1. Spirit Fanfics >
  2. Devil or not? - NCT >
  3. O irmão perfeito

História Devil or not? - NCT - Capítulo 114


Escrita por: Love_Dreams

Notas do Autor


O título tá mais para opinião próprio pq esse homi é muita areia para mim

Boa leitura

Queria um feedback

Capítulo 114 - O irmão perfeito


Fanfic / Fanfiction Devil or not? - NCT - Capítulo 114 - O irmão perfeito

Uma coisa leva a outra: Isso minha tia sempre me contou e fazia eu e meu primo nunca mentir porque uma hora iriamos descobrir. – Mas ter o MoonBin encarando o YangYang com olhar de julgamento como se o menino estivesse feito algo errado, foi o que me deixou quieta, não me atrevo a nem dar um suspiro profundo ou qualquer movimento que possa ter atenção deles. Até mesmo YangYang está evitando olhar diretamente ao rapaz.

Vamos as explicações, ao que parece a namorada do YangYang é irmã caçula do MoonBin, ela se chama Moon Sua. – Então ela é prima da Chang e ao que parece, YangYang é o tal ‘namorado’ que MoonBin foi ao jantar que sua irmã organizou. – Se não entenderam, a pequena discursão antes de nos acomodamos em uma mesa foi bastante explicativa. – Porque MoonBin logo que encarou o YangYang pensou que o rapaz estava traindo sua irmãzinha. YangYang até tentou esconder-se, mas já era bem tarde. – Agora estamos sentado em uma pequena lanchonete onde a Jiwoo e Yejun estão brincando no parquinho enquanto esperamos os lanches deles e os nossos:

- De onde se conhecem? – YangYang perguntou olhando para mim anulando a existência do rapaz.

- Foi ele que me ajudou e me trouxe para Seul. – Quantas vezes eu teria que tocar neste assunto, para explicar o motivo de conhecer alguém?

- Não tinha outra pessoa? – YangYang sussurrou e aquilo era demais. – Só para saber.

- Posso perguntar algo? – Moon Bin finalmente comentou algo depois de dez minutos inteiro calado.

- Ne. – respondi olhando para ele que mudou seu olhar do YangYang para minha direção.

- Há quanto tempo vocês se conhecem?

- Não sei. Acho que tem uns cinco anos ou mais. – respondi, na verdade nunca conferi e nem fui boa em datas tanto é que os aniversários eu tenho lembrete para não esquecer nenhum deles.

- Ah. Então vocês já? – ele enrolou suas mãos e fez uma simulação de beijos entres as duas mãos.

- Não! – Eu e YangYang respondemos juntos. – Ele é como um irmão mais novo, sem falar que a mãe dele me conhece e meio que confiou a mim sobre os cuidados do filho dela assim que ele chegou na Coréia do Sul. – a expressão de alivio que e Moon Bin ao ouvir o que falei foi mudando e ficando bem mais amigável.

- É muito bom ouvir isso. – ele pegou o copo e colocou água, mas quando me virei para ver o YangYang, ele não estava nada animado. – Nossa comida. Vou chamar os meninos! – ele saiu da mesa e a garçonete foi colocando nossa comida.

- Que cara é essa. Ele já até ficou animado. – falei ajudando a garçonete espalhando as coisas sobre a mesa.

- Esse cara me tira do sério e olha que eu nem conheço ele direito. – o menino ficou frustrado. – Ele trabalha em quê, você sabe?

- Bom, comigo. – YangYang ficou imóvel naquele momento. – O que foi, está sentindo algo? – coloquei minha mão em sua testa checando a temperatura dele e nada de errado era visível de se ver.

- Ele trabalha com você. Ele também vai para empresa agora de noite? – neguei sua pergunta e naquele momento o rapaz suspirou. – Menos mau. Mas como ele parou lá? Tipo ele é todo jeitoso, anda de terno e gravata, é chato conversar com ele.

- Não é chato conversar com ele YangYang e sobre o trabalho dele. Ele é primo da Chang e do Moon Taeil. – pedi para ele ficar quieto quando as crianças chegaram.

- Omma! Foi muito legal o escorrega é maneiro. – meu filho estava suado e já estava sem o casaco.

- Cadê sua roupa? – perguntei limpando o rostinho do menino.

- Com o hyung. – ele apontou para direção do Moon Bin que vinha trazendo a filha no colo e os casacos juntos.

- Ele não é hyung, Yejun. – YangYang cutucou meu filho, atraindo atenção dele. – Ele é ajhussi.

- Por favor YangYnag, não confunda meu filho. – pedi olhando a hora em meu relógio. – Não vai dar para mim comer. – coloquei meu filho na minha cadeira e me abaixei ficando a sua altura. – Mamãe vai trabalhar. Vejo você amanhã quando for para escola.

- Já está indo? – MoonBin perguntou, confirmei ainda na mesma posição para conversar com Yejun. – Mais você nem jantou? Se quiser posso pedir para embrulhar o seu. – neguei beijando a cabeça do meu menino e me levantando.

- Não precisa. Caso fica pode embrulhar e. YangYang pode levar para casa. – me curvei e agradeci ao Moon Bin. – Obrigada pelo convite.

- Farei outro para compensar o de hoje. – ele sorriu e aquele sorriso é lindo. – Tenha um bom trabalho.

- Obrigada.




*****




Cheguei bem na hora, ainda achei o Kun rodando pela empresa. Fui para o setor jornalístico organizar o site e atualizar informações necessárias sobre os assuntos mais preocupantes e assuntos sobre fofocas. – O que menos me atraí. – fui deixar o roteiro aos jornalistas da madrugada que por incrível que pareça são dois, um casal falam que ambos são casados e que o homem está sempre dando em cima das novatas, avisaram para eu manter distância:

- Se ele te chamar, não vá “S/N”. – minha supervisora foi bem clara sobre o assunto.

- Mesmo se eu quisesse eu não iria, fica tranquila, ele não faz meu tipo e mesmo se fizesse eu nunca me envolveria com um homem casado. – ela fez um sinal de positivo com as mãos e sorriu.

- Volte ao trabalho minha pupila. – ela sempre foi boa comigo, ainda mais depois das loucuras de perseguição da Chang.


Notas Finais


Aha aha aha... então... próximo já está até pronto. Mas meu celular descarregou então sairá amanhã de noite talvez.


Amo vcs... ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...