1. Spirit Fanfics >
  2. Devil side (casamento arranjado) >
  3. Capítulo 59-Final Part.2

História Devil side (casamento arranjado) - Capítulo 61


Escrita por: e DeeAmi


Notas do Autor


OIII pessoal! Tudo bom com vocês??
Peço desculpas porque quase me esqueci de postar o capítulo, minhas aulas começaram hoje e estava com muita coisa na cabeça. Mas, consegui lembrar a tempo de postar hoje, Amém!
Então,como a Fanfic está na reta final, demora um pouco mais para sair cap novo por conta de estarmos ajeitando para ficar tudo certinho para vocês!
Esse será o penúltimo capítulo. Sim, haverá uma parte 3!
Espero que gostem e boa leitura💜💕
By: DeeAmi💕

Capítulo 61 - Capítulo 59-Final Part.2


Layla on

Ultimamente me afastei da minha amiga, sn na não é mais a mesma mulher forte e alegre que conheci, ao invés de lutar pelo amor preferiu se acomodar com a vidinha pacata ao lado de yoon.

Não queria ter vindo a esse noivado mas Isaac e eu fomos praticamente obrigados pelos garotos, afinal nenhum deles viria pois iriam ficar ao lado de tae nesse fatídico dia , como não iria vim sozinha Isaac foi o contemplado a me acompanhar nesse show de horrores, e aqui estamos nós cercados por estranhos completamente deslocados :

Isaac: ainda não vi sn apenas yoongi

Layla: talvez Ela tenha voltado a si e desistido dessa maluquice

Isaac: ainda não entendi como as coisas chegaram a esse ponto

Layla: yoongi passa a segurança e estabilidade que sn acredita querer, para ela Tae é um degenerado ou algo do tipo. Ela até pensou que ele é Sakura tivessem um caso, mesmo eu dizendo que não.- solto uma risada nasal

Isaac: de onde ela tirou essa ideia maluca?- parecia perplexo

Layla: teve um dia em que ela foi atrás dele para reatar, chegando lá ela viu os dois se abraçando como amigos, mas sabe como é gato escaldado tem medo de água fria e por isso tirou suas próprias conclusões.

Isaac: espera, está me dizendo que sn pensou em reatar ?

Layla: tá surdo ? – falo com deboche

Isaac: meu irmão sempre acreditou que ela o odiasse, por isso tae se afastou para ele sn nunca quis voltar

Layla: está me dizendo que esses dois otarios estão esse tempo todo separados por causa de maus entendidos e que ambos se amam e um simples diálogo poderia ter resolvido tudo?

Isaac: não exatamente nessas palavras, mas sim

Layla: seu irmão é idiota porque não tentou falar com a minha amiga

Isaac: espera aí, não fala assim dele, se não fosse por ele vocês estariam na ruína, ele é um bom homem- diz bravo

Layla: o que quer dizer com ruína?

Isaac coça a nunca e parece pensar, ele abre e fecha a boca varias vezes ate dizer realmente alguma coisa, ele me conta todo plano do pai de Sn para prejudica-la e como taehyung agiu esse tempo todo pelas nossas costas, no princípio Fiquei com raiva tanto de tae quanto de kook que também me enganou esse tempo todo, mas depois entendi o lado deles, kook foi leal ao amigo e tae não queria usar as mesmas artimanhas de yoon:

Isaac: prometi a eles que não diria , por isso não faça nada precipitado- me repreende

Layla: não somos nós que devemos fazer algo e sim eles, nos somente iremos dar o empurrão necessario- pisco para ele

Isaac: o que vai fazer?

Layla: observe

Pego meu telefone ligando para tae mas cai direto na caixa postal, não desisto e ligo para kook que deveria estar com o amigo nesse momento , não demorou muito para kook me atender:

Ligação on...

Kook: aconteceu algo?

Layla: preciso falar com tae mas ele não me atende

escuto kook chamar pelo amigo, logo tae surge no telefone

Tae: o que houve?

Layla: preciso te contar algo, lembra o dia que s/n foi até a empresa e contou sobre o casamento com yoon?- ele afirma- ela foi com outra intenção, a verdade é que ela queria reatar mas chegando lá ela te viu com a sakura e entendeu tudo errado e fez merda, o motivo dela ter aceitado casar com o cara pálida foi por achar que você e sakura estavão juntos

Tae: O QUE- ele grita

Layla: ela ainda te ama, você não pode deixar minha amiga acabar com a vida dela dessa forma

Tae: eu não sei se ainda a tempo para fazer algo- havia tristeza em sua voz

Layla: você precisa acabar com essa palhaçada, eu vou te mandar o endereço e se você quiser fazer a coisa certa sabe que iremos te ajudar e apoiar

Ligação off...

Envio para o numero de tae a localização e para o de kook por precaução agora basta torce para esse idiota fazer a coisa certa.

Os minutos foram se passando e nada dele aparecer acho que ele não virá, yoongi anucia que sua noiva já iria descer para os convidados impacientes,:

Layla: não posso esperar mais, preciso fazer algo

Saio andando apressadamente atrás de sn, isaac até tenta me impedir mas é em vão , assim que entro no local vejo que yoon vem logo atrás, subo apressadamente mas foi em vão ele conseguiu nos interromper e novamente falhei como amiga.

Conforme a celebração ia ocorrendo tentava me aproximar da minha amiga mas yoongi parecia ter adivinhado e não dava um tempo, quando achei ter conseguido uma brecha aquele idiota a puxa para longe e começa o bride dos noivos em um ato de desespero interrompo a celebração todos me olham indignados, tento dizer novamente sobre minha nova descoberta mas sou interrompida por uma voz masculina, tae surge em meio os convidados e junto a ele os seus fieis companheiros, tae se aproxima de mim:

Tae: pegue isso caso as coisas não saiam bem- ele me entrega uma pasta disfarçadamente

Layla: o que é?

Tae: as provas que precisa caso sn não acredite em mim

Layla: ooww- apenas sorrio e ele se afasta.

...

As coisas saem do controle e tae é expusso antes de conseguir dizer a verdade, eu tento me aproxima mas logo uma nova confusão se inicia entre mim, yoongi e kook.

Kook me puxa para fora, e num ato rápido dou a isaac a pasta ele olha e parece reconhecer o objeto , não houve muito tempo para explicações apenas aviso aos gritos já de longe que ele entregue paras/n.

Layla off

Mais cedo naquele dia...

Tae on

Acordo mais cedo do que o normal, não dormi muito bem essa noite pensando que hoje seria o noivado da S/n com o Yoongi.A cada dia me sinto mais longe dela, queria não pensar mais na S/n... só que ainda não consigo.

Me levanto cabisbaixo e vou até o banheiro para me arrumar e ir para a empresa.Nem me dou o trabalho de ir para a cozinha tomar café porque simplesmente não tenho apetite.

Já na empresa...

Ajeito as mangas da camisa social que já estão na altura dos cotovelos e passo os olhos mais uma vez em alguns papéis relacionados a novos acionistas. Kook que estava junto comigo recebe uma ligação e vai atendê-la, tem uma conversa curta com a pessoa da ligação e me entrega o celular dizendo que era Layla e queria falar comigo, franzo o cenho e pego o celular. Ela então começar me falar sobre a S/n e que ela uma vez veio conversar comigo pra reatarmos e que só não vez isso por causa de maus entendidos, arregalo os olhos na mesma hora e me entristeço por não saber disso antes e agora me vejo sem esperanças de que ela ainda me ame. Layla me diz o endereço onde acontece a festa de noivado e fico pensativo sobre ir atrás de S/n, parece loucura fazer isso na própria festa de noivado dela com o Yoongi,Mas à cada segundo me sinto mais motivado a tentar mais uma vez depois de saber que ela também tinha pensado em fazer o mesmo.

Explico tudo rapidamente para Kook e pego a pasta com o contrato de compra da empresa do pai da S/n e saio rumo ao endereço da festa.

***

Chego no endereço depois de enfrentar um trânsito chato,mas claro que isso não iria me impedir. Entrego rapidamente a pasta para Layla depois de interrompê-la e vou em direção a S/n, tento chamar ela pra conversarmos mais o traste,ou como Layla chama: “Cara pálida”, interrompe e tenho que tomar uma medida rápida para saber se S/n quer mesmo o que foi fazer naquele dia. Beijo ela depois de revelar o que sinto e sou correspondido, sorrio ao perceber que ela ainda me ama e logo em seguida Yoongi surta e sou arrastado pelos Seguranças. Eles me jogam na rua e logo os outros vão saindo. Não consigo deixar o meu sorriso sair do rosto por finalmente poder ter minha família toda junta novamente.

TAE OF

S/N ON

Leio a papelada toda e fico atônica, Tae comprou a empresa para mim não ser prejudicada, e por ter mantido isso em segredo mostra que ele só queria me ajudar, sem se aproveitar da situação e usar isso ao seu favor. Poderia até ter usado isso para me reconquistar mas preferiu agir der uma forma madura usando seus sentimentos como única maneira de voltarmos.Ainda estava em choque, não acreditava que tinha o julgado tanto por pressão de ressentimentos e medo.

-S/n? Filha, posso entrar? -Escuto batidas na porta e saio dos meus devaneios.Abro a porta e abraço minha mãe com lágrimas nos olhos.- O que houve meu amor? Porque está chorando?-Minha mãe diz aflita.

- Eu descobri uma coisa mãe, e não acredito no quanto fui burra e imatura. -Falo entre soluços.- Eu fui uma sonsa tapada por negar e não assumir o quanto ainda queria o Tae e nossa família de novo, fiz conclusões precipitadas e tive medo de persistir no que queria, fui uma covarde, aaish que raiva omma!

-Calma filha, não adianta se xingar, você tem que se acalmar e esfriar a cabeça pra tomar decisões certas a partir de agora, estou aqui junto com você, quer me falar o que descobriu?

Suspiro fundo e começo a contar sobre o contrato que Isaac havia me entregado e sobre as coisas que aconteceram entre mim e Tae durante esse tempo que me afastei um pouco, me sentia tão ruim, talvez se tivesse conversado mais com ela teria me aconselhado e eu não teria feito tanta merda.

-Foi isso omma.- Digo fungando me recuperando do choro. – O que você acha que devo fazer?

-O que Tae fez foi muito bonito, você tem que falar com ele e ver o que ele tem a dizer, o agradeça também e deixe claro que ainda ama ele também.

- Sim! Tenho que fazer isso.-levanto já me preparando para sair mas minha mãe me impede.

-S/n espere, já é tarde. É melhor você pensar melhor como vai falar com o Tae e ir com a cabeça e o coração mais calmos.- Suspiro e assinto me sentando novamente na cama. – E você tem que falar com uma pessoa antes também, ele está lhe esperando a muito tempo?

-Quem?- Franzo o cenho já saindo do quarto.

-Yoongi, você tem que conversar com ele.

-Você está certa, não posso fugir dele.

Caminho até sala e vejo Yoongi sentado no sofá, assim que me vê se levanta e me espera descer.

-Yoongi, você...tá bem?

-Não muito, sabe? Um cara beijou minha noiva no nosso noivado e ela terminou comigo porque ama esse cara. – Diz meio áspero, aperto os lábios e respiro fundo.

- Eu sinto muito por ter feito isso, mas você sempre soube o que eu sentia, nunca escondi.Peço desculpas mas...não podemos ficar juntos.

- Eu sei, você deixou bem claro já. – Fala com uma expressão monótona.- Realmente pensei que poderia te fazer esquecer o Taehyung, mas vejo que fracassei, e vendo o quanto ele também te ama, acho melhor se ficarmos em paz, sem brigas. Antes de namoramos eu era seu amigo, então vou agir normalmente e esquecer o que aconteceu, só me afastarei. Não quero problemas, quero que saiba que não vou guardar ressentimentos, eu mesmo escolhi ficar contigo mesmo sabendo que amava outro, então não ficarei com raiva por ter acabado. E espero que algum dia possamos ter uma amizade novamente se assim você quiser. – Diz com um meio sorriso.

-Muito obrigada por entender, eu realmente espero que você fique bem e ache alguém bem legal. Vou respeitar seu tempo e se quiser uma amiga, não vejo problemas de um dia retornamos nossa amizade.

Depois disso nos abraçamos amigavelmente, com certeza agimos como adultos e tomamos uma decisão madura. Me afastarei como ele por um tempo, acho que precisamos desse espaço. Yoongi é uma boa pessoa, não deixaria de perder sua amizade.

Me despeço dele e o acompanho até a porta. Falo com minha mãe sobre nossa conversa e ela fica feliz por ter dado tudo certo. Vou até o quarto onde meu filho está e o encontro dormindo, deixo um beijo em sua cabeça e saio. Durmo cedo para chegar logo o outro dia.

***

Caminho até a entrada da empresa de Tae, fui até sua casa mas ele já tinha saído. Estou meio nervosa por algum motivo, talvez por imaginar a possibilidade de reatarmos me deixasse assim. Paro em frente a mesa de Sakura e sorrio fechado, pergunto se Tae pode me receber agora e ela responde amigavelmente que sim, que ele com certeza iria gostar de me ver, sorrio e assinto caminhando até sua sala. Me sinto até meio mau por ter pensado em Sakura como uma pessoa ruim por ela gostar de Tae, meu Deus S/n. Bato na porta e escuto tae mandar entrar.Respiro fundo e entro.

E lá está ele, sentado com uma expressão seria sobre sua cadeira giratória com alguns papéis em mãos e seus terno tão alinhado quanto seus cabelos. Porque ele tinha que ser absurdamente bonito tão cedo? Aish, concentra S/n, mas isso fica difícil quando ele me olha e sorri, senti até as pernas bambas. Sorrio contida e caminho para mais perto.

- Bom dia, Tae. – Digo e ele sorri mais largando os papéis.

-Melhor agora, S/n.- Rio fraco por sua fala e me sento na cadeira em sua frente, agora com uma expressão mais séria, tinha que esclarecer minhas dúvidas.

-Então, vim aqui para falar sobre um certo contrato que me deram ontem. -Digo tirando a pasta da minha bolsa. Ele me olha e pega a pasta.

-Primeiro só quero lhe falar que o que fiz não foi para tirar proveito.Tudo que pensei na hora que tomei essa decisão foi em como as coisas iam ficar ruins para você se eu não fizesse algo, quis até mesmo negar isso a mim mesmo por um tempo,mas eu me preocupava e ainda me preocupo com você.- Diz sincero.- Seu pai ia aumentar o preço das peças que vende à sua empresa como uma forma de não falir, e sabendo do contrato que as duas empresas tinham sobre exclusividade de compra, vi que isso iria lhe prender a algo que lhe faria mal, então resolvi tomar essa decisão.

- Eu...nem sei o que falar, obrigada!-Digo desconcertada por lembrar de como o julguei no passado. – Mas, isso não lhe prejudicou,certo?

- Não, não se preocupe, usei o dinheiro das lonjas que vendi. -Franzo as sobrancelhas.- É sério, isso não me prejudicou.- Fala sorrindo torto.- Quer me perguntar mais alguma coisa?

- Não precisa.- Falo me levantando e indo em sua direção, Tae me olha confuso.-Já me disse tudo que queria ouvir.- Digo me sentando no seu colo, agora sua cara de inocente não estava mais lá.

- Quer dizer que...você terminou com o Yoongi.

- Sim, e se você ainda me aceitar, queria nossa família novamente.- Seguro o seu rosto com as duas mãos.- Quero você novamente.- Falo e ele sorrir segurando minha cintura com delicadeza.

-É claro que quero.- Sorrio mais.- E...S/n, acho que devemos desculpas um ao outro, nos machucamos muito, eu te machuquei muito, então... Me perdoe, vou dar o meu melhor a cada dia.

-Te perdoo, e eu lhe peço perdão também, Me senti muito errada por ter sido tão imatura e medrosa, não aceitei que poderíamos ser felizes e tive medo de lutar por a gente, me desculpe. Eu te amo.

- Também lhe perdoo , e não se culpe muito, nós dois erramos, de agora em diante vamos esquecer o passado e focar no presente.- Sorri colando mais nossos corpos.- Eu também te amo.- Tae aproxima seu rosto do meu e sussurra.- Muito...

     Então colamos nossos lábios em um beijo calmo mas ao mesmo tempo, intenso. Nossas línguas se enroscavam em uma carícia apaixonada e cheia de saudades. Não tinha malícia. Era apenas duas pessoas apaixonadas trocando beijos e carícias . Nos separamos com selinhos demorados . Beijo seus rosto e o canto de mais boca por último, só então me afasto. Sorrimos bobos e nos levantamos para nos abraçarmos. Me sinto tão feliz e sei que ele também, seu coração acelerado não nega. Ficamos assim por um tempo olhando pela enorme janela do seu prédio o movimento da rua e trocando mais alguns sorrisos e beijos.


Notas Finais


Eitaa, o que acharam?
Tivemos a visão do Tae e Layla, S/n se ligando nas coisas e reconciliações...
Uuh, muitas coisinhas haha👀😂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...