1. Spirit Fanfics >
  2. Dez Vezes Sobre Nós >
  3. Chuveiro

História Dez Vezes Sobre Nós - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Só uma informação que julgo relevante: esse capítulo é a continuação do anterior. Passa-se no mesmo dia. E os Taekook ainda estão no quarto de espelhos que o Jungkook alugou, só que agora em outro cômodo.

Capítulo 7 - Chuveiro


Jungkook era um homem de palavra, disso Taehyung tinha certeza. Ele realmente tinha cuidado muito bem de si. Lavara seus cabelos e também não hesitara em limpá-lo com todo o cuidado e gentileza. 

E foi assim que pararam na atual situação em que estavam, com o Jeon cuidando do hyung de outra forma que ele gostava ainda mais. 

A água do chuveiro estava quente; o box de acrílico transparente embaçado e salpicado por gotinhas d'água.  

Jungkook tinha as duas mãos sobre os mamilos do Kim e o puxava de encontro ao seu peitoral quase com a mesma intensidade que investia dentro dele. 

Os gemidos se misturavam com o barulho da água quente que escorria do chuveiro e caía entre seus corpos, deixando ainda mais audível aquele som dos quadris de Jungkook colidindo contra as nádegas do Kim, que gemia baixinho e agoniado em excitação; ambas as mãos por cima das mãos do mais novo, que agora acariciava seus mamilos e vez ou outra os beliscava com a ponta dos dedos.  

Taehyung sentiu uma fisgada ainda maior em seu baixo-ventre no momento em que Jungkook investiu ainda mais forte contra si e colou ainda mais o peitoral as suas costas. O Kim gemeu mais alto e arrastado, levando a destra até seu próprio pênis e o bombeando com rapidez. 

Jungkook mordeu o lóbulo da orelha esquerda do hyung ao passo que seguia com a destra para o pênis dele. 

— Eu faço. — Jungkook afirmou com a voz um pouco rouca, porém firme. 

O Jeon assumiu a masturbação no pênis do hyung ao passo que investia ainda mais dentro dele. 

O calor se fazendo ainda mais sufocante dentro do banheiro. Os gemidos se misturando com a água quente que ainda caía entre seus corpos. Os cabelos molhados e grudando na testa de ambos, que tinham os olhos semicerrados tanto devido ao prazer quanto à água que às vezes insistia em pingar em seus olhos. 

Taehyung gemeu alto e jogou a cabeça pra trás quando o polegar do Jeon rodeou e apertou sua glande inchada e sensível. Estava muito perto de gozar e agora já não sabia muito bem o que fazer com as mãos. 

— Me beija, amor. — Jungkook pediu. 

Na mesma hora o Kim seguiu com a mão direita para a parte de trás do pescoço do mais novo e inclinou a cabeça para trás como pôde, assim buscando os lábios dele em um beijo calmo e muito molhado. 

Jungkook tinha as bochechas coradas devido ao vapor quente do chuveiro e Taehyung achava uma graça o jeitinho que ele gemia doce e baixinho sobre seus lábios enquanto tentava manter o ritmo das estocadas em seu interior e a masturbação constante em seu pênis. 

Ambos estavam próximos de seu limite, e quando o Jeon sentiu Taehyung tremelicar sobre seu peitoral e esmagar ainda mais seu pênis, ele se concentrou em aumentar o ritmo das estocadas, agora tendo a mão esquerda segurando na cintura do Kim enquanto a destra agora era completamente melada pelos jatos de sêmen do hyung. 

O Kim gozara muito rápido, gemendo baixinho sobre os lábios do Jeon, quase nem conseguindo mais se manter de pé e agora se contraindo ainda mais ao redor do pênis dele, que quebrou o beijo e tratou de segurar o hyung firmemente pela cintura. 

— Ah... Kookie... — Taehyung murmurou. 

Jungkook investiu ainda mais contra o Kim, estava quase no seu limite também. 

— Amor... — O Jeon chamou, já ofegante e cansado. — Vou gozar fora, tudo bem? Não quero... sujar você todo de novo. 

Taehyung deu uma risadinha gostosa e empinou um pouco mais sua bunda, a forçando para trás. 

Jungkook gemeu mais alto e apertou a cintura do Kim com força; e esse foi o sinal que o hyung precisava para dar um passo para frente e retirar o Jeon de dentro de si, virando-se de frente para ele. 

Agora a água quente do chuveiro caía bem em cima das costas de Taehyung, que fez questão de se pôr de joelhos sobre o piso do box do banheiro. 

— Vou engolir tudo. — Ele sorriu com aquele ar convencido de sempre e segurou o pênis do Jeon pela base. 

Jungkook contraiu os dedos dos pés e sorriu, soltando um gemido de satisfação quando o hyung abocanhou seu pênis por inteiro. 

— Ahhh... — O mais novo gemeu, sentindo uma fisgada forte em seu baixo-ventre. — Porra, amor... — Praguejou mordendo os próprios lábios e agarrando os cabelos molhados do hyung, que acelerara os movimentos de vai e vem com aquela boca gostosa e habilidosa por toda a sua extensão. 

E não foi preciso muito mais tempo para que o Jeon finalmente gozasse gemendo o nome de Taehyung, que segurava nas coxas do namorado com força e fazia questão de engolir cada jato do sêmen dele. 

Jungkook pôde enfim gemer satisfeito e relaxado, soltando os cabelos de Taehyung e o puxando para cima, o ajudando a ficar de pé. 

— Você é gostoso de todas as formas possíveis. — O Kim lambeu os próprios lábios e jogou a franja molhada para trás com a ponta dos dedos. 

Jungkook sorriu abertamente e deu dois passos à frente, rodeando a cintura do hyung com seus braços fortes. Taehyung devolveu o abraço. Ambos de olhos fechados e deixando que a água quente e relaxante do chuveiro continuasse a cair sobre seus corpos. 

— Te amo. — Jungkook disse enquanto escorava o queixo no ombro do hyung. 

— Eu sei. — Taehyung riu baixinho. Aquela risadinha gostosa e convencida que o Jeon tanto amava. 

— Você adora nunca dizer de volta. — O mais novo murmurou. — Adora me provocar. 

Taehyung voltou a rir baixinho e acariciou as costas do namorado. 

— Quero de novo. — O Kim afirmou. 

— Nossa hora aqui 'tá acabando, amor. — Agora foi a vez do mais novo rir. — E hoje eu que tô acabado.  

Taehyung desencostou o queixo de Jungkook de seu ombro e segurou o rosto dele entre suas mãos, os guiando um pouco mais para o lado do chuveiro. Ele secou o rosto do mais novo com as mãos e arrumou a franja dele para o lado. 

— Quero te ver de novo no próximo final de semana. — Sorriu. 

Jungkook sorriu de volta e beijou os lábios do Kim com carinho. Não pareciam que iam desgrudar um do outro tão cedo. 

— Onde? 

— Na minha casa. Eu comprei um sofá novo. 

Jungkook riu. 

— Ótimo. Eu estarei lá pra você fingir que vamos assistir a um filme na sala. 

— Yah! — Taehyung protestou, empurrando o mais novo levemente no peito. — Eu ia mesmo sugerir um filme antes. 

— Tudo bem. — Jungkook voltou a rir e foi empurrando o Kim para trás, de volta para debaixo do chuveiro. Era errado, mas eles não estavam se importando com os litros de água sendo gastos no momento. — E a que horas vai começar a sessão de cinema? — O Jeon questionou. 

Taehyung, agora de olhos fechados, passava os dedos por entre os fios de cabelo encharcados do mais novo. 

— Sábado às 9?  

Jungkook assentiu e roubou um selinho do Kim. 

— Sábado às 9. — Confirmou. — Espero que o sofá novo seja confortável e resistente. 

Taehyung riu. 

— É por isso mesmo que preciso de você lá. Pra gente testar. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...