História Meu amado babá - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Ako_saki, Ayato Sakamaki, Cadeirante, Diabolik Lovers, Meu Babá
Visualizações 245
Palavras 893
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura ^^

Capítulo 35 - 1T Não tem como voltar


Fanfic / Fanfiction Meu amado babá - Capítulo 35 - 1T Não tem como voltar


Amai narrando.. 

Olhei para os olhos de Ayato, ele estava falando sério mesmo..

-Eu tenho escolha?- falei simples. 

Ayato: Haha!! Eu sabia que você não ia negar!!- Ayato selou nossos lábios num beijo calmo e cheio de desejo, a cada segundo, eu me envolvia mais e mais naqueles lábios me fazendo delirar, ayato foi me prensando mais contra a parede de fazendo ficar mais nervosa.

Reiji: Parem com isso, que falta de respeito..- paramos o beijo olhando para o homem de óculos nos olhando mortalmente. 

Ayato: Como você é um estraga prazeres, vamos pro meu quarto Amai.. Quero fazer uma coisa com você..- Ayato entrelaçou nossos dedos e saiu me arrastando..

Ayato: Eu não iria se eu fosse você..- Reiji sendo eu.. Ficaria estranho não? Ayato largo minha mão olhando diretamente para reiji. 

Ayato: Mas que droga!! Para de fica botando coisa na cabeça da Amai!!- Ayato largo minha mão e cruzou os braços, Reiji arrumou seus óculos.

Reiji: Hoje temos aula, se arrumem..- após essas falas,  Reiji sumiu, antes que eu saísse, Ayato me seguro pelo pulso me virando para si, seu sorisso malicioso era tão óbvio..

Ayato: Na volta da escola tu não me escapa.- Socorro.. Após Ayato me largar fui para meu quarto, eu ainda tô de lençol '-' tomei um banho e em seguida vesti meu uniforme.. Sai do quarto e fui para a sala, quando a campainha tocou.. Abri a porta e Shaw e Manuela estavam parados, quando Manu pos os olhos em mim me abraçou..

Manuela: Cunhadinha!!- grito pula do em mim, Isso também é um problema, a Manuela é irmã mais nova de Essei.. Ela é filha do outro casamento do pai dela.. Ou seja..  Manuela uno, é americana de parte de mãe, e japonesa de parte de pai..  Essei Uno é japonês por parte de mãe e pai.. E também tem o outro irmão de Essei.. O Rito Uno, que é o mais novo, por parte de pai japonês, e por parte de mãe coreano.. Esse cara já teve tantos casamentos, tenho até medo que tenha um meio irmão meu perdido no mundo.. O problema é.. Eu mesmo negando considero Manuela como uma grande amiga, mas ela me considera como uma das cunhadas dela.. E se ela descubrir que eu arranjei um amante, ela também pode ficar contra mim.. Junto a Essei.. Shaw cruzou os braços com um mínimo sorisso, Shaw também ficaria contra mim, ele é o melhor amigo de Essei, e isso vai afetar bastante minha vida..

Manuela: Então? Topa ir pra escola comigo hoje?- Manuela perguntou se pondo a minha frente com seu sorisso radiante. 

-Foi mal.. Eu tenho que ir com os sakamakis..- falei de braços cruzados. 

Manuela: Poxa, esses caras são tão chatos..- Manu falou mostrando a língua. 

Kanato: Quem você chamou de chato!!-Kanato apareceu agarrado ao teddy.. Manu o observou por um tempo logo o abraçando..

Manuela: COMO VOCÊ É FOFO!!- grito nos ouvidos de Kanato, Manu apertou as bochechas de Kanato o fazendo corar e dar um largo passo para atrás.. O Kanato não a empurrou? Isso tá muito estranho.. 

Kanato: na-nao toque em mim!!- Kanato saiu batido, Manu ficou somente olhando, ok.. Eu preciso ter uma conversa com Kanato urgentemente.. Se eu conseguir.. Manu foi até Shaw, o mesmo a abraçou, parece que ele nem deu bola, como podemos dizer, Shaw não acha que Jan ato possa virar concorrente dele pelo amor de Manuela.. Isso é meio injustos.. 

-Foi mal, pelo Kanato, e por não poder ir junto.. Mas você pode passar mais tempo com Shaw desse jeito né?- falei um sorisso malicioso. Manu ficou vermelha..

Manuela: Vo-voce tem razão, bom se Essei passar por aqui.. Ou o Rito, avise quero os encontrar para ter um papo sério..-Meu Deus.. O que a Manu tem..pao sério nunca foi com ela. Somente asenti e fechei a porta me escorando nela..

-Parece que Manu não irá para a escola hoje..- Falei com um sorisso malicioso nos lábios..

O tempo passou voando e sem notar eu já estava em casa novamente, sentada no sofá, tomando suco.. Estava tudo na santa paz, sem Essei do meu lado, sem Entai para ficar gritando por causa dos Yuri dele, sem papai falando sobre negócios de sua empresa.. Lembra que num tempo atrás eu falei que eu queria ajudar meu pai nos negócios da família? (lá no primeiro capítulo.) eu me arrependi, pos agora? Estou dando chifrada em Essei, quer dizer, somente começando..

Ayato: Amai-chan..- Ayato apareceu atrás de mim beijando a minha cabeça..

-Fale..- falei tomando mais um gole de meu suco. 

Ayato: Vamos no meu quarto?- Ayato sussurrou em meu ouvido, corei, chega assim? Do nada?  Olhei para o copo de suco..

-Somente irei quando o suco de meu copo acabar..- Ayato foi a minha frente e fixou o olhar em mim esperando algo.. Mas eu tomava golinho a golinho, bem devagarzinho, Ayato emburou.

Ayato: Você não quer ir comigo até meu quarto né?- Me calei, Ayato pegou o copo de minha mão e tomou todo o líquido do copo o pondo na mesinha..

Ayato: Pronto.. - Ayato falou com um sorisso vencedor nos lábios me pegando pelo pulso e saindo me arrastando para seu quarto, eu não sei o que eu quero mais da minha vida, uma hora eu quero o agarrar, outra hora eu quero fugir dele, mas agora eu preciso me lembrar.. O ayato é meu amante, eu aceitei isso.. E agora não posso voltar atrás..




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...