1. Spirit Fanfics >
  2. Devaneios de uma geminiana >
  3. Cobertura da Jully

História Devaneios de uma geminiana - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Gente, oi, se tiver algum erro me perdoem é que meu pc ta ruim : (

Capítulo 4 - Cobertura da Jully



Chegamos na cobertura de Jully, ela nos deixou na sala e saiu pelo corredor dizendo que ia pegar umas coisas.


-Cara aqui é irado- Jake afirmou se sentando no sofá


Logo Jully chegou com um baralho de uno numa mão, e uma garrafa de cachaça na outra


A expressão de de dúvida se mantinha no meu rosto, enquanto Jully estava exageradamente empolgada

Tá bom, não vou julgar minha amiga, tem 4 homens gostosos na sala de estar dela


Jully se sentou no chão perto da mesa de centro na frente do sofá


-Então, vou explicar as regras, toda vez que você tiver que comprar uma carta, vai ter que beber uma dose, e toda vez que receber um "+4  ou +2" tem que cumprir um desafio de quem jogou a carta

 


Caramba isso vai dar uma merda, to até vendo, as depravadas das minhas amigas fazendo merda


Ta legal, eu não sou depravada assim e também não sou um anjo, mas eu tenho o minimo de escrúpulos perto de gente estranha 


Mas se for pensar bem, e se o mundo acabar amanhã né, sei lá, viva bem e morra rápido


Todos sentamos em volta da mesa, inclusive o Thomas que só saiu do celular pra ir jogar

 

No meu lado esquerdo estava sentado o Matheus

 confesso, ele era bem gatinho, mas já tinha reparado os olhares que ele e Jully trocaram durante o cainho todo. Matheus tinha um cabelo castanho e curto, eu diria que ele é um meio termo entre Thomas (aquele brutamonte que eu não fui com a cara) e Jake, o loiro desajeitado de olho azul que a Izzy vai pegar mais cedo ou mais tarde.


voltando ao Matheus, ele tem os olhos verdes, que até lembram os meus


Enfim, na minha direita estava Izzy, do lado dela Emily e depois se sentava o Kevin que estava rindo de alguma coisa enquanto conversava com o Jake, e o loiro se sentava ao lado de Thomas, que só estava separado de mim por uma barreira chamada Matheus


logo Jully se sentou na outra ponta da mesa baixa sem cadeiras, de frente para mim

-Esse jogo destrói amizade- disse Jake brincalhão


-Izzy concordou risonha


Ta bom, ai já tava rolando um clima entre os dois, sério, eu sou sensitiva, acreditem em mim, isso não vai parar por ai


Jully embaralhou as cartas e dividiu entre nós distribuindo sete para cada um 


- eu começo- Emily falou jogando um 8 azul


Kevin rebateu com um 2 azul


O jogo seguiu, eu até diria calmo, mas quando chegou em Thomas ele não tinha uma carta adequada pra jogar, logo emburrou o rosto 


-Vou ter que comprar- disse enquanto Emily já preparava uma dose pra ele


Ele virou sua dose  na velocidade da luz, como ele comprou uma carta perdeu a vez de jogar e seguiu para o Matheus que estava do meu lado


E adivinha? O karma me pegou de jeito e eu recebi um lindo "+2" 


Além de ter que comprar mais   carta, eu tive que cumprir o desafio que Matheus fosse fazer, e como não colocamos regras, ele podia me pedir absolutamente qualquer coisa


-Faz um boddy shot na Izzy sei la- Matheus disse meio agitado


A Izzy e eu rimos ao mesmo tempo, a gente acabou criando laços de irmãs, então isso não ia ser uma coisa constrangedora ou vergonhosa 


- Vem- me levantei chamando Izzy-


 Ela veio pra perto e deitou no chão atras de mim enquanto eu levantava a blusa dela até o cós do sutiã


coloquei uma dose da cachaça pura que Jully trouxe da cozinha na pele negra de Izzy


olha, não é por maldade, mas eu queria fazer uma cena bonita ali né
afinal, tenho que dar boas primeiras impressões aos meus mais novos amigos


Então fiquei de quatro com uma perna em cada lado do corpo dela, joguei meu cabelo grande pro lado pra não tirar o privilegio de visão de ninguém
Representei lambendo toda a bebida do abdômen definidinho da minha amiga
levantei da forma mais sexy possível pra uma pessoa desastrada como eu
quando eu e Izzy voltamos pro lugar vimos todos os meninos meio boquiabertos, porquê foi um senão 


- (gargalhei)- bobinhos-


as meninas estavam tão acostumadas com coisas do tipo entre nós 4, nós nos vemos sem maldade nenhuma, estamos mais pra irmãs do que pra qualquer outra coisa


Izzy seguiu o jogo de cartas, e não demorou muito pra outro tomar uma dose


continuamos de dose em dose, e não estavam vindo muitos desafios


 como o jovem no século XXI não pensa muito, resolvemos acatar a ideia da Emily  e brincar de eu nunca


 a cada coisa que você já fez tem que virar uma dose 


-Vamos começar logo- Emily disse distribuindo um copo pra cada um


-Eu começo- Jake falou enchendo os copos


-Eu nunca peguei ex de amigo(a)
  
E vamos de uma dose

-Eu nunca transei em lugar publico- Kevin disse tomando uma dose 


Jully bebeu e todos encararam ela


-Que foi gente, eu ein - Jully 


E fomos nesse jeito, todo o mundo bebendo muito


-Eu nunca quis  ficar com alguém dessa roda- Emily disse enquanto virava um shot encarando Kevin que também virava um


Eu já vou falar pra vocês que eu estava fora de mim nessa hora


enquanto eu virava todo o liquido que tinha no meu copo meu olhar se encontrou com o de thomas que logo após me ver bebendo bebeu também 


ficamos segundos nos encarando até que Jake nos tirasse desse transe chamando nossa atenção pra seguir o jogo

 


não me perguntem como mas quando eu me deparei já estávamos todos na hidromassagem 


Todos estavam só de roupa intima, isso aí ta ficando muito estranho


-A aula de vocês começa segunda?- pergunta kevin sem tirar o olhar de Emily


-Sim, vocês vão fazer que curso? 


todos disseram seus respectivos cursos menos Thomas, que olha o celular e depois diz que tem que ir


o álcool nesse momento já tinha feito tanto efeito no meu sangue que eu confesso que fiquei chateada por ele ir embora 


na verdade decepcionada, por não ter rolado nada


mas pera não ia rolar nada, eu quero distancia dele


-Leva ele na porta Gabriella- Jully disse enquanto me olhava com um meio sorriso


-Ele soube entrar ele sabe sair- eu disse puta da vida


nesse momento Izzy me encarou com todo ódio que uma pessoa podia carregar, aquele olhar significava que se eu não fosse ela ia falar tanto sobre isso na minha cabeça que eu ia me arrepender de todos os meus pecados


-Tá, tá- afirmei saindo da hidro e me enrolando em uma toalha


enquanto isso Thomas já estava vestido me esperando


saí em direção a porta enquanto ele me seguia


quando chegamos na porta eu abri e fiquei esperando ele sair 


-Você fica estranha com essa cara de brava- ele disse enquanto ria


rolei os olhos enquanto ele me fitava 


-Vem cá, você não vai embora não?


-Calma ai estressadinha- ele disse com um meio sorriso que deixava o filha da puta mais bonito ainda
assim que ele saiu pela porta eu a fechei com raiva


fui seguindo caminho pra hidromassagem, só que quando eu cheguei lá eu me deparei com a Izzy entrelaçada no colo do Jake, eles estavam se beijando como se não tivesse amanhã 


e os outros quatro sumiram, não quero nem imaginar o que a Jully e o Matheus estão fazendo no quarto, já que dava pra escutar risadas e gritinhos


a situação não estava muito diferente no banheiro onde estavam Emily e Kevin 


Olha, que baixaria, e que péssima noite pra mim que vou ficar na mão, em todo o sentido da frase


me vesti e fui pra casa preparando meu psicológico pras histórias que elas iam me contar pela manhã 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...