1. Spirit Fanfics >
  2. Devil May Cry 6 >
  3. Prologo (Devil May Cry 6)

História Devil May Cry 6 - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Avisando que por razões divertidas isso é só uma fanfic, e que não tem objetivo de falar mau da obra original e muito menos de ofender alguém ou causar brigas, estou fazendo isso apenas porque gosto muito desse game. Me desculpa se isso não é o que você esperava que fosse, mas espero que você pelo menos ria um pouco.

Capítulo 1 - Prologo (Devil May Cry 6)


Fanfic / Fanfiction Devil May Cry 6 - Capítulo 1 - Prologo (Devil May Cry 6)

No Mundo Humano.                                                                                                                               

Nero: Kyrie voltei. Disse abrindo a porta         

Kyrie: Nero. Disse feliz abraçando o seu namorado.                                                            

Nero: Senti saudades Kyrie. Disse dando um beijo na garota que se sente alegre.                   

Kyrie: Nero, o que aconteceu? Perguntou com um olhar curiosa.                                                    

Nero: Dante é meu tio, e ele e meu pai quase se mataram, mas...                                                 

Kyrie: O que foi meu amor, pode falar??            

Nero: Depois de um tempo, nós viramos amigos, mas eles precisaram ir embora.        

Kyrie: Amor, você fez tudo o que pôde.           

Nero: Obrigado por acreditar em mim, Kyrie. 

Kyrie: Nero?                                                                              

Kyrie vê o braço do Nero curado                                                                                

Nero: A é isso é... Acabou voltando ao normal.                                                                                                         

Kyrie: Eu te amo. Disse ela com uma cara fofa e ao mesmo tempo safada.                                  

Nero: Eu também te amo. Falou com o mesmo olhar e a beijando. E os dois se pegam ali mesmo.                                                                                                                                

 

Em quanto isso no Submundo... 

Dante e Vergil estão no submundo fazendo uns demônios chorarem.                                                                                                                        

Dante: Ae Vergil se liga nessa massagem.                                                                                         

Disse o Dante partindo um Fury no meio.                                                                                           

Vergil: A tá se achando o fodão né maninho.                                                                                

E os dois ficaram alí lutando com os demônios por dias, e as vezes lutava entre si.                                                                                    

Vergil: Eu nunca pensei que diria isso, mas fico feliz que tenhamos nos resolvido meu irmão.                                                                                                                                                          

Disse com uma cara de deboche, e o Dante retribuiu.                                                                                                                                                    

Dante: Ae já chega desses tapas e beijos maninho, vêm me dá um abraço aqui vem.                                                             

Vergil: Como queira.                                                                                                                             

E os dois se preparam para atacar com suas espadas que faziam os demônios tremerem.  A luta terminou com um empate, no entanto, eles não percebem que estão nisso a dias o tempo funciona diferente no submundo, dá para ver claramente que eles estão muito mais fortes agora.                                                

E eles dois estavam lá descansando e conversando por um tempão, até que um som de espada arrastando no chão chama a atenção dos irmãos.                                                                                                                                 

Vergil: Quem quer que você seja, mostre sua cara feia.                                                                                                                                                    

Dante: Ei fedorento tá procurando alguém para te dar uma surra?? Porque vc acabou de encontrar. Disse apontando suas pistolas Ebony e Ivory.                                                                                                                                           

 ???: Sparda.                                                                                                                                              

Dante: DISGRAÇADO. Falou furioso já indo pra cima de Devil Trigger.                                                                     

Vergil foi junto mas chegou primeiro, arrancando a cabeça do desconhecido com a Yamato seguido de vários golpes poderosos de Dante com o Cerberus, deu até pena do bichinho.                                                                                                                                                    

Dante: A qual é o problema Vergil, você tem que tentar.                                                                                                                                                   

Vergil: Vamos, você  sabe que ele não tem a menor chance.                                                                                                                                          

 Pronto voltaram a serem eles mesmos.  Masss                                                                                                                                             

???: Sparda.                                                                                                                                                

Dante: ele ainda tá vivo, ahhh mas ele me paga.                                                                                                                                                          

Vergil: Dante espera, deixa o difunto falar. Interrompeu o irmão.                                                                                                                               

???: Vc não manda nesse mundo Sparda, o grande imperador retornará.                                                                                                                 

Vergil: Isso não é bom.                                                                                                                            

Dante: Suas últimas palavras? Disse apontando sua bazuca Kallina mk2.                                                                                                   

???: Preciso chegar até Mallet. Disse fechado os olhos.                                                                                                                                                    

Vergil: Dante temos que ir agora.                                                                                                           

Dante: Vamos.

        



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...