1. Spirit Fanfics >
  2. Devaneios de uma mente bagunçada >
  3. Partida

História Devaneios de uma mente bagunçada - Capítulo 16


Escrita por:


Capítulo 16 - Partida


'' Nunca volte para aquilo que te destruiu'' - Madame CJ Walker

Tudo bem se você decidir que não quer mais, que não vale a pena, que não compensa. Seja lá o que decidir deixar pra trás, tenha certeza de que os seus motivos são suficientes pra não ter arrependimento. Se você tem que ir, vá. Mas não volte dizendo que sentiu saudade depois de eu ter chorado pela sua partida, não confunda a minha mente dessa forma quando o amor nunca deveria ser confuso.

Quem ama tem certeza. E eu não posso permitir que toda a certeza que eu tinha sobre nós seja recebida com insegurança, porque não é isso que eu mereço. Eu gostei tanto de você, muito mesmo. Gostei o suficiente pra me permitir imaginar uma perspectiva de futuro que não era solitária, gostei tanto que te incluí nos planos que antes eram só meus e sei que vai doer olhar pra eles sabendo que você não vai participar.

Mas se você decidiu ir embora, eu posso lidar com isso, eu sei que posso. A sua partida não foi a única com que eu tive que lidar, e se eu sobrevivi ás outras, não é a sua que vai ser diferente. Mas não seja insensível a ponto de dar meia volta e dizer que sente a minha falta quando eu ainda luto para aprender a não sentir a sua.

Claro que eu te perdoo, e é claro que eu te desejo o melhor. Mas se a sua forma de me amar é tão incerta de um jeito que terei sempre que estar preparada pro momento em que você mudar de ideia sobre nós e decidir ir embora de novo, então eu prefiro que você vá de uma vez. Me recuso a ser uma dessas pessoas que dá segundas chances que se transformam em várias, escolho a honestidade de assumir que o amor existe, mas não é suficiente.

Apesar de gostar muito da sua companhia, sei que a vida ainda é boa sem você.

E sei que quando sentir a sua falta vou querer esquecer disso, vou pensar ''talvez ele tenha mudado, talvez funcione agora, talvez eu tenha me precipitado''. Mas escrevo pra me lembrar de não ceder.

Não vai ter nenhuma ligação minha no seu celular

Não vou mandar mensagem perguntando se você sente a minha falta

Não vou olhar suas redes sociais pra tentar descobrir se você seguiu em frente

Não vou fazer isso comigo mesma. Não vou ser pra você o que você foi pra mim

Não vou bater na sua porta dizendo que me arrependi e que preciso de você

Porque talvez eu te queira. Muito. Demais

Mas não preciso de você.

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...