1. Spirit Fanfics >
  2. Diário de guerra >
  3. Capítulo I

História Diário de guerra - Capítulo 1


Escrita por: Mira_Scarlet

Notas do Autor


Oi gente tudo bem? Essa fanfic como o próprio nome já diz é de Guerra ela vai ter tema Yuri um dos meus gêneros favoritos. O casal vai ser meu shipp favorito de SNK Mikannie,mas eu sei que só existe no meu coração e no de outros fãs.
O visual dos personagens são da 4° Temporada,mas aqueles que não estão"ativos" ficam com a da primeira.

E quero agradecer a ButterflyOrange pela maravilhosa capa.

Boa leitura.

Capítulo 1 - Capítulo I


Fanfic / Fanfiction Diário de guerra - Capítulo 1 - Capítulo I

"A guerra é um lugar onde jovens que não se conhecem e não se odeiam se matam entre si,por decisões de velhos que se conhecem e se odeiam,mas não se matam" Erich Hartmann.

Esse é um relato de um jovem soldado que lutou na Segunda Guerra Mundial.Uma frase que define muito bem uma guerra.

Sou Mikasa Ackerman, tenho 20 anos e a dois sou soldada do Exército japonês.Meus cabelos e olhos são pretos e tenho estatura mediana.

Estou saindo do dormitório pela primeira vez depois de dois dias para conhecer meus novos companheiros aqui em Berlim.

A quatro anos atrás a ONU junto de vários países fizeram um acordo para combater os terroristas no Oriente Médio,mas sem ferirem as pessoas inocentes.Em menos de um ano a ambição de países como Estados Unidos, Alemanha e Rússia fizeram o pacto desandar, esses países convenceram outros a saírem do acordo com a ONU para juntarem-se a eles.Japão, Escócia, Bélgica, Suécia e França seguirão esse ideais.Todos os anos os países do novo acordo enviam soldados para o combate.Os terroristas foram chamados de Titãs, a missão conhecida como ATTACK ON TITAN ou AOT e as tropas receberam o nome de Asas da Liberdade.Ficou estabelecido que todos os anos um dos países membros cediariam a chegada dos soldados e esse ano é na Alemanha.

Chego no pátio,carrego junto comigo a mochila igual como meus novos companheiros,visto o uniforme padrão americano e meu inseparável cachecol vermelho.Posiciono-me na fileira da frente. A nossa frente estão dois homens e duas mulheres conversando.O loiro alto olha para o relógio e parece dizer algo para os outros.

-Sentido!-o moreno baixo ordena e batemos continência-Iremos no apresentar, logo depois será vocês.Sou o Capitão Levi Rivaille da França.

-Sou a Sub-comandante Ymir Fritz da Suécia.

-Sou a Comandante Hange Zoe da Alemanha.

-Sou o Comandante Erwin Smith da Alemanha.

-Agora são vocês!Quero nome,cidade e país.Sempre que estiverem em fileiras se apresentem da direita para a esquerda!-o Capitão explica.

-Mikasa Ackerman,vim de Tóquio, Japão.

-Eren Jaeger,sou daqui de Berlim, Alemanha.

-Historia Reiss,vim de Estocolmo, Suécia.

-Sasha Blouse,sou de Gasglow, Escócia.

-Connie Springer,vim de Chicago, Estados Unidos.

-Annie Leonhardt, sou de São Petersburgo, Rússia.

-Reiner Braun,vim de Munique, Alemanha.

-Bertholdt Hoover,sou de Nuremberg, Alemanha.

-Armin Arlert,vim de Liepzig, Alemanha.

-Jean Kirschtein,sou de Hamburgo, Alemanha.

-Marco Bott, vim de Bruxelas, Bélgica.

E assim as apresentações seguem até o último soldado.

-Já que todos se apresentaram,peguem suas coisas e sigam pelo corredor até chegarem no angar,na saída iram receber seus armamentos e munições.Daqui a pouco partiremos para a missão.-a Comandante Zoe explica e assim fazemos.

Durante o caminho a garota de nome Sasha puxa conversa comigo e respondo gentilmente suas perguntas.Chegamos no ponto onde dois Cabos entregam os equipamentos que consistem em:um fuzil,uma Ak-47,duas pistolas, um capacete,duas cartucheiras com munições de cada uma das armas e as munições das pistolas que são guardadas em um compartimento da calça.

Os aviões que vão nos levar são bem espaçosos,sento ao lado de Sasha e observo as pessoas ao meu redor.No outro lado um rapaz chora desesperado todos os recrutas são obrigados a virem se negarem é considerado traição.Os nossos superiores entram e olhar do Capitão vai para o rapaz e em passou pesados ele vai até ele.

-Pare de chorar! Isso é vergonhoso!-sem relutar o Capitão acerta um soco no rosto do rapaz.

-D-desculpe C-capitão...

-E pare de gaguejar!Se continuar jogo você daqui.-ele se afasta deixando o rapaz assustado.

Um vôo de Berlim para o Oriente Médio demora em torno de treze horas, muitos aproveitam para descansar,Sasha está dormindo no meu ombro. O Comandante Smith levanta do seu lugar e para que dirá algo.

-Todos acordem imediatamente!-Sasha acorda num susto-Preparem-se vamos desembarcar.

O avião pousa e começamos a sair, ficaremos alojados em uma das bases do Exército americano, caminhamos pela pista até o prédio principal, que tem três andares, placas nas paredes indicam a direção que quer ir.

Nossos superiores são os últimos a entrarem nós esperamos por eles no saguão da base.

-Sub-comandante Fritz explique aos cadetes sobre os dormitórios enquanto nos vamos resolver alguns assuntos.-o Capitão diz saindo acompanhado dos Comandantes.

-Muito bem fedelhos,os quartos tem duas beliches,nas suas mochilas estão os número dos quartos, espero que descansem bem vamos sair amanhã cedo para uma possível intervenção.Os dormitórios masculino e feminino ficam no fim desse corredor a esquerda.-a morena termina de explicar saindo na mesma direção que os outros.

Seguimos pelo corredor até chegarmos nos dormitórios,o meu é o 104 entro e vejo duas beliches em lados opostos,duas pequenas cômodas que servem como suporte para os abajures já que nossas mochilas são os guarda-roupas.Sasha entra logo depois ssguida por duas loiras que se me lembro bem se chamam História e Annie.

-Parece que somos colegas de quarto.-Sasha diz animada-Alguém tem preferência pela cama?

-Podem escolher eu não me importo com algo tão simples e banal.-a loira mais alta diz deixando claro não se importar com coisas que ela julgue interessante.

Depois de decidirmos eu fiquei na junta da Annie na beliche da esquerda,eu na de cima e embaixo, enquanto na outra ficou Sasha e História.

Pelo o que sei as refeições são todas no mesmo horário todo santo dia. 06:00,12:00,18:00.

Todas as missões são elaboradas pelo Comandante Smith que é considerado um grande estrategista.

______&_____

Acordo assustada ao ouvir batidas na porta,olho em volta e percebo as outras já acordadas,direciono meu olhar para a janela e ainda está escuro.

-Todas de pé!Se arrumem e apresentem-se no refeitório!-ouvimos a voz da Sub-comandante Fritz.

-Fala sério!-sorrio de leve ao ouvir Sasha reclamar.

-Melhor parar de fazer corpo mole ou a Sub-comandante virá te acordar por meio de chicotadas.-Annie alerta a garota já de pé pegando a mochila e entrando no que suponho ser o banheiro.

_____&_____

Atualmente nos encontramos no refeitório, todos já estão vestidos com o novo uniforme que continua sendo o padrão americano,mas agora tem o emblema das Asas da Liberdade além do brasão dos países que representamos e nossos nomes e tipo sanguíneo.

Observo Sasha repetir o café da manhã pela terceira vez, ela deve ter um buraco negro no estômago.

A Sub-comandante Fritz entra e fica parada olhando para cada um de nós com um papel em mãos.

-Irei anunciar os escolhidos para a Equipe Alfa.Os que forem chamados fiquem de pé! Ackerman, Jaeger, Arlert, Leonhardt, Hoover, Braun, Kirschtein, Blouse, Springer, Bott e Reiss.Agora todos vocês estão sob meus cuidados além dos Comandantes Smith e Zoe e do Capitão Levi.Me sigam!

Saímos das mesas acompanhando a morena pelo corredor,fomos liberados apenas para pegarmos nossos equipamentos,logo voltamos a acompanhar a mulher até o que posso definir como garagem.

-Como já estão todos aqui entrem nos carros vamos para uma cidade próxima observar o comportamento dos terroristas.-o Comandante Smith explica resumidamente.

Vou no mesmo jipe que o Capitão,Eren, Annie e a Comandante Hange. Nossas armas repousam entre nossas pernas para evitar qualquer acidente mesmo que estejam travadas.

Toda a paisagem é composta majoritariamente por areia e gramíneas ou pequenos arbustos e cactos.Mais na frente uma pequena cidade quase destruida.

_____&_____

Agora estamos num prédio abandonado,as janelas quebradas são fechadas por tábuas de madeira.Assim que chegamos fomos divididos em equipes, além de mim estão Annie,Jean,Eren e Sasha,nos analisando está o Capitão.Usamos as brechas existentes para posicionarmos as armas com ajuda do tripé, estamos ajoelhados e essa posição já é incômoda.

Pela mira da Ak-47 vejo um grupo de crianças brincando sendo supervisionadas por uma senhora sentada num banco.Estranho o fato de um homem se aproximar bastante nervoso.Ele parece mostrar algo para as crianças as deixando assustadas.

-Capitão!-chamo sua atenção-O Senhor precisa ver isso.

Ele pega os binóculos para auxiliar na sua observação, o moreno parece pensar no que deve ser feito.

-Infelizmente não podemos fazer nada Ackerman.-diz frio como seja algo normal.

-Mas Capitão se conseguirmos acertar num ponto vital podemos evitar uma possível tragédia.-tento mudar sua decisão.

-Ackerman não podemos fazer nada, tem um carro próximo do local suponho que seja dos Titãs,se atirarmos vamos revelar nossa localização já que este é o único prédio próximo.Não seja idiota em arriscar sua vida e as nossas.

Tento aceitar sua decisão e volto a olhar pela mira,a mulher e o homem discutem.Ele retira o casaco revelando vários explosivos em torno do abdômen.

-É um Homem-Bomba Capitão!-olho para Eren que parece ter visto o mesmo.

O moreno volta para onde estava e analisa novamente a situação e o que devemos fazer.

-Sinto muito mas não podemos fazer nada Soldados.

-É claro que podemos Capitão!-volto a olhar para a mira e seguro no gatilho.

-Ackerman! Não desobedeça seu Capitão! Isso é uma ordem!

Encaro seus olhos novamente e penso se devo ou não obedecer.Paro de encara-lo ao ouvir um estrondo,uma nuvem de poeira se espalha já é tarde demais.

-Fiquem aqui vou falar com a Comandante Zoe-o moreno saí nos deixando no mais puro silêncio.

-Admiro a sua coragem em ter desafiado o Capitão.-ouço a voz da Annie-Eu também acho que poderíamos ter feito alguma coisa.

-Poderiamos ter salvado a vida daquelas crianças e da senhora.Mas aquele idiota não permitiu.

-Cuidado como fala do Capitão.Ele pode ouvir e você será punida.-Jean diz tentando me calar.

Ouvimos passos ficando próximos, logo o Capitão e a Comandante entram.Ela usa os binóculos para ver o que a pouco tempo foi uma praça.

-Por isso do estrondo.-diz abaixando o objeto.

-A Comandante ouviu?-Eren pergunta

-Sim.Onde o meu grupo está deu para ouvir um estrondo meio abafado.

-Foi um Homem-Bomba.-Annie explica.

-Por que não interviu Levi?-ela questiona olhando para o homem.

-Tsc... Simplesmente por não sabermos que tipo de perigo isso poderia trazer para nós Hange.Entenda que eu nunca colocaria está Equipe em perigo.

-Mas poderia ter feito alguma coisa. A vida de pessoas inocentes foi perdida Capitão Levi.

-Comandante que Hange entenda de uma vez que estamos aqui para dar fim nesses malditos terroristas.

-Mas não podemos colocar a vida dessas pessoas em risco.-a mulher aumenta o tom de voz.

-Já chega! Vamos sair logo daqui antes que algo pior aconteça!

-Comandante!-Armin aparece na porta-Descobrimos que esse prédio é ocupado pelo Titãs e detectamos um carro vindo nessa direção.

-Todos vocês peguem suas coisas vamos sair daqui imediatamente!

Pegamos nossas coisas com certa rapidez e saímos apressados do prédio entrando nos carros.


Notas Finais


Desculpem por qualquer erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...