1. Spirit Fanfics >
  2. Devil May Cry: Trajetória da Lady >
  3. Amizade afetiva

História Devil May Cry: Trajetória da Lady - Capítulo 22


Escrita por: CarolVilhena999

Capítulo 22 - Amizade afetiva




No dia anterior, Lady se encontrava novamente na sorveteria mas sem sua melhor amiga de quarto presente e só com companhia de Patty Lewell. Ambas precisavam colocar assuntos acumulados pra fora e cada história deixavam-as boqueabertas. Ann não sabia que a garota ficou chateada porque o caçador do diabo não foi em sua festa de dezoito anos e Morrison fez pedido de cancelamento. " Lamentável, ele nunca vai aprender ganhar respeito com mulheres dessa forma." Dizia enquanto tomava sorvete de baunilha e a moça soltou uma leve gargalhada. " É, tem razão. Vocês se dão muito bem mesmo com cobrança de dívidas. " 

A conversa vai e a conversa vem, os irmãos gêmeos chegam para atrapalhar às fofocas em dia das meninas e elas não se importaram. Eles sentaram ao lado delas, Dante perto de Lewell e Vergil perto da Ann. O quarteto foram pedir sundae de morango enquanto Bianca chegava atrasada mas ficou assustada com um novo cliente e ela sentiu arrepios enquanto sua melhor amiga a notou e acenou para cumprimentá-la. Aproximou-se, foi conversar diretamente com a Mary sem olhar para os demais. " Você voltou! Como foi? " Lady sorriu e comentou daquilo ter acabado mas não foi feito por ela para exterminar aquelas raízes e acabou apontando como agradecimento para os filhos de Sparda. 

" Acho que te conheço. " Dizia o espadachim da Yamato com um olhar distraído por alguns instantes na mulher dos olhos heterocromáticos e seu irmão deu risada porque ambos começaram a ter amizade afetiva por ali mesmo. Patty ficou emburrada ao lado do sobretudo vermelho, aquele convite recusado ainda estava batendo em seus pensamentos, sua expressões não disfarçarvam enquanto o caçador de demônios percebera. " Não fique chateada por isso. Nem deu tempo para comer bolo, estava muito ocupado dentro do portal demoníaco. " Ele acariciava o cabelo loiro caramelizado da garota. 

" Você queria arrancar informações sobre o seu irmão gêmeo, me ecoando pela parede impondo sua espada. " A mulher gesticulava com a colher de plástico enquanto tomava sundae e o de sobretudo azul coçou seu queixo liso enquanto relembrava aquele momento. " Ah...isso foi a muito tempo. " Seu irmão ficou com um ar de dúvida perguntando de não ter comentado sobre esse encontro subliminar. " Isso não é da sua conta. " O homem meio demônio de cabelo penteado pra trás cruzava os braços por ter ficado incomodado. 

Mary deu tapinhas no ombro do espadachim. Ele ficava emburrado após ter terminado de tomar sorvete ignorando por segundos a presença da caçadora rindo da cara dele por causa do seu amigo porque havia entendido errado o contexto da pergunta enquanto Lewell pedia mais uma dose para Bianca. Alguns minutos depois, Nero e Nico chegaram ao local jogando duas maletas recheadas de dinheiro. " Pela cortesia da artesã com ajuda do aleijado. " A armeira tirava onda com seu parceiro e ele ficava balançando a cabeça pela negação da piada.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...