História Dia do Papai - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Daddykik, Dom!jungkook, Jikook, Jimin!bottom, Jungkook!top, Oneshot, Pwp, Sub!jimin, Yaoi
Visualizações 1.103
Palavras 789
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, LGBT, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Feliz dia Daddy!


Fanfic / Fanfiction Dia do Papai - Capítulo 1 - Feliz dia Daddy!

Quando o relógio marcou meia-noite, Jimin desceu as escadas em passos silenciosos. O baby vestia apenas uma calcinha rendada branca - a cor favorita dele - e um vestidinho de ceda também da mesma cor. Fez questão de passar seu mais doce perfume e colocou algumas presilhas coloridas no cabelo somente para deixa-lo com uma expressão mais inocente do que o normal. 

O park caminhou em passos lentos até o final de um grande corredor que dava de cara com escritório de jeongguk, seu tão amado daddy. 

A porta estava entre aberta mas mesmo assim o pequeno fez questão de bater, logo adentrando a mesma. 

Jeongguk estava sentado em sua poltrona de couro escarlate, enquanto encima de sua mesa se encontrava uma pilha de papéis, seu notebook ligado e em sua mão direita um copo de uísque britânico. 

O maior sobressaltou seus olhos em direção a figura tentadora que lhe encarava com as mãos escondidas nas costas. Jeongguk respirou fundo sentindo o perfume doce de jimin invadir suas narinas e preencher seus pulmões, uma expressão dura se fez em seu rosto ao ver jimin acordado a tal hora da noite. 

"Volte para a cama" ordenou jeon, terminando de tomar seu uísque. 

Jimin negou com um aceno de cabeça e jeongguk prendeu seu olhar no delicado corpo se aproximando. 

"Não se atreva vir sem minha premissão." bradou jeongguk. 

O baby parou e seu lábio se curvou em um biquinho. 

"Posso ir aí?" perguntou manhosinho, do jeitinho que jeongguk gosta. 

O maior lhe encarou por segundos e depois assentiu, colocando sua atenção na tela do notebook. 

Ao ver que seu baby parou bem ao seu lado, perguntou: "O que fez acordado a está hora? Sabe que odeio ver você andando pela casa à tarde da noite."

Jimin remexeu suas pernas desconfortável com o pequeno esporro que havia tomado, um de seus braços se apoiou no topo da poltrona e o outro segurou no tecido da camisa social que seu daddy usava. 

"Daddy Gukkie..." chamou baixinho, recebendo um "Hum?" do mais velho. "Sabe que dia é hoje?" perguntou com um sorriso travesso no lábio. 

"Não, Minnie. Que dia é?" 

Jimin riu sapeca, abaixou seu corpo até ficar frente ao ouvido alheio para sussurrar manhoso. 

"É dia dos pais, daddy!" disse "Feliz dia, papai." 

Jeongguk parou o que estava fazendo e encarou o baby ao seu lado todo risonho. 

"Papai, feliz dia dos pais!" disse jimin ainda com um sorrisinho sapeca nos lábios, jeongguk não disse nada, apenas continuou a ouvir o que seu baby iria dizer "Eu te trouxe um presente." 

O moreno arqueou uma sobrancelha virando a cadeira em direção a jimin. 

"Trouxe?" perguntou jeongguk ainda sem saber o que é. 

"Uhum." jimin assentiu. 

"E cadê ele?" jeongguk olhou em volta tentando encontrar este tal presente. 

"Eu sou ele, daddy!" disse seu baby emburrado "Eu sou o presente!" 

Jeongguk sorriu rindo soprado. 

"Você andou sendo um menino bom para o papai?" Perguntou jeongguk segurando na cintura fina e feminina de jimin, o trazendo para mais perto. 

"Uhum daddy" sorriu sapequinha. 

"Mhm, então eu vou ser gentil com você hoje já que foi um menino tão bom e ainda por cima me trouxe um presente tão... Cheiroso..." jeongguk ajudou jimin a se sentar em seu colo, já sentindo seu falo duro o pequeno gemeu, o mais velho aproximou seu nariz no pescoço alheio e inspirou ali "Gostoso... " apertou suas nadegas sentindo a carne nas palmas de suas mãos, jeongguk apertou, bateu e até mesmo fez um carinho lá. Sendo recebido por diversos gemidos manhosos e gostosos de jimin "Manhoso." concluiu afastando seu rosto do pescoço de jimin e o encarou. 

Ouviu o menor choramingar descontente com isto e aperto forte em sua cintura. 

"Você já está choramingando? Pare de ser tão desesperado princesa." disse rude, áspero e grosso. Ele sabia que isto surtia grande efeitos no seu baby boy.

Suas mãos delizaram até seu bumbum novamente, desta vez elas pararam encima de sua calcinha rendada.  

"Vamos tirar isso, querida." anunciou jeongguk antes de rasgar o delicado tecido sem pudor nenhum. "Você é uma vadia muito bonita, você sabia disto? Tão bonita ... só para mim." ele puxou o tecido grosseiramente do corpo do Park, fazendo com que o tecido rendado machucasse um pouco seu pequeno membro descoberto.

Jimin sentiu seus olhos marejarem devido o ato surpreso do mesmo. Reclamou, mas fora baixinho e o mais velho não escutou.  

"Olhe para você, uma bagunça. Pare de chorar e deixe o papai começar o devido trabalho de te foder bem fundo e rápido, afinal este não era o presente que você queria dar ao seu papai? Huh?"

"Sim papai." o baby gemeu alto ao sentir os dedos grossos de jeongguk lhe adentrar, preparando-o para uma longa noite.



Notas Finais


Feliz dia dos pais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...