1. Spirit Fanfics >
  2. Diário de Bordo de uma garota renegada. >
  3. DESABAFO DE BAR- Coronavírus e meu des- aniversário.

História Diário de Bordo de uma garota renegada. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


É de coração e alma, espero que gostem, pois os dois estão doendo.

Capítulo 1 - DESABAFO DE BAR- Coronavírus e meu des- aniversário.


Fanfic / Fanfiction Diário de Bordo de uma garota renegada. - Capítulo 1 - DESABAFO DE BAR- Coronavírus e meu des- aniversário.

Segunda feira- 16 de março de 2020. 

Oi Sunflower, hoje foi o último dia de aula antes das férias. Ah, mas férias em março? Exactly! Férias em fucking março por causa do fucking corona. 

Parece legal né, mas é porque você é só um bloco de notas dum Nokia tijolão que só manda mensagem e a vivo é que faz ligação. Agora eu, que sou quem. . . Hanna azarada pra caralho Cristina. Só de ser Hanna Cristina, eu já sou imune a sorte. 

Queria que essa imunidade passasse também pros milhões de infectados pelo coronga. Graças à essa praga, eu perdi metade do meu último ano no fundamental, meu feriado de páscoa, meu aniversário e até meus livros {A biblioteca da minha cidade fechou também}. 

Mas voltemos ao assunto principal, esse ano temos 365 des- aniversários, segundo o grande filósofo Chapeleiro maluco, nos des-aniversários que eu tive até agora funcionou o sistema do corno: sempre o último a saber.

Meus planos eram: Acabou a "Terceira guerra imaginária", vou organizar aqui em casa uma social com meus amigos {Uma amiga}, Meus primos {Dois primos}, Minha vó, meu vô e um just dance 2015. Mas aí o sistema do corno foi colocado em prática, e enquanto eu planejava a decoração da minha festa, aconteciam 2 coisas.

A primeira era a grande genialidade da minha mãe, Felicity, de pensar que eu sou igual as garotas de 14 anos do meme. Ela pegou a bola de cristal dela, o ovo esquerdo do nosso cachorro, e advinhou que eu queria fazer um churrasco no interior de outro estado junto com TODOS OS MEUS PARENTES que eu passei o Natal, o ano novo, a primeira semana do ano e o recém terminado Carnavaitomanoc*, que eu fui trouxa e tomei no meu c*

A segunda era a grande viagem Pokémon do coronga pra coletar todos os países e todas as 7 bilhões e o escambau à quatro de gente que tem nesse mundo. Porque é lógico que sempre pensamos: Não vai chegar aqui. Pois é, motherfucker, chegou.

Eu posso estar sendo bem vaca e egoísta agora, afinal tem gente morrendo disso e tá tomando o mundo inteiro, mas me desculpa, se em um mês isso não melhorar, vou te contar uma coisa:

A nossa viagem, que eu não queria mas acabei me acostumando com a ideia, não vai mais ter.

Minha mãe não vai ficar de folga no meu aniversário. Meus amigos não vão poder vir. Minha parentada chata, que eu nunca sei de onde saiu, não vai vir.

Eu vou passar o aniversário sozinha, triste e, se pá, sem nem presente, porque as lojas da minha cidade tão tudo fechada.

Então, Sunflower, vai ser a parte dois do ano passado, que eu não passei sozinha, mas foi tão vazio e banal, que parecia que eu estava sozinha vendo televisão. E se ano que vem for igual? Puta vida, hein, tá foda. . . .


Notas Finais


Ouçam essa música, ela é muito boa. Não tem nada a ver com a história, eu só gosto muito dela.
https://youtu.be/-ouOTq_ULgs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...