1. Spirit Fanfics >
  2. Dia, lugar e hora >
  3. 30. O cuidado

História Dia, lugar e hora - Capítulo 30


Escrita por: e Caily


Notas do Autor


Oi amores, mais um cap pra vcs, espero que gostem







BOA LEITURA!!!!!

Capítulo 30 - 30. O cuidado


Fanfic / Fanfiction Dia, lugar e hora - Capítulo 30 - 30. O cuidado

Pov. Neji

Em um dia eu fui a dois extremo, no dia que descobrimos que Tenten estava grávida foi o dia mais louco em minha vida, pois quando cheguei na casa da cachoeira, e encontrei  Tenten desmaiada, todo meu mundo parou ali, era como se eu tivesse perdendo algo, eu não saberia o que fazer da minha vida se a perdesse, por isso entrei em pânico, a trouxe de volta para a mansão, desesperado, assim que cheguei pedi que chamasse Sakura, que não demorou a chegar para examinar Tenten, mas a princípio nada indicava o motivo do desmaio, e aquilo me preocupava ainda mais, o tempo passando e nada de Tenten acordar, eu já me culpava por ter demorado tanto a ir ver se estava tudo bem, e porque ela estava demorando tanto, até que ela acordou, e ali o alívio em meu corpo de ver ela acordada e aparentemente bem.

Mas toda aquela angústia e preocupação foram embora, dando lugar a um sentimento imenso e avassalador, a alegria de saber que nós teríamos mais uma chance, de que ela guardava dentro de si um mistura nossa, que nosso filho, ou filha estava crescendo dentro dela, mal podia acreditar que depois de tudo que passamos finalmente estávamos tendo a nossa chance, eu não sabia explicar a felicidade que estava sentido, e com certeza mais do que nunca eu não sairei de perto de Tenten quero acompanhar cada passo, cada segundo dessa gravidez, ver seu ventre crescendo e ela ficar linda com o barrigão.

E isso também quer dizer que eu serei muito mais protetor do que já fui em toda minha vida, meu lobo interior me transformou em um verdadeiro cão de guarda, nesses dois meses que se passaram desde que descobrimos da gravidez, não deixei Tenten sair sozinha para lugar algum, o simples fato de acordar e não lhe ver do meu lado da cama, me deixava em alerta, e agora é exatamente isso que está acontecendo, abri os olhos me acostumando com a claridade, quando minha vista focou, olhei para o lado não vendo Tenten na cama.

- Amor- chamei, mas não tive resposta, me sentei na cama olhando pelo quarto, - Amor, onde você está? - falei sem resposta, me levantei da cama, fui até o closet e não a vi, olhei no banheiro e nada, já começava a me preocupar, caminhei até a porta , mas antes de abrir, ela foi aberta, e Tenten passou por ela com uma vasilha cheia de amoras, os lábios vermelhos sujos da fruta.

- Bom dia amor- ela disse sorrindo

- Bom dia minha linda, onde você estava? – perguntei indo até ela, colocando a mão em seu ventre já levemente inchado

- Eu estava com fome, e você estava dormindo, e eu fui até a cozinha, e achei essa delicia- ela justificou levando uma fruta à boca, eu não consegui manter a cara séria, abri um sorriso.

- Vem minha linda, se deite- eu falei e ela assentiu, fomos para a cama, eu me sentei na cama, com as costas na cabeceira da cama, e ela se sentou entre minhas pernas, apoiando as costas em meu peitoral, circulei meus braços em sua cintura, começando a fazer carinho em seu  ventre.

- Amor- ela me chamou

- Sim minha vida- eu respondi

- Você ficou preocupado? – perguntou

- Claro, acordei e não vi você- eu falei, - Eu sei que estou um pouco neurótico esses últimos dias, mas eu preciso cuidar de você- eu disse beijando sua pele

- Eu gosto de ser cuidada por você, pode continuar, só acorde mais cedo, porque agora eu estou comendo por dois- ela falou, e eu ri alto

- Tudo bem meu amor, agora ficarei mais atento- eu falei rindo, ela se aconchegou em meu corpo, enquanto comia toda a vasilha de amoras, assim que ela acabou, deixou a bandeja na mesa de cabeceira, e voltou a se apoiar em mim, que logo senti sua respiração acalmar, então percebi que ela havia dormindo, eu sorri deixando um beijo em seus cabelos, a acomodei melhor na cama, e me levantei, fui até as cortinas, as fechando e logo o quarto ficou escuro, sai do quarto levando a vasilha para a cozinha.

- Ahh, achei minhas amoras- dona Kushina disse de braços cruzados

- Desculpe dona Kushina, Tenten estava com fome- eu falei entregando a vasilha a ruiva

- Tudo bem, querido, como ela está? – ela perguntou

- Comeu e voltou a dormir, eu só vim comer algo e voltar para o quarto- eu falei sorridente

- Você está se saindo um pai extremamente cuidadoso, quando essa criança nascer vai ser mais ainda- ela disse, e eu assenti

-Eu sei, não vou deixar que nada aconteça a eles- eu falei

- Tenten tem muita sorte de ter você, e se hoje ela está vivendo isso, você tem parte nisso- ela falou sorrindo cúmplice

- Amor- a voz de Tenten me chamou

- Acho que não ou conseguir comer agora- eu falei

- Eu vou preparar uma bandeja de café e levo para vocês- a ruiva falou, eu agradeci, e caminhei de volta para o quarto, abri a porta, encontrando Tenten preste a sair, e a primeira coisa que notei foram seus olhos cheios de lágrimas, e assim que ela me viu, se atirou em meus braços, me apertando.

- Amor o que aconteceu? – perguntei preocupado, ela nada respondeu, eu respirei fundo, fazendo carinho em seus cabelos, - Pesadelo? – perguntei, e ela assentiu com o rosto enterrado a meu peito, me abaixei a pegando no colo, ela enrolou os braços em meu pescoço, a levei para a cama, me sentando com ela em meu colo, ela se acomodou a meu corpo, levei minha mão a seu ventre acariciando, - Quer me contar? – eu disse

- O de sempre, sonhei que meu bebê era tirado de mim, eu ouvi ele chorar, mas não sabia onde ele estava, senti a minha barriga doer, via ela cortada, e não conseguia me mover, chamei por você, e não conseguia te encontrar- ele contou, me apertando

- Calma meu amor, eu estou aqui, e nada irá acontecer a vocês- eu falei alisando seu ventre, ela apenas assentiu, voltando a relaxar em meu colo, um tempo depois alguém bateu na porta do quarto, - Pode entrar- eu disse, e logo dona Kushina entrou

- Acho que você ganhou um bebê- ela disse divertida

- Um bebê bem grande- eu falei rindo

- Eu trouxe o café pra vocês- ela disse colocando a bandeja em cima da mesa de cabeceira, eu agradeci e ela saiu do quarto.

- Amor, vamos tomar café- eu a chamei, ela se apertou ainda mais a mim

- Não quero amor, estou enjoada, não quero comer- ela falou com o rosto em meu pescoço

- Minha vida, você precisa comer, nem que seja um pouco, não pode começar o dia só com aquelas amoras- eu argumentei, ela levantou o rosto me olhando

- Tudo bem, só um pouco- ela falou, a tirei do meu colo, a colocando na cama, peguei a bandeja e coloquei na cama, vendo algumas frutas, café, pães e um copo de suco. Tenten comeu algumas frutas, um pedaço de pão e o copo de suco, eu tentei a convencer a comer mais, porém ela rejeitou e eu achei melhor não insistir, eu comi o restante das coisas, me levantei da cama, a vendo voltar a se deitar e dormir, peguei a bandeja e sai do quarto, seguindo para a cozinha.

- Filho- meu pai me chamou, quando estava voltando para o quarto

- Oi pai, bom dia- eu falei

- Bom dia, como Tenten está, Kushina comentou que vocês comeram no quarto- ele comentou

- Está bem, teve um pesadelo, o de sempre, mas está melhor- eu expliquei

- Tudo bem, qualquer coisa me avise- ele disse, e eu assenti, e voltei para o quarto, não vendo Tenten na cama

- Amor- chamei

- No banheiro- ela respondeu, fui até a vendo vomitar tudo o que tinha acabado de comer, eu respirei fundo e fui até ela lhe ajudando, ela sempre ficava tonta, a segurei para que não caísse, ela lavou a boca quando acabou de vomitar, a peguei no colo, e levando para a cama, a deitei, e fiz o mesmo ao seu lado, ela se aninhou a mim, enterrando o rosto em meu pescoço, e logo adormeceu com meus carinhos em seus cabelos, eu sabia que era só o começo, mas eu não podia me sentir mais feliz por tudo o que estava acontecendo, e superaria toda dificuldade para ver minha esposa e meu filho bem.

E assim se passaram os meses, conforme a gravidez de Tenten se passava mais as coisas ficavam difíceis, ela tinha enjoos constante, quase não comia nada, era uma luta para fazer ela se alimenta, e quando ela fez sete meses as coisas pioraram, pois além dos enjoos e das tonturas, ela tinha medo de comer, por se lembrar do que aconteceu, e só comia se fosse eu quem fizesse, e ela visse eu fazendo, e sendo assim as refeições dela começaram a serem separadas da dos demais, Naruto pediu que a entrada de pessoas na mansão fossem restritas, mas ainda sim eu tinha o máximo de cuidado com Tenten, com tudo que ela fazia e comia, tinha vontade de levá la para nossa casa na cachoeira, mas com ela grávida não era uma boa ideia, afinal se ela passasse mal a mansão era mais perto de Sakura chegar, e por isso optamos ficar no clã até nosso pequeno ou pequena nascer, e eu mal via a hora.

E o tempo parecia nos ajudar, e logo vimos o período de gravidez de Tenten se completar, e hoje ela está com nove meses completos, e tudo que precisamos fazer é esperar, e apesar de achá la a mulher mais linda do mundo com aquele barrigão, eu mal via a hora de segurar nosso bebê, sai dos meus devaneios quando a linda mulher saiu do closet usando a camisola leve e fina, ostentando o ventre extremamente inchado, o sorriso foi inevitável, me levantei da cama, caminhando até ela, me ajoelhei em sua frente, levantei sua camisola, distribuindo beijos pela sua barriga, sentindo o bebê chutar em seu ventre.

- Oi bebê do papai, eu e a mamãe mal podemos esperar sua chegada- eu falei acariciando a barriga, Tenten emaranhou os dedos em meus cabelos, quando encostei o rosto em sua barriga.

- Eu estou tão feliz, que nem sei explicar só de pensar que a qualquer momento teremos ele em nossos braços- ela disse emocionada, eu beijei sua barriga, me levantando, e a puxando para mim, que se encaixou perfeitamente em meu corpo, apoiando a cabeça em meu peito

- Eu também meu amor, mal vejo a hora, de ver o rostinho dele- eu falei alisando sua barriga

- Ou ela- Tenten disse sorridente, selamos nossos lábios em um beijo calmo, deixando nossas línguas se entrelaçarem transmitindo todo sentimento que tínhamos um pelo outro, quando o ar fez falta, nos separamos, mantendo as testas coladas, - Eu amo você- ela disse baixinho

- Eu amo vocês, mais que minha vida meu amor- eu falei fixando nossos olhares, sorrindo um para o outro, voltamos a nos beijar de forma rápida, logo nos separamos, e fomos para a cama, eu  me sentei apoiando as costas na cabeceira, e ela se sentou entre minhas pernas, encontrando as costas em meu peitoral, levei minhas mãos para sua barriga, - Amor pensou em um nome para nosso bebê? – eu perguntei

- Sim- ela respondeu

- Sério? No que pensou? – eu falei

- Se for menina Pérola, assim como seus olhos- ela começou se virando para mim, que sorri, lhe dando um selinho

- E se for menino? – perguntei

- Se for menino, eu pensei em Tenji, afinal é a nossa misturinha que está crescendo aqui- ela falou colocando a mão por cima das minhas, eu sorri beijando seu rosto.

- Perfeito meu amor, lindos nomes! - eu falei, ela assentiu, bocejando, - Dorme meu amor, você está cansada- eu falei alisando sua barriga, e logo senti ela relaxar, e começar a adormecer. Nos últimos meses dormir tem sido uma tarefa difícil, já que ela não encontra uma posição confortável para dormir, por causa do barrigão, ou então o bebê fica agitado, sem falar na vezes que ela levanta para ir no banheiro, e essa falta de sono a tem deixado ainda mais cansada, e com medo de que ela adoecesse, nós conversamos com Sakura que indicou uma posição que pudesse ajudar, e assim descobrimos que ela levemente sentada era uma boa posição, e como o bebê gostava do carinhos que fazíamos na barriga, nós adotamos dela dormir entre minhas pernas, e tem dado certo, mesmo que eu dormisse pouco, mas por ela e pelo bebê eu faria qualquer coisa, e fazíamos isso desde que ela completou sete meses de gravidez, e agora eu já estava acostumado, por isso apaguei a luz do abajur no lado da cama, e fechei os olhos, e logo adormeci.


Notas Finais


E ai gostaram? Me contem, espero que sim

Quem ai quer colocar esses dois num potinho?? 🙋‍♀️🙋‍♀️🙋‍♀️💕💕💕😍😍😍😍


Até a próxima, bjsss 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...