História Devastation - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Girls' Generation
Personagens Hyoyeon, Jessica, Seohyun, Sooyoung, Sunny, Taeyeon, Tiffany, Yoona, Yuri
Tags Apocalipse Zumbi, Chanbaek, Drama, Ficção, Morte, Soosun, Suspense, Taeny, Taeyeon, Terror, Tiffany, Virus, Yoonhyun, Yulsic
Visualizações 163
Palavras 1.348
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, LGBT, Luta, Mistério, Orange, Romance e Novela, Sci-Fi, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OII, Sentiram minha falta? Eu sei que não bdksjs

Me desculpem a demora, eu estava indisposta, podemos dizer. Eu estava meio ruim e n queria acabar cagando mt o capitulo.

Bom, o capítulo ta meio meeh, mas no próximo tentarei recompensar, vou dar meu melhor.

Capítulo 7 - Charpter Seven


 - Então podemos ir sim. — Disse sorrindo fraco — Chegando lá também temos que encher o tanque. — Falou por fim e logo o silêncio reinou.

~•°•°•~

- Fany, acorda. — Alguém me chamou, recebendo um resmungo meu.

- Tiffany, você não queria ver se seu amigo está vivo? — Falou impaciente, pela voz era a Jessica.

- Uhum — Respondo coçando os olhos.

Não sei como mas eu consegui dormir escorada na parte de trás da cabine.

- Então acorde, você sabe mais ou menos onde é? — Agora quem perguntou foi a Hyo.

- Ah, eu lembro que ele já tinha me dito que era perto de um mercado ao lado de um prédio — Disse sorrindo amarelo enquanto todos, menos Yoona pois estava dormindo, a olhavam com cara de "É sério, Tiffany?".

- Você está brincando, né Fany? — Perguntou Hyo.

- Éer…não… — Encolhi meus ombros.

- Puta merda, Fany. — Disse Jessica.

- Mas se eu não me engano, também é perto de um posto de gasolina. — Falei tentando me recordar.

- Apenas me responda, é perto? — Perguntou logo recebendo um aceno positivo de minha parte. — Já veio visitar ele? — Jessica estava pensando.

- Uhum, eu vou me lembrando dos lugares, não se preocupe. — Disse me esforçando para conseguir lembrar.

~°•°•°~

Depois de milenios e a Gasolina estar na reserva conseguimos encontrar o lugar onde é perto da casa do meu amigo.

Hyo foi encher a gasolina com Yoona, Sica e Baek enquanto eu e o Chanyeol fomos procurar meu amigo.

Felizmente consegui achar a casa dele e agora espero que ele esteja vivo.

Chany foi me seguindo atento caso aconteça algo.

Já preparei minha amiga katana que sempre esta comigo, logo me preparando para posicionar para abrir a porta porém fui impedida por Chanyeol.

- Deixa que eu abro, é melhor. — Logo em seguida se posicionou abrindo a porta.

Assim que ele adentrou vejo uma sombra prensando-o na parede.

- Urgh! — Chany gemeu de dor quando foi prensado.

Rapidamente dei um chute na pessoa, que foi desviado, assim que fui soca-lo ele pegou minha mao e assim consegui ver seu rosto.

- Jackson?!

- Fany? É você? — Ele ainda não havia me soltado.

- Ele é o seu amigo que a gente veio procurar? — Chanyeol que até então apenas observava se pronuncia.

- É sim. — Afirmei logo abraçando meu amigo — AAAAAA Eu senti tanta a sua falta…fiquei com medo de não achar você.

- Eu também senti muito a sua falta, pequena. — Falou me confortando.

- Vocês dariam um belo casal. — Chanyeol comentou sorrindo. Ele estava de costas para a porta que até então estava aberta.

Logo vi um zumbi pronto para atacar Chanyeol. Rapidamente peguei minha faca, que felizmente deixei fácil pra mim pegar, e avancei em direção a Chany acentando a cabeça do zumbi em cheio.

- Credo menina, não me assusta assim! — Disse Chanyel com a mão direita no peito com cara de quem acabou ver a vida passar pelos seu olhos — Eu achei que você ia me assassinar, sua ridícula!

- Foi mal, Chany — Me desculpei rindo, logo o afastei e fechei a porta. — Jackson, nós temos quer voltar até onde nosso grupo está, vamos? — Perguntei para o querido que estava rindo da cara de Chanyeol.

- Vamos, aonde eles estão? — Perguntou.

- Num posto aqui perto. — Falei — Aliás, foi difícil pra achar essa sua casa. Eu não lembrava aonde era. — Falei fazendo bico.

- Também né, sabe nem o caminho da sua casa para o mercado, então…imagina em outra cidade. — Me zoou.

- Ta feio mesmo, hein Tiffany. — Chanyeol tirou sarro.

- CALÚNIA! — Eu não sou tão ruim assim em questão de caminho, poxa.

- Vamos ao posto la onde ta o restante. — Chany falou já abrindo e saindo pela porta.

~°•°•°~

Chegando ao posto, vimos que as meninas e o Baek estavam já dentro do automóvel.

- Cadê seu grupo? — Perguntou Jackson.

- Tão dentro da Hilux ali, ó. — Falei apontando para a camionete.

- Ah sim.

Chegamos perto e logo Jackson comprimentou o restante do grupo.

- Agora que Jackson está aqui conosco, peço permissão para ficar dentro, junto com Baek. — Chanyeol fez carinha de cachorro carente.

- Permissão concedida, Sr.Chanyeol.

- Obrigado — Sorriu o maior.

- Meu casal lindão, vão deixar as meninas de vela…ou melhor, vão segurar uma tocha olímpica. — Falei rindo.

- Cala a boca, sua trouxa. — logo entrou e conseguiu ficar ao lado de Baek.

Jackson subiu na parte de traz e ficou ao meu lado.

- Como assim casal? — Jackson perguntou assim que começamos nossa mini viagem para Jeonjum

- Eles são do vale e namoram. — Falei.

- Legal, eles formam um belo casal. — Disse e eu logo concordei.

- Sim, são muito fofinhos

- Mas eae, como que você tá, menina? Novidades? — Perguntou.

- Nah, apenas desgraceira. — Respondi não querendo falar muito no assunto das perdas que ela teve. — Mas e você, como que estava sua vida amorosa? Alguem te conquistou? — Perguntei curiosa.

- Podemos dizer que sim, ela era muito especial. — Disse, ele estava meio vago — E você?

- Ah, eu estava me dedicando aos estudos e na minha vida de gamer. — Disse simplista — Tive Crush em uma garota, mas ela nem sabia que eu existia. — Comentei rindo da minha desgraça.

- Sim, eu sou bi. — Jackson fez um expressão de surpresa — Não te contei? — Perguntei e recebi um aceno negativo.

- Você tem muita cara de hetero, juro. Não sabia que você curtia a outra fruta também. — Estranhei o seu também, ele deve ter percebido.

- Yah, mas por que "também"? — Perguntei.

- Eu também sou bi.

- Ah, sempre soube. — Zoei.

- Bom, como você falou sobre sua crush que nem sabia da sua existência, irei comentar também. — Falou e logo ficou olhando para o ar pensando.

- Certo, mas se não quiser não precisa. — Falei.

- Eu quero. — Falou dando um sorriso triste.

- Certo.

- Bom, eu estava namorando.

- Oh! Sério? — Perguntei.

- Uhum. — Suspirou — Era um garoto muito lindo, fofo, educado e super gentil. Ele me fez uma pessoa mais alegre. — Enquanto ele falava seu olho brilhava e tinha um sorrinho que logo morreu — Mas logo nesse dia que houve essa droga de vírus ou seila o que, brigamos. — Seus olhos encheram de lágrimas.

Dei um abraço de lado nele.

- Ele saiu de casa e….quando percebi esse tal vírus eu logo fui atrás dele.

- Você o achou? — Perguntei mas logo me repreendi, não é pergunta que se faça.

- Achei mas…mas eu…ele já havia sido mordido…— Sua frase morreu. Eu o abracei para tentar o reconfortar — Eu nem consegui me despedir Fany, eu queria ter pelo menos dito que o amava mais que tudo. Eu fui muito babaca… — Ele soluçava tanto, mas eu não sabia o que fazer.

- Eu sinto muito. — Falei sinceramente — Eu perdi minha mãe, mas eu consegui me despedir…foi melhor assim. — Confessei com um tom triste — Também perdi uma amiga especial, ela foi devorada na minha frente tentando me salvar, foi horrível…se não fosse por mim ela ainda estaria viva…— Não consegui segurar as lágrimas e logo passei a chorar.

- Sinto muito. — Disse com a voz abafada. Ficamos abraçados por bastante tempo.

- Chegamos gente. — Jessica disse pelo vidrinho.

- Bom, agora temos que achar algum lugar. — Hyo falou. Logo me afastei de Jackson e observei o caminho. Havia muitos zumbis e sangue no chão, tinha uns atrás da gente mas Jackson e eu iamos dando um jeito. Eu tinha minha Katana e ele uma machete.

Nós estamos entrando na cidade. Não sei o que vai vir daqui pra frente, mas espero que consigamos sobreviver e nos mantermos unidos.


Notas Finais


Desculpem os erros, até o próximo capítulo gente.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...