agora sei porque todos gostam de tê-la por perto. - Henrique diz e me abraça, retribuo. 

Alguém abre a porta. 

Noa- Henrique!? Amalia?! 

Henrique- Você é um homem de sorte, Amalia é uma pessoa incrível. 

Amalia- Você também Henrique, lembre-se do que lhe disse. 

Henrique- Vou lembrar-me. 

Henrique sai do quarto e fecha a porta. 

Noa- Posso saber o que faziam? 

Amalia- Henrique está mal, cometeu outro erro e está confuso, estava apenas tentando ajuda-lô. 

Noa- Foi Julieta não é? 

Amalia- Sim, porém tenho fé que um dia irão voltar a serem os mesmos. 

Noa- E o bebê? Está bem? 

Amalia- Vamos vê-lo? 

Noa- Agora? 

Amalia- Claro!

Eu e Noa saímos pelos corredores indo até o quarto do bebê, que fica ao lado dos aposentos de Julieta. 

Amalia- Shh, não faça grandes estrondos. 

Entramos no quarto e Noa pega a criança no colo. 

Noa- É muito parecido com Henrique. 

A criança responde com um riso

Amalia- Você gosta deste nome? Henrique? 

O bebê novamente ri. 

Noa- Está familiarizado com Henrique. 

Amalia- Achas possível que Henrique seja o pai? 

Noa- Não, quer dizer, pode ser que aconteça.

Ficamos lá por bastante tempo, até que o bebê acorda começando a chorar, Julieta vem correndo. 

Julieta- O que aconteceu? Ah, são vocês. 

O bebê segue chorando mesmo com Julieta conosco. Henrique vem correndo não muito tempo depois. 

Henrique- O que acontec, ah, vocês estão ai, assustei-me. 

Assim que o bebê escuta a voz de Henrique para de chorar, Henrique tenta sair, porém eu seguro sua mão. 

Amalia- Fique, ele gosta de você. 

Henrique- Preciso evitar Julieta. 

O bebê volta a chorar. 

Amalia- Fique. 

Henrique vai até o bebê e pega ele de Julieta. 

Henrique- Por que choras meu bem? Sua mãe está aqui.

O bebê solta uma risada reconfortante. 

Henrique- Me achou engraçado? Você é um bebê muito danado. 

O bebê fica olhando profundamente nos olhos de Henrique. 

Noa- Ele gosta muito de você. 

Julieta- É. 

Henrique olha para Julieta e depois para Noa. 

Henrique- Não há porque.

Noa- Há sim. 

Henrique- Por quê? 

Noa- Eu e Amalia já vamos, Julieta lhe explicará. 

Noa pega minha mão e nós voltamos para o quarto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...