História "Dia de irmãos" - Thorki - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Thor
Personagens Fandral, Lady Sif, Loki, Thor
Tags Thorki
Visualizações 292
Palavras 2.471
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Lemon, LGBT, Magia, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Temos ai uma one shot que eu tinha feito no caderno, achei e digitalizei se divirtam....

Capítulo 1 - One shot


Fanfic / Fanfiction "Dia de irmãos" - Thorki - Capítulo 1 - One shot

Loki on



Estava sentado em um banco próximo a arena de treinamento, Thor e seus amigos estavam treinando combate corpo a corpo, enquanto eu lia meu belo livro de feitiços, como sempre fazia, ate o loiro resolver se aproximar, todo suado e com um sorriso que ia de orelha a orelha, como aquele sorriso me encantava, já tinha um tempo em que eu me pegava admirando aquele loiro que agia como um brutamonte.

Thor:. quer vir treinar com a gente irmão? -ele esperava a resposta ansiosamente, eu olhei para seus amigos que faziam sinais de que iriam me estrangular se eu aceitasse a proposta, eu não os culpava, depois de tudo que fiz...

Loki:. bem... eu sou péssimo em combate corpo a corpo -disse já me sentindo mal ao ver aquele sorriso que eu amo tanto se desfazer rapidamente

Frandal:. é verdade alias se ele usar magia será injusto -ele se aproxima de nos dois- vamos Thor?

Thor:. vai indo na frente.. -o loiro ia em direção ao castelo sem justificar o por que..

as pessoas de Asgard não gostavam de mim, isso incluía os amigos de Thor, eles me odeiam... aproveitaram a ausência do Loiro para me atormentar, como geralmente acontecia, jogavam meu passado na minha cara com esperança de que eu fosse embora

Sif:. você sabe que um gigante de gelo nunca iria ao trono né? - ela fala como se disse-se algo obvio- não sei nem por que você tentou - ela começa a rir em um tom debochado me relembrando a época que estava mal, por descobrir ser adotado

Frandal:. por que é que Thor insiste tanto em você? -ele pergunta mas pra si do que para mim -não deveria nem ser bem vindo em Asgard -meus olhos já estavam marejados e ardiam

meu coração estava apertado e meu único instinto foi correr dali o mas rápido que podia, só queria parar de existir para sempre, acabei esbarrando em alguém, estava pronto para pedir desculpas e voltar a correr para o meu quarto, porem essa pessoa me abraça e retribui sem pensar, precisava daquele abraço, mas aquele abraço era mais reconfortante que o normal me sentia seguro nele, esse abraço me acalmou em questão de segundos, pude sentir o cheiro inconfundível ... Thor, eu estava abraçado ao mesmo de um jeito tão intimo e bom, tinha que ser ele, em que outro abraço eu me sentiria assim? nem nos abraços de Frigga eu me sentia tão bem, fiquei por mais um tempo em seus braços e senti sua mão acariciando os meus cabelos, logo ouvi a voz irritante de Sif e Frandal me virei ainda abraçado a Thor, mas me afastei me lembrando de tudo que foi dito das coisas que passei e das minhas péssimas ações que eu pratiquei a muitos, das quais me arrependo amargamente, que agora me soam mais como um garoto mimado implorando pela atenção de um pai, eu ia voltar a correr mas Thor segurou meu pulso me impedindo de continuar o trajeto

Thor:. por que esta tão triste irmão?

Loki:. bobagem, deixa pra lá -disse fitando o chão -eu vou voltar aos meus aposentos -eu disse me soltando de sua mão e correndo para meu trancar no quarto

Thor:. Loki espera!!! - ignorei Thor, continuando a correr

corri ate meu quarto e me tranquei guardei meu livro na estante e me deitei na cama limpando as lagrimas, suspirei voltando ao turbilhão de pensamento que estavam em minha cabeça a meses e a quase um ano, começando pelo fato de que Frigga morreu, ela era a única que demostrava se importar comigo desde o inicio, eu a aceitei como minha mãe, eu a amava, depois a morte de Odin, Thor teve que ser rei, um sonho que eu já desisti a tempo, obvio que Thor impôs seus termos de que teria liberdade para ir aonde bem tender e que Heimdall governaria em sua ausência, logo o povo Asgardiano se perguntavam quando teriam uma rainha? Thor já desistiu de Jane a tempo, graças ao falecido Odin, não aguentaria ver aquela garota todos os dias pesquisando ate sobre do que era feito o chão, em seguida eu pensei nas atrocidades que eu causei a Asgard e a Midgard e que nem mesmo seria aceito em Jotunheim mesmo se tentasse muito, só me restava sentar e ver todos me olhando com caras e bocas como se eu fosse um monstro, deveria ter morrido em Jotunheim alias aquele não era mesmo o meu destino? em meio a duvidas e lagrimas eu esqueci de jantar mas também não estava com fome e acabei adormecendo, fui acordado com os raios de sol que batiam em meus olhos coloquei as mãos na frente dos olhos, me levantei indo em direção ao banheiro, tirei a roupa e tomei um banho me recordando de tudo que passei ontem, terminei eu banho e me enrolei em uma toalha e voltei para o meu quarto me vestir e destranquei a porta do quarto, e saindo para o meu lugar favorito clarear as ideia, ou focar em outra coisa, onde não tinha Sif, Frandal, Problemas e nem pessoas me olhando como um mostro

A biblioteca, passei pelas fileiras e peguei um dos livros que eu ainda não tinha lido, já que li quase toda a biblioteca, passei a mão pela capa apreciando a mesma, comecei a ler as laterais e a sinopse, vi o total de folhas e o foliei , me sentei em uma das poltronas para enfim começar a ler, mas sou interrompido por uma voz familiar, ele mesmo Thor

Thor: bom dia irmão -ele fala enquanto se senta na poltrona ao meu lado

Loki: bom dia -disse o analisando- o que faz aqui? -estava um tanto curioso

Thor: vim passar um tempo com você irmão - começou a olhar empolgado para mim- e então o que esta fazendo?

Loki: lendo - tentando pelo menos

Thor: também vou ler - ele se levanta e anda pelas estantes pegando um livro qualquer e se senta novamente na mesma poltrona, soltei um risinho, eu sabia que ele não teria paciência para ler, o conheço bem o suficiente, sei que não aguentaria nem metade de uma pagina, ele ate tentou mas não demorou muito para ceder e desistir

Thor: como você consegue? - ele diz emburrado- e chato

Loki: eu gosto - respondo com um sorrisinho estampado no rosto

Thor: não podemos fazer coisas mais divertidas? -podia jurar que vi um sorriso malicioso, ate Sif aparecer na porta

Sif: o que esta fazendo? - diz confusa

Thor: dia de irmãos -ele diz com orgulho e empolgação me fazendo arquear uma sobrancelha

Sif: e desde quando isso existe? -ela parecia mais confusa ainda

Thor: desde que eu invente a cinco segundos atrás -ele mantem a empolgação na voz

Sif: e vão passar o dia lendo? - ela diz pondo a mão na cintura e com uma cara surpresa como se isso fosse algo impossível, que por parte do meu irmão realmente era

Thor: com todo respeito Sif , isso não e da sua conta - não pude segurar um sorrisinho

Sif: hum -ela me lança um olhar mortal enquanto saia

Thor: e então ? -ele me olha com aquele sorriso lindo e um olhar de pura felicidade do qual eu sou puramente apaixonado

Loki: então o que? - Digo meio hipnotizado tentando não me perder na imensidão azul que eram as orbes azuladas do mesmo

Thor: o que vamos fazer agora? - ele se levanta

Loki: sei lá não planejei nada - digo confuso

Thor: ótimo por que eu planejei tudo - ele me puxa pela mão me fazendo levantar e ir a encontro dos seu braços

ele pós sua mão em minha cintura, me olha como se visse minha alma e então se aproxima mais nossos rostos, sinto a sua respiração se mesclando com a minha, e em questão de segundos seus lábios tomando os meus, iniciando um beijo calmo mas ao mesmo tempo com um turbilhão de sentimentos dos quais nem eu sabia ter, sua mão vai a minha nuca e a outra permanecia em minha cintura, já as minhas estavam em seu peito, nada me impedia de o afastar, mas eu queria tanto aquele beijo, esperei tanto tempo por ele, estava tão intenso uma troca de sentimentos tão profundos nossas línguas dançavam em uma sincronia única, nossas bocas se encaixavam perfeitamente uma com a outra o beijo foi se aprofundando mais e mais e então veio a maldita falta de ar e nos separamos ofegantes, esperava que ele surtasse, que falasse que não passava de um erro, e que foi só o calor do momento ou mas mil e uma desculpas para explicar este beijo, mas nada disso aconteceu e ao invés disso ele me pegou no colo estilo noiva e me levou para o quarto , me jogou na cama e atacou meu pescoço com voracidade dando beijos e chupões, suas mãos tiravam meu manto e o jogando para qualquer canto do quarto, suas mãos exploravam meu corpo por baixo da minha camisa azul escuro, eu não iria ficar sem fazer nada, tirei sua camisa preta passando a mão por toda a extensão do seu corpo, Thor agora lambia e mordia meu pescoço , arrancando gemidos meus, ele desceu as mãos ate a barra da camisa e a tirando , e assim descendo as mordidas e chupões que certamente ficariam marcados na minha pele branca, ele desceu minha calça e tirou meus sapatos, e então tirando minha calça por completo e me deixando apenas de box, eu já estava achando que ele estava com roupas de mais para o meu gosto minhas mãos desceram para a sua calça jeans, Thor estava sem sapatos o que facilitou que eu tirasse a sua calça, estávamos os dois só de box naquele momento único, nos beijamos com tanto desejo reprimido por anos , nada nos pararia, Thor se sentou me puxando para seu colo, enquanto ele fazia mais um chupão em meu pescoço, enquanto eu arranhava seu peitoral e abdômen que eram bem definidos, desci de seu colo e tirei sua box libertando seu membro já ereto que latejava de desejo e inexperientemente me ajoelhei entre suas pernas colocando a mão na base do seu membro, começando com os movimentos de vai e vem, meus lábios se aproximaram de sua glande, mas antes observei a expressão de Thor, ele estava de olhos fechados, mordendo seu lábio inferior com convicção mais logo ouço sua voz grossa e rouca

Thor : me chupa Loki! -aquele tom soava como uma ordem, e eu amo aquele tom

Lambi sua glande e de um beijinho na mesma e sem enrolar a pondo na minha boca, comecei a chupar com vontade sentindo a ponta encostar na minha garganta, mas não engasguei, Thor pós a mão em minha cabeça, seus dedos passavam pelos meus fios negros, guiando meus movimentos me fazendo chupar com gosto, já podia sentir seu pré-gozo em minha língua, tirou a mão e eu tirei seu membro da boca, em seguida sendo puxado para um beijo, enquanto o mesmo tirava minha box libertando meu membro que implorava sua atenção, Thor segurou meu membro, começando a me masturbar, jogo a cabeça para traz em delírio

Loki: T-Thor.. - gemi seu nome tirando um sorriso malicioso de seus lábios

Thor: geme para o seu Daddy -sua voz saiu em tom dominador

Loki: aahnn .. D-Daddy - o mesmo aumentou a velocidade dos movimento enquanto apertava minha bunda com a outra mão me fazendo arfar, e me enlouquecendo se e que eu tinha sanidade aquela altura

Thor parou a masturbação me fazendo arfar em desaprovação e então me jogou na cama de barriga para cima , pegou um cinto no armário e veio ate mim com um olhar dominador e um sorriso malicioso, segurando minhas mãos no topo da cabeça, enquanto mordia o meu pescoço, pude sentir faíscas de raio no meu pulso, senti o corpo todo se arrepiar , e então Thor amarrou minhas mãos com o cinto

Thor: vamos te dar uns choques - em seguida ele me beija com ternura , luxuria e mais desejo

as faíscas em suas mãos causavam arrepios por onde elas passavam, doía um pouco os choques, porem eu sentia uma onda de prazer enorme em cada um, Thor e um bruto com poderes de eletricidade, e eu um belo masoquista, a dor me proporcionava a mais prazer, queria toca-lo arranhar mas não podia por estar preso aquela tortura prazerosa que me enlouquecia , a boca do mesmo passava pelos meus lugares mais sensíveis e meus gemidos ecoavam pelo quarto, nossos corpos já suados e a eletricidade das faíscas me causavam ainda mais prazer

Loki: D-Da-Daddy ... não ... não aguento mais - disse entre gemidos roucos e sexys aos ouvidos de Thor

Thor: implore por mim - se diverte com a cena

Loki: aahn Daddy me foda - digo entre gemidos- quero te sentir dentro de mim

o deus do trovão me desamarrou e logo encaixou sua glande na minha entrada e sem preparação nem aviso penetra violentamente me fazendo gritar pela dor e pelo prazer, arranhei suas costas Thor começou a estocar forte, rápido e fundo e não demorou muito para achar meu ponto magico e enfim me fazendo gritar pelo prazer, ele era veloz suas estocadas cada vez mais fortes e rápidas me faziam delirar, a dor já não era mais presente, nossos corpos de chocavam me levando ao delírio, eu o mordia e arranhava, minhas pernas se entrelaçaram em sua cintura auxiliando nos movimentos indo mais forte e com mais velocidade, ao sentir o pre- gozo escorrer arqueio as costas Thor começa a me masturbar na velocidade das estocadas

Loki: T-THOR!!! - gritei pelo seu nome me desfiz em nossos abdomens

mais umas estocadas e o mesmo se desfez dentro de mim, senti seu liquido me preencher e meu querido irmão se retirar do meu interior e se deitar ao meu lado puxando o coberto para nos cobrir me aconchego em seus braços e ele nos cobre

Thor: Loki? - ele pergunta regulando a respiração

Loki: sim Thor? - o encarei vendo aquela cara de bobo apaixonado

Thor: eu te amo, e quer saber de uma coisa? -ele pega minha mão dando um beijinho e volta a me encarar - Loki, filho de Laufey, príncipe de Jotunheim, deus das trapaças e travessura, também filho de Odin pai de todos, aceita se casar comigo? - sentir o coração bater a mil o ar se tornar mais escarço a felicidade e emoção tomando conta de mim e os olhos marejarem e logo não consigo conter as lagrimas emocionado

Loki: Eu aceito - abracei Thor ele entrelaçou nossos dedos, lhe dei um selinho e logo depois adormecemos juntos , a tarde inteira

Loki off


Notas Finais


Espero que tenham pelo menos passado o tempo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...