História Diário de Jessica Morrison - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 20
Palavras 447
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Transsexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 9 - Ballet


Fanfic / Fanfiction Diário de Jessica Morrison - Capítulo 9 - Ballet

10/08/2018 Sexta-feira

 

Que porra de semana! Ainda bem que está acabando, na noite de segunda pra terça foi pior, ficar acordando de uma em uma hora por causa de pesadelos em que você fica morrendo não é nem um pouco legal, pior é ficar tendo algumas paranoias, quase nem fui à aula essa semana e agradeço por isso. E no final estou gripada, de novo, sempre nessa época do ano fico doente, já estou até acostumada, não sou cem por cento saldável, fazer o que? Não sou chegada a ter uma vida “saldável”.

 

Eu já falei várias vezes que estou meio que presa em casa né? Então, Acho que eu tenho algo em mente para sair mais de casa, fazer aula de dança, mais especificamente ballet, eu gosto de ver as pessoas dançando, mas de alguma forma sempre gostei do ballet, mas nunca explorei esse meu gosto, eu já fiz aula de ballet, mas eu tinha uns cinco anos na época se não me engano. O ballet não é algo fácil, as bailarinas fazem tudo pela perfeição, acabam tendo os pés destruídos, tudo pela perfeição.

Bem eu tenho flexibilidade, nem tanto, mas o suficiente para levantar minha perna ao alto, só sou bem desequilibrada, isso eu sempre fui e bem desastrada e lerda, mas voltando ao assunto ballet, talvez eu faça o sacrifício de quebrar meus pés para dançar bem, não estou dizendo que vou fazer isso porque posso desistir no meio, acontece.

 

O final de semana passado eu passei na casa da Rebecca, bem, foi sexta e sábado, mas foi divertido, assistimos Guerra Civil e depois de uma longa pausa de várias horas assistimos Guerra Infinita, bem eu assisti até onde eu pude já a Rebecca chorou pela Gamora e foi dormir depois, o que fizemos na pausa? Bem, escutamos muitas músicas, principalmente de 2006 até músicas de 2012 e comemos bem até, a mãe dela é um anjo.

Soojin? Ela estava na vó dela, infelizmente, seria legal se ela estivesse lá quer dizer talvez eu teria ficado de vela, porra, agora não sei se agradeço por ela ter ficado na vó dela ou não, eu sou confusa pra cacete.

Tem o Eddie também né? Aquela praga adora me infernizar, mesmo assim continuo falando com ele, não tem como não gostar dele, ele só é chato porque fica implorando pra mim atualizar minhas fanfics, eu vou tirar criatividade do inferno, só pode, eu juro que ainda jogo aquele projeto de ser humano no meio do oceano.

Não posso esquecer do Connor, uma das melhores pessoas pra falar sobre Detroit: Become Human e de Sherlock, Connor é um amorzinho, isso não posso negar.

Bem, até qualquer dia.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...