História Diabolik Lovers: Vida com Vampiros e FNAF - Capítulo 30


Escrita por: e Billy_The_Game2

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Personagens Originais
Visualizações 10
Palavras 1.105
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Esporte, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sayara se lembrou da sua falecida mãe e ficou triste. Ela fez uma festa para o dia das mães, atrasado, era para ser dia 13, domingo. Matim e Wlliana continuam juntos. Billy e Wlliana surpreenderam a mãe deles.
No final, Sayara e Billy se beijam numa noite de luar.

Capítulo 30 - Episódio 30 - Saudades da minha mãe


Fanfic / Fanfiction Diabolik Lovers: Vida com Vampiros e FNAF - Capítulo 30 - Episódio 30 - Saudades da minha mãe

Episódio 30 - Saudades da minha mãe

 

Sayara acorda cedo, de manhã de noite e arruma sua cama. Sayara sabe que os vampiros dormem de dia e acordam de noite e é por isso que ela acordou a essa hora da noite. Billy, seu namorado, já está acordado.

Billy: Boa noite, minha donzela~~

Sayara: Oh! Hehehe~~ Boa noite, Billy~~

Billy: Minha querida, dormiu bem?

Sayara: Graças a Deus! E você?

Billy: Também!

Wlliana: Matim! Matim! Acorda, seu preguiçoso!

Wlliana puxa o cobertor e o Matim resmunga.

Matim: Aaaaa Wlliana! Eu estava morrendo de frio!

Wlliana: Isso não importa, meu amor! O que importa é que temos que acordar!

Matim: Aaahhh!

Wlliana dá risada e beija o Matim na boca.

Billy: Wlliana, sua brincalhona!

Wlliana: Hey, o que está fazendo aqui?

Billy: A minha presença te incomoda?

Wlliana: Mais ou menos, irmão!

Toy Cheese: Vamos nos esconder, pessoal! Tem gente de mau humor hoje!

Ayato: Afe! Esses animatronics de novo!

Subaru: Por que não jogamos eles no lixo?

Jelly Doggy: Eles já têm o território deles, Subaru kun~~

Subaru: Eita, sai pra lá!

Sayara: Billy! Você viu o Freddy?

Billy: Não, por quê?

Sayara: É que ele anda o tempo todo com você e ele é seu animatronic favorito!

Billy: Não vi ele não. E a Doggy?

Sayara: A Doggy é minha animatronic favorita. Eu acho que ela tá dormindo agora, né?

Doggy: Dormindo? A essa hora? Nunquinha!

Sayara: Oi, Doggy!

Sayara cochicha no ouvido da Doggy.

Sayara(cochichando): Ainda está gostando do Foxy?

Doggy(cochichando): Sim!

Billy: O que estão cochichando aí?

Sayara: Nada, querido! Segredos entre mulheres, heehhehee...

Billy: Quem cochicha, o rabo espicha.

Wlliana, Matim, Billy, Sayara e Doggy riram.

Sayara apaga as luzes e todos gritam: Eeeeeeee!!

Doggy: Por que a Sayara apagou as luzes?

Billy: É uma surpresa!

Matim: Eu só espero sinceramente que não seja uma surpresa que me assusta!

Toy Bonnie aparece atrás do Matim e assusta ele.

Toy Bonnie: GROAAAAAAARRR!!

Matim: AAAAAAAHHH!!

Matim se esconde atrás da namorada Wlliana e todos ficam rindo.

Matim: Não acredito que eu levei um susto de um personagem da minha cor favorita!

Wlliana: Que namorado medroso esse que eu tenho! Hehehehee!

Matim: HEY!!

Sayara encontra a Unicorn Doggy.

Sayara: Me faz um favor, Unicorn?

Unicorn Doggy faz que sim com a cabeça.

Sayara: Pode fazer uma festa hoje? É que ninguém soube do dia das mães... E eu pensei em fazer uma surpresa para todas as mães!

Unicorn Doggy relincha e a mansão fica toda decorada, num piscar de olhos.

Sayara se surpreende e abraça a Unicorn Doggy.

Sayara: Obrigada, Unicorn Doggy!

Unicorn Doggy sorri e abraça ela também.

Billy: Nossa! Eu tenho que chamar a minha mãe! Ela vai ficar feliz com isso!

Matim: Mas cara, a data dos dia das mães já passou!

Billy: E daí? Vamos chamar a mamãe logo!

Wlliana: Ela vai ficar feliz com isso!

Matim: Hey! Podem correr mais devagar?!

Billy chama a sua mãe e a mãe aparece, para o dia das mães.

Billy: FELIZ DIA DAS MÃES, MAMÃE!

Mãe do Billy: Muito obrigada, filho!

Wlliana: Este é o meu presente pra você, mamãe!

Mãe do Billy: Puxa!

Billy e Wlliana carregam presentes.

Billy: Este aqui é o melhor!

Wlliana: Hey! Eu vi minha mãe primeiro!

Billy: Minha caixa é azul!

Wlliana: Espera! É a minha vez de presentear a minha mãe!

Billy: Não, eu sou o mais velho! Minha vez!

Wlliana: Minha vez!

Billy: Minha vez!

Wlliana: Minha vez!

Billy: Minha vez!

Wlliana: Minha vez!

Billy: Minha vez!

Wlliana: Minha vez!

Billy: Minha vez!

Wlliana: Minha vez!

Billy: Minha vez!

Matim e Sayara assistem a cena e ficam sem graça. A mãe deles também ficou sem graça.

Unicorn Doggy relincha e eles pararam de brigar.

Sayara: Obrigada, Unicorn Doggy!

Unicorn Doggy sorri.

Pegasus Doggy: Não importa quem trouxe presente. O que importa é que temos que comemorar o dia das mães de uma maneira legal!

Eles se surpreendem com a presença de Pegasus Doggy.

Mãe do Billy: Verdade, coisa linda!

Matim: Quando eu digo que Pegasus existem, ninguém acredita!

Pegasus Doggy: Hehhehe! Eu só sou uma animatronic surreal!

Billy: Eles realmente existem, Matim. É que ninguém sabe da história verdadeira.

Wlliana: Existem sim, Matim! É que eles se escondem, eles não aparecem para os humanos.

Billy: É mesmo!

Matim: Odeio quando os humanos dizem que vampiros não existem!

Billy: Eu também, mas vamos deixar isso pra lá e vamos comemorar a festinha!

Wlliana: Isso aí!

Unicorn Doggy sorri e anda junto com Pegasus Doggy.

Alguns comemoram a festa.

Fly: Pessoal, por que não aproveitam a festa?

Os vampiros isolados em um canto da mansão, sorriram maldosos e disfarçaram isso. Eles conversaram com o Fly sobre a mãe deles.

Reiji: A gente não tem mãe, sabia?

Laito: Ela infelizmente morreu.

Ayato: Ela era muito chata, sabe?

Shuu: Demos um jeito nela!

Kanato: Teddy também sente muito por isso!

Subaru: E eu não me importo!

Fly fica meio assustado com o que eles disseram.

Laito: O que foi, querido~~?

Fly: N-Nada...

Fly fica no seu quarto e chupa seu dedo. Ele fala sozinho e fica escondido debaixo da cama.

Fly: Eles... Mataram a própria mãe?!

Pobre Fly!

Billy e Wlliana dão um grande abraço na mãe deles enquanto os outros comemoram a festa, alegres. Apenas os Sakamaki não estão comemorando. Eles nem estão na sala, estão em um cômodo na mansão.

Sayara sorri, mas ela logo fica triste e sobe nas escadas. Ela foi até o quarto dela, enorme e fica observando a janela. A janela do quarto da Sayara é tão enorme, que dá para ver a noite inteira e uma linda vista.

Billy fica preocupado com a sua namorada e pede licença, querendo falar com ela. Ele encontra a Sayara.

Billy: O que foi, Sayara?

Sayara: Bem... Eu sinto falta da minha mãe...

Billy: Ela morreu?

Sayara: Na verdade sim... Infelizmente...

Billy: Morreu de quê?

Sayara: Ela teve um AVC...

Billy: Puxa... Sinto muito pela sua mãe, Sayara...

Billy dá um abraço na Sayara e a Sayara abraça o Billy de volta.

Sayara: Eu estava pensando nela, sabe? Por isso eu nem comemorei o dia das mães no dia treze... Foi Domingo...

Billy: Eu sei...

Sayara: Sinto saudades dela... Queria que ela ficasse comigo para sempre...

Billy: Eu tenho certeza de que a sua mãe está feliz em te ver, lá em cima.

Sayara sorri fofa.

Billy: Pode acreditar, Sayara. Sua mãe está orgulhosa de você!

Sayara: Awwnnn Billy! Obrigada!

Sayara abraça Billy. Billy abraça a Sayara.

Billy e Sayara se beijam, numa noite de luar maravilhosa. Na noite linda, uma estrela brilha. Uma cena linda.


Notas Finais


Me desculpem pela demora.. Fiquei um bom tempo sem postar...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...