História Diário Da Minha Vida Lixo - Romance Gay e Hétero - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adolescente, Amizade, Bissexualidade, Boy Lixo, Família, Homofobia, Me Mata, Melhor Amigo
Visualizações 23
Palavras 511
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, LGBT, Literatura Feminina, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Survival, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bom o Izzy tá lendo isso, então à pedido dele, a namorada dele não irá mais se chamar "Jota".

Dito isto, boa leitura!

Capítulo 5 - Voltei Vadias


Hj meu dia até que foi bom! Estranho? Estranho, porém não irei reclamar. Enfim, de manhã eu não fiz nada muito interessante, então vamo pular pra tarde. 

O Izzy e a Cantora (namorada dele), estavam se pegando e eu fiquei ali sentado né, esperando a putaria passar, até que ela foi pro curso de informática. Aí na hora em que eu deveria aproveitar a companhia do meu melhor amigo, eu fiquei ignorando ele, pra ele ver como eu me sentia.

Aí sla, agora tô me sentindo mal por isso. Whatever, ele foi buscar ela no curso dps, e eu fui né, e quando vi que eles iam ficar numa fila pra jogar totó, decidi ir embora e inventei que ia estudar. Acabou que a gente teve prova de matemática e inglês. Matemática eu só fiz a primeira e inglês eu me fodi. 

Aí depois disso eu fui pra casa e consegui ver uns episódio de uma série, e agr to aqui kkkk. Hj não foi mt interessante. Eu fiquei me sentindo feliz o tempo todo, por algum estranho motivo. No trem, um cara muito gato passou a mão em mim. 

O que? Eu ía enfiar a porrada no filho da puta, mas aí ele era mó gato. E como o trem tava cheio, logo aproveitei pra ficar sarrando nele. Um loiro do oio azul, alto e fortinho? Uma delícia de homem. Pena que saltou logo em seguida.

Ah, e eu quero aproveitar pra contar uns bagulho que eu não tinha falado antes.

Eu provavelmente vou ir morar com o meu pai, mas hoje de manhã, a minha mãe e eu conversamos sobre eu ir morar com ela. Bem, as condições dela não são as melhores. Ela vive na casa dos otro, com dois filhos pequenos cujo pai não faz porra nenhuma pra ajudar. Ainda tem o meu tio que mora lá porque foi expulso de casa. 

Já o meu pai está um pouco melhor, mas morar com ele é osso. O apartamento é alugado e eu não vou poder fazer muitas mudanças. Na casa da minha mãe, eu já vou poder fazer o que eu quiser no quarto (creio eu). Aí sla, não sei onde ir. 

Izzy quer que eu more com a minha mãe porque é mais perto da escola e tals. Blz, não é mentira. Mas na real, ele quer que eu more em Irajá, porque quando ele for visitar a Cantora ele me chamaria pra ficar com eles. Meus anjos. MEUS - ANJOS! 

Vo6 acham mesmo que eu, Benny, vou ficar de vela assim? Se na escola já não fico, imagina fora! Vai ter que ser assim: primeiro ele vai ver ela e depois eu. Que coisa, onde já se viu?

Gente eu sou o melhor amigo dele, não o baba ovo. Sla, ele já havia me dito isso antes, de ele querer que eu vá pra lá, pq ele me veria quando fosse visitar a Cantora! Gente, eu tenho que rir pra não chorar, nmrl.

Espero que tenham gostado, obrigado por acompanhar até aqui. Até amanhã (ou não).


Notas Finais


Me segue e stalkeia o meu perfil, aê pô.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...