1. Spirit Fanfics >
  2. Diário de Kathy >
  3. Última esperança.

História Diário de Kathy - Capítulo 10


Escrita por: Ricksanx

Capítulo 10 - Última esperança.


Pov Peter

Um simples passeio de escola fez com que tudo desse errado, a garota pela qual eu estava me apaixonando, que eu me conectei como eu jamais me conectei com alguém estava morta bem na minha frente, felizmente eu consegui dar meu sangue à ela antes dela partir e eu realmente espero que isso funcione, provavelmente ela irá me odiar por transformá-la em vampira, mas para salvar a vida dela eu faria qualquer coisa. Nessa luta contra os Phantomhive eu não estou sozinho, um antigo amigo bruxo apareceu para me ajudar.

— Agora que sua namoradinha humana está morta nosso trabalho já foi feito aqui. — disse o homem olhando com desprezo para o corpo de Kathylin.

— O que foi que você fez com a minha garota?

Eu estava completamente fora de mim, estava selvagem e não estava dando a mínima para o fato daquele homem ser um dos integrantes da família Phantomhive os vampiros que eram encarregados de manter a ordem no mundo dos vampiros.

— Eu nunca gostei mesmo dos descentes da família dessa gentinha.

— Você vai se arrepender do dia em que nasceu, eu vou matar você e toda sua família. — eu parti para cima do mesmo o atacando.

As veias do meu rosto estavam saltadas, meus olhos estavam completamente pretos, minhas presas evidentes, eu proferia golpes contra aquele homem mas nada acertava, os mil anos dele realmente eram evidentes, sua força era tremenda.

— Chega seu moleque, eu já estou cansado. — o homem me segurou apenas com uma mão enquanto levava a outra até a árvore mais próxima pegando um pedaço da mesma, ele o enfiou em meu ombro.

Era uma batalha perdida, olhei ao redor e tudo que eu via era caos, o corpo de Kathy caído no chão, Dylan meu amigo todo machucado de lutar com as vampiras.

— Vamos embora garotas, já terminamos nosso trabalho aqui. — eles simplesmente deram um pulo para cima subindo nas árvores e sumindo com a névoa.

Dylan veio até mim arrancando a estaca de meu ombro me curando logo em seguida com o resquício de magia que ele parecia ainda ter. Me rastejei até o corpo de Kathy checando como a mesma estava, seu corpo estava frio, sua alma já havia esvaindo daquele corpo, tudo o que restava agora era uma casca vazia.

— Não podemos deixar sua namorada assim, cara.

— E-ela vai voltar.

— Céus, eu saio da cidade por alguns meses e quando volto sua vida tá um caos. O que vão falar sobre você ter transformado uma humana em vampira?!

O meu raciocínio não estava funcionando direito, eu ainda não havia pensado no fator principal daquilo tudo.

— Ela é metade bruxa, ela é descente direta de bruxa, ela pode virar vampira?

— Eu...Não sei.

— Como assim não sabe? Então trate de descobrir!

— Vai com calma cara, vamos esperar algumas horas e ver no que dá.

— Esperar, esperar? Essa garota não merecia isso, ela tem uma família enorme, amigos e tinha uma vida toda pela frente e eu acabei de destruir ela transformando ela em um demônio.

— O melhor a se fazer agora é levar ela pra casa, a excursão já deve ter acabado alguns minutos atrás.

— Vou chamar um carro. — peguei meu celular com minha mão que estava coberta de sangue e terra discando um número de um táxi e o chamando até o local.

— Cara, eu vou indo, se precisar de mim me chama, e boa sorte com tudo isso aí.

A sol já estava se pondo, Dylan havia ido embora, estávamos apenas eu e o corpo de Kathy, o frio da noite estava chegando o céu que estava azul foi ficando cada vez mais escuro até que vi um faixo de luz passar pelas árvores, finalmente o táxi havia chegado.

Peguei o corpo de Kathy em meus braços andando em direção ao carro, meu sobretudo que era branco a essa altura já estava completamente manchado de sangue e terra, minha roupa estava rasgada e coberta de sangue. O taxista vendo aquilo ficou assustado saindo do carro.

— Que merda é essa? — disse o taxista tremendo.

— Você vai dirigir até a rua Whitlock número 55 e não vai se lembrar disso depois. — falei olhando fixamente em seus olhos o hipnotizando.

Coloquei o corpo de Kathy no banco me sentando ao seu lado, o motorista começou a dirigir nos levando para a casa de Kathy e tudo que eu conseguia pensar é se ela ficaria bem.

Chegando na casa de Kathy eu retirei seu corpo o mais rápido do carro possível para que os vizinhos não vissem aquela cena, adentrei sua casa com ela em meu colo, instantaneamente dando de cara com sua avó.

— O que você fez com a minha neta?

— Eu não fiz nada, foram os Phantomhive.— coloquei o corpo de Kathy sob o sofá.

— Por sua culpa. — disse a avó de Kathy lançando uma magia contra mim. Ela me jogou na parede me prendendo no ar e me suspendendo.

 — Por favor, ela ainda está em transição.

— Você transformou a minha neta em uma das criaturas iguais a você? O maior erro da minha vida, Peter, foi ter me envolvido com você algum dia, vampiros só trazem destruição por onde passam. — ela me soltou fazendo com que eu caísse no chão.

— O que nos resta agora é esperar.

— Minha garotinha. — disse a avó passando a mão pelos cabelos de Kathy.

Nos sentamos no sofá e esperamos horas e horas e horas, eu já estava aceitando que eu iria perdê-la, quando vi seus olhos abrirem lentamente. Kathy estava viva mas agora era uma vampira como eu.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...