1. Spirit Fanfics >
  2. Devil May Cry: Trajetória da Lady >
  3. Em chamas

História Devil May Cry: Trajetória da Lady - Capítulo 23


Escrita por: CarolVilhena999

Capítulo 23 - Em chamas






Essa noite estava com um clima estranho. Alguns morcegos demoníacos pairavam entre os prédios, não sabia de onde eles saíram mas alguém estava caçando informações e era Trish enquanto pulava baixo entre as casas para não chamar atenção daquelas criaturas enquanto os observava pelas sombras dos postes. Ela parecia estar entretida com aquele assunto dada pelo seu meio irmão, ele lhe dissera sobre uma nova orda de ninhos para acabar com linhagem do caçador de demônios. 

Na fachada da agência, o proprietário estava tirando cochilo em cima do seu escritório enquanto rolava algumas músicas pela jukebox porque os demais já foram embora e só sobrou seu irmão e sua melhor amiga e ambos estavam quase juntos. Lady estava com a imagem da mulher daquele retrato em seus pensamentos, preferiu guardar para si sobre essa informação enquanto Vergil, percebeu seus gestos de preocupação. Ele perguntava mas nem isso a mulher o respondia porque estava percebendo algo anormal. 

A morena andava quase em círculos, decidiu subir pelas escadas da loja indo no quarto do seu amigo até sentar na cama. Cruzou-se às pernas, inclinou o corpo pra frente, usou seus antebraços como contrapoio, apoiou-se às mãos aveludadas em seu rosto macio e observava pela janela pequena apreciando a lua. " Estranho, muito estranho. Aonde Trish se meteu? Desde ontem ela agiu de forma imprevisível depois de me ver perdida pelo meu passado e agora o irmão do meu amigo e essa mulher com mesmo rosto dela mas sei que é totalmente diferente. " Ela se questionava por um bom momento. 

O sobretudo azul ficou com uma expressão amarga depois que acabara de ver. Nunca se sentiu tão arrepiado por causa daquela mulher, não aparentava ser literalmente uma humana pelas suas ações ou nunca tinha visto uma pessoa agir de forma sombria. Porém, seu irmão gêmeo acordou do cochilo, esticou-se e lembrou da Kallina Ann e recordou para conversar com Mary porque ficou devendo essa pra ela. " Ei, Vergil. Você viu a Lady? Juro que tinha a visto junto com você, reparando às sujeiras dessas cortinas e até precisam ser lavadas e vou pedir para Lewell limpar porque foi culpa dela." O espadachim apontou para cima enquanto seu irmão sacou na hora e foi atrás da mulher. 

" Você parece estar amuado irmãozinho. Está com medo? " Tirava sarro do mais velho. Vergil ficou irritado mas não podia entrar em conflito porque nem era a propriedade dele pois, se causar brigas, o patrimônio ia para o brejo. Ele apenas sorriu de canto como sim em resposta enquanto o mais novo foi conversar com Ann lá pra cima e ele resolveu trancar o espaço meio apertado. A mulher dos olhos heterocromáticos estava muito pensativa, Dante podia pressentir dela estar com pressentimento ruim e não demorou muito em quem ela estava pensando. " Olha, você aceita minhas desculpas? Porque até posso te ajudar com relação desse clima estar esquisito. " 

Sua amiga olhou igual aquele dia quando se encontraram pela primeira vez dentro daquela torre, o caçador ficou arrepiado só de lembrar desse acontecimento mas no fundo estava gostando e ele era viciado em adrenalina. Depois de cinco minutos, Mary estava explicando sobre justamente  hoje, por estar com algo indiferente mas Dante achou que fosse seu irmão e ela balançou a cabeça como não em resposta e sim sobre a loira de cropet preto. " Estou sentindo algo quando meu pai estava vivo, tinha em volta dele alguns morcegos demoníacos e isso soa caos. " Seu amigo ficou surpreso e logo concordava porque o mesmo sentia. 

Entretanto, o meio demônio de cabelo branco espetado avistou Dante e Lady descendo pelas escadas com um ar de que havia algo de errado, tentou esconder seu medo daquela mulher mas ela estava sorrindo e quase o tornando um alvo de piada. Enquanto isso, Trish voltou para a fachada mas não foi muito bem recebida e percebeu que os três estavam apontado e questionando-a por onde ela se envolveu ou andou pela cidade de Red Grave. " Ei, não estou contra vocês. Podem abaixar suas implicâncias porque vou explicar. " O trio não se importavam muito até ela justificar. " Ontem, estive em contato com uma das criaturas do submundo, descarreguei meus poderes contra os morcegos para afastá-lo e hoje também fiz o mesmo porque alguns cantos desse lugar está em chamas. "

O caçador do diabo ficou aliviado. Notou-se nitidamente enquanto Mary relaxava seu corpo por receber uma notícia óbvia porque estava quase ficando paranóica enquanto o irmão mais velho ficou mais tranquilo mas não abaixou a guarda enquanto a loira terminava de explicar sobre um suposto ninho para acabar com a linhagem de Sparda. Os irmãos ficaram enfurecidos porque essa notícia já havia sido encerrada há muito tempo atrás mas a teimosia dos demônios retornaram depois de anos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...