História Diário de Hajime (Naruto) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Tsunade Senju
Tags Anime, Diário, Fanfic, Hajime, Naruto
Visualizações 8
Palavras 1.231
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Shounen
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Nessa história á uma coisa diferente que quis adicionar, como se fosse a quebra da "Quarta Parede" dos textos sempre que estiver esse sinal "{ }" significa que o personagem pode estar pensando ou até mesmo falando com você. Me desculpe pelos erros mas enfim, tenha uma boa leitura e espero que goste!

Capítulo 1 - Cap 1 - Chegando a Vila


Fanfic / Fanfiction Diário de Hajime (Naruto) - Capítulo 1 - Cap 1 - Chegando a Vila

{Eu estou aqui de novo, voltando a esse diário para escrever mais coisas que eu vivi, nesse diário conto tudo que eu vivo, e essa é uma história que não devo deixar de contar, espero que se divirta.}


Estava caminhando em meio uma floresta a noite onde só envergarva árvores e um caminho pelo o qual seguia, como eu vim parar ali já nem me lembrava mais, estava cansado, com fome e fazia muito frio, tão frio que o meu casaco que jurava ser quente o suficiente para qualquer temperatura não estava mais me esquentando.


- seguir em frente, encontrar ajuda ou um abrigo para essa noite, é apenas isso que eu quero!


digo para mim mesmo enquanto continuo seguindo em frente, caminhando comecei a olhar para o céu, vi aquela lua cheia em meio a árvores e achei uma coisa incrivel, mesmo não gostando do que estava sofrendo com aquela noite.


Segui aquele caminho mais alguns minutos, ou horas não tenho certeza de quanto tempo andei por ali, ao olhar pra frente me deparei com uma entrada aparentemente de uma cidade ou um vilarejo.


{Nessa hora fiquei muito feliz, tipo quando chega seu aniversário e vc sabe que vai ganhar presentes, ou quando seu amigo tropeça e cai na sua frente, foi essa felicidade que eu senti no momento, eu estava salvo, seguro pelo menos era oque esperava}


- Cara finalmente, tomara que tenha alguém de bom coração que meu ajude aqui apenas por uns dia não seria nada mal


disse isso adentrando o local, ao entrar sinto duas Kunais projetarem em meu pescoço, ao sentir as duas lâminas afiadas parei de andar imediatamente e com minha visão periférica consegui observar que seriam os guardas do local, reparei nas suas roupas mas oque mais me chamou atenção foi a suas armas e o brilho de suas bandanas


Guarda 1: - Oque esta fazendo aqui viajante? por acaso sabe onde está indo?!


Guarda 2: - Quem é você?!


tomei um pouco de coragem e respondi aos guardas.


- s-sou Hajime, não me machuque apenas estava procurando abrigo para essa noite, não quero encrenca.


Guarda 2: - Hajime? como podemos ter certeza que estava falando a verdade? você pode ser um espião que foi mandado para essa vila


Guarda 1: - Prove que é uma pessoa inocente e conversaremos com a Hokage!


- Eu sou inocente, eu matei um passarinho quando pequeno mas sou inocente, ele que entrou na minha mira, não foi minha culpa eu juro.


reparei nas palavras deles e realmente descobri oque estava acontecendo, eu não estava no meu mundo onde eu vivia, eu conhecia aquele lugar, as armas, as bandanas e a palavra Hokage entregou tudo, eu estava no mundo de Naruto!


Guarda 1: - Chega disso, esse cara não é espião ou demonstra alguma ameaça para Konoha, é apenas um perdido, vamos levar para a Hokage, ela irá decidir oque fazer com vc.


o guarda da esquerda abaixou a sua Kunai e a guardou no bolso de ferramentas.


Guarda 2: - tem certeza? não sei se é uma boa ideia, irei te culpar se esse cara fazer algo contra Konoha.


O segundo guarda abaixou sua Kunai e a guardou em seu bolso de ferramentas, suspirei aliviado.


Guardas: - vem vamos! a Hokage saberá oque fazer com vc.


eles começaram a caminhar para dentro da vila, imediatamente comecei a seguir eles e observar o local em volta de mim.


{Sim eu estava no mundo de Naruto, era exatamente igual ao anime, meus olhos lacrimejavam de felicidade por estar ali, mas não demonstrei isso seria meio estranho, eu sei que é o sonho que muita gente e a muito tempo também foi o meu, mas não pensei que a recepção fosse daquele jeito.}


Segui os guardas passando pela a vila até chegar ao prédio da Hokage, vi aquela construção incrível e fiquei impressionado por ver aquilo tão de perto, os guardas começaram a entrar e eu os segui, caminhamos pelo o prédio até chegar a sala da Hokage, um dos guardas abriu a porta e entrou, enquanto outro ficou ao lado da porta do lado de fora.


Guarda 2: - vamos entre!


sem responder entrei no local e olhei para mesa, havia muitos papéis jogados e empilhados sobre a mesa, e sentada na cadeira estava ela a Hokage, fiquei sem reações ao ver que realmente era ela.


Guarda 2: Senhora Tsunade! esse jovem acabou de chegar na vila, dizia está procurando abrigo até encontrar nossa vila, deveria estar perdido, achei melhor trazer ele até aqui para que vc tome uma decisão direta ao oque fazer com ele!


Tsunade: - Você revistou ele?


Guarda 2: - Nã...


antes do guarda responder foi interrompido


Tsunade: - Perguntou de onde ele veio?


Guarda 2: - Não, senhora!


Tsunade: - Saia, deixa que eu converso com ele, falarei com vc mais tarde!


Guarda 2: Desculpe senhora, não irá acontecer de novo!


olhei a cena sem falar alguma palavra, o guarda saiu da sala e fechou a porta atraz de mim, fiquei olhando para ela fixamente sem expressão nenhuma.


{Nesse momento não sabia oque estava pensando, fiquei pasmo ao ver ela ali na minha frente, em carne viva}


- Senhora...


mal consegui falar e logo fui interrompido


Tsunade: - Qual seu nome? pq veio até aqui? e de onde veio?


- meu nome é Hajime, estava a procura de abrigo para essa noite e alguma coisa para comer, e de onde eu vim? eu não me lembro, eu...


Tsunade: - Oque vc tem com vc? alguma arma qualquer coisa?


- Eu tenho apenas meu diário, mas nada.


{a propósito é esse mesmo diário que vcs estão lendo nesse exato momento}


Tsunade: - Hajime certo? olha, como estou de bom humor irei deixar você ficar Aqui essa noite, mas não posso deixar ficar Aqui por mais nem um dia, a não ser que vc comece a trabalhar em favor da vila, vamos fazer assim vc dorme Aqui esta noite, e me dá a resposta amanhã oque me diz?


- Sério? eu agradeço se a senhora puder fazer isso por mim.


Tsunade: - Ok, você ficará no quarto de hóspedes aqui, mandarei alguma coisa para você comer, você ficará no quarto 89, pode entrar e fique a vontade.


- Muito obrigado, agradeço muito senhora Tsunade.


Tsunade: - Oque está esperando? anda logo.


- Me Desculpe senhora, e obrigado novamente


me virei fui até a porta e a abri, sai da sala e percorri os corredores a procura do quarto número 89, depois de um tempo o encontrei, a porta já estava aberta, quando foi para entrar no quarto, saiu uma mulher de dentro.


Shizune - Olá você deve ser o Hajime, a senhora Tsunade, me pediu para que arrumasse o quarto de hóspedes para sua chegada, pode entrar fique a vontade.


logo depois ela seguiu pelos corredores andando de pressa, não deu tempo nem de agradecê-la.


entrei no quarto de hóspedes e vi que estava realmente tudo arrumado, havia uma cama de solteiro uma escrivaninha no canto do quarto e uma estante de livros, em cima da escrivaninha havia uma cesta de pães, provavelmente eles para mim. fui até a escrivaninha e peguei um pão na cesta, me sentei na cama e comecei a comer, estava pensando e tentado lembrar de como vim parar naquele lugar, mas não estava preocupado, estava feliz por Estar ali.

{Não parava de pensar que eu realmente estava ali vivendo com todos os personagens que eu amo, eu poderia viver ali para sempre sem dúvidas}

após terminar de comer o pão, coloquei meus óculos em cima de escrivaninha e me deitei na cama fiquei olhando para o teto em silêncio até que peguei no sono.



Notas Finais


Se chegou até aqui muito obrigado, vou continuar a história assim que possivel, espero que tenha se divertido até um outro dia!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...