História Diabolic - YoonSeok - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Jhope, Sope, Suga, Yoonseok
Visualizações 522
Palavras 1.027
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Policial, Romance e Novela, Slash, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 29 - Vamos voltar


Fanfic / Fanfiction Diabolic - YoonSeok - Capítulo 29 - Vamos voltar

Já se passava da meia noite e Hoseok não conseguia dormir. Estava cansado, seus olhos doíam mas não conseguia dormir. Yoongi estava em sua cabeça. E a sua voz ecoava em sua mente. 
- Hoseok? – Chanyeol apareceu na cozinha, onde o ruivo estava. 
- Oi. 
- O que faz acordado a essa hora? – Chanyeol bebeu água e ficou à frente de Hoseok, provavelmente esperando uma resposta. 
- Eu não consigo dormir. – Respondeu. Depois de uma conversa rápida, Hoseok foi para seu quarto. Colocou seus fones e Patience começou a tocar. Aquela música lhe acalmou. E conseguira dormir. No outro quarto, Chanyeol dormia com Jimin. Os dois estavam na mesma cama do hotel. Jimin se sentia um pouco estranho e preocupado com Jungkook. O moreno nem respondera as suas mensagens. 
Me: Kookie? 
Me: Amor, está tudo bem aí?
Me: Me responde.

- Ele deve ter perdido o celular ou coisa assim, Minnie. Vamos dormir. – O mais velho disse. Jimin assentiu, embora quisesse muito falar com o Jeon. Estava preocupado. E com muito medo. 
                             [...]
Eram apenas dez horas da manhã quando os três adultos foram para a Igreja local. Um velho dava uma palestra para outros idosos. A Igreja estava um pouco acabada. Jimin foi até um corredor que lhe levou até ao sino. O sino era bem grande e o Park ficou olhando aquele círculo. 
- Jimin! Venha! – Hoseok lhe chamou. Eles foram para fora da Igreja, onde fazia um frio enorme e chovia. 
- Como vamos saber onde é o Cemitério? – Chanyeol perguntou e Hoseok deu de ombros. Um monte de pássaros negros voavam perto da Igreja e foram para o lado esquerdo. 
- É ali! – Jimin correu até onde os pássaros iam e os outros dois lhe acompanharam. E chegaram ao cemitério. Eles começaram a procurar o nome de Yoongi. Ainda chovia, mas não muito forte. 
Jimin olhou várias tumbas enfileiradas. Todas tinham uma cruz.

Menos uma.

- Eu achei! – Hoseok pegou uma barra de ferro e começou a quebrar, por ordem de Jimin. Mas não tinha nada lá. 
O Park entrou lá e começou a engatinhar. Havia algo nas paredes. 
Ele

Irá

Achar

Você,

Jimin

- CHANYEOL! – A portinha se fechou só deixando tudo escuro. Jimin ligou o celular e o vídeo secreto começou a se reproduzir.

Correntes se amarraram em seus pulsos.

E lhe puxaram.

- CHANYEOL! HOSEOK! SOCORRO! 
E ele logo chegou na beira do poço.

O poço…


















 

- Jimin! – Yeol lhe puxou. Jimin chorava e um moço chegou com um cachorro. 
                                [...]
- Eles estavam lá. – Disse o moço que havia lhes levado até um homem numa casa perto cemitério.

- Meu nome é Lee JiHoon. Fico de olho nas coisas por aqui. É uma maneira de falar. Por favor, entrem. – Os três entraram na casa e Hoseok viu um violino, parecido com o que estava nas mãos de YoonA naquela foto.
- Não é nada demais. Eu não esperava visitas. – O tal JiHoon estava com uma bandeja com xícaras de chá. 
- Eu posso ajudar. - Chanyeol disse. 
- Não, não, tudo bem. Eu conheço cada canto dessa casa. – Disse e se sentou. – Então, procuram o garoto? É interessante que tenham conseguido achar o túmulo dele, mesmo sem nome nem nada. 
- Eu tive uma visão. Uma imagem do túmulo que me trouxe aqui. E dentro do túmulo, eu tive uma visão de um poço. – Jimin disse e o Lee ficou pensando por um momento. 
- Visão... Então, querem saber mais sobre Min YoonGi. Naquela época, o nosso padre era muito atuante na comunidade. Ele ficou sabendo que depois de tudo que o garotinho passou negavam a ele um lugar para descansar. Quem disse que a caridade não se aplica aos mortos. – Riu.
- Por que ele não ´tá lá agora? – O loiro indagou. 
- Porque nós pagamos caro por esse ato de caridade. Era como se Deus e a própria natureza quisessem que nos livrássemos dele. – Explicou. 
- A enchente… – Hoseok se lembrou da imagem da fita. Olhou para Jihoon. Ele se parecia um pouco com Yoongi, mas deve ser apenas uma mera coincidência. 
- É, mas... Olha eu também acreditava, como vocês, que ele estava tentando dizer alguma coisa.Fui atraído até o túmulo. Ele me mostrou coisas que ninguém deveria imaginar. E aí eu fiquei cego. 
- Eu sinto muito. 
- Ah, não se lamente. Me trouxe paz. O padre pediu para que o corpo dele fosse removido. Ele deixou Sacrament Valley. Ele foi enterrado em um cemitériozinho no Norte da cidade, para ser esquecido por todos. – Era muito ruim a forma de como lidaram com Yoongi. 
- Eu acho melhor a gente ir embora. – Chanyeol se levantou e os outros dois também.
- Escutem. Nada desse garoto vale a curiosidade de vocês. 
- Preciso resolver isso. – Soou rude aquela resposta de Jimin, mas Jihoon não se importou. 
- Por que? Porque você acredita ter sido escolhido? Ter uma visão, não quer dizer que saiba o que a visão significa...
- ...Obrigado. 
- Cuidado. Ouviram?
                              [...]
- Aquele JiHoon é tão esquisito. E o jeito que ele falava de Yoongi era completamente ignorante. – Hoseok odiou o Lee com todas as suas forças. 
- O que vamos fazer agora? – Yeol perguntou e o Jung deu de ombros, aliás, só queria voltar pra casa e esquecer tudo isso. 
- Temos que achar o corpo. 
- Jimin, não tem como largar o Yoon de mão? Poxa, deixa ele fazer o que quiser. Vamos voltar pra casa, isso está te deixando maluco! – Jung reclamou.
- Que merda, Hoseok! Você fala isso porque você que tá maluco pelo Yoongi de verdade. 
- Ele me ama. 
- Ele não te ama. Ele é obsecado por você! – Aquela pequena discussão poderia causar algo pior nos olhos de Chanyeol. 
- Gente, vamos voltar. Eu sei que temos que resolver isso, mas, vamos resolver outro dia. – Abraçou Jimin que estava de braços cruzados. 
- Aquele garoto tá matando todo mundo! 
- Aquele garoto tem nome! – Hoseok estava realmente zangado. 
Eles acabaram por voltar à Seul e foram para a casa de Jimin. 

Mas o que o carro da mãe de Jungkook fazia na porta de sua casa?


Notas Finais


GENTE A PLAYLIST DA FANFIC! VOU COLOCAR O LINK AKI (O TEASER TÁ JUNTO): https://www.youtube.com/playlist?list=PLtjYWPKNTidjZeE1ZSvqxhBiPsBxwNYQ8
Eu não respondi os comentários por conta de muitas coisas a fazer mas eu li todos<3
Preparem o coração para o próximo capítulo<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...