1. Spirit Fanfics >
  2. Diário de um Alguém >
  3. Capítulo-47

História Diário de um Alguém - Capítulo 48


Escrita por:


Capítulo 48 - Capítulo-47


Fanfic / Fanfiction Diário de um Alguém - Capítulo 48 - Capítulo-47

Karine

 

            Como o médico disse que provavelmente Nicolas dormiria pelo resto da tarde e também boa parte da noite, e como Natanael ficaria no hospital para nos dar qualquer noticia; eu e Rafael resolvemos voltar para os nossos dormitórios no Campus. Primeiro, porque precisávamos comer algo, pois já passava das 14h quando finalmente deixamos o hospital. Segundo, porque assim como eu, Rafael tinha que trabalhar no TCC dele. Só que diferentemente de mim, ele não tinha aula amanhã de manhã, e nem tinha abandonado a última aula por causa de problemas relacionais, então ele voltaria de manhã no hospital antes de Nicolas receber alta. Isso me angustiava um pouco, pois não sabia se Nicolas iria voltar para o dormitório, ou se levariam ele para casa; e eu não sabia se ia conseguir chegar no hospital antes que ele tivesse alta. Mesmo que saísse correndo da aula, a probabilidade era baixa.

            Tentei não focar muito nisso quando finalmente cheguei ao meu dormitório. Para a minha sorte, minha colega de quarto tinha feito o almoço para nós duas, então só precisei esquentar a comida quando cheguei. Depois de tomar um bom banho e almoçar, quase às 16h da tarde, peguei meu celular e desbloqueei o contato de Nicolas imediatamente. Para a minha surpresa, não havia tantas ligações, ou mensagens, pois aparentemente ele havia me entendido e me dado espaço para colocar meus pensamentos de volta no lugar.

        Entretanto, tinha várias mensagens da minha mãe querendo saber se eu havia chegado bem no dormitório. Eu havia me esquecido de entrar em contato com ela, por causa de toda aquela tensão com Nicolas. Mandei um áudio para ela explicando toda a situação, e principalmente a melhor parte, que de certa forma, eu e Nicolas tínhamos nos resolvido.

            Era verdade que a cicatriz ainda estava aberta, que eu ainda teria medo, que ainda nos desculparíamos mil vezes por causa do passado. Entretanto, era necessário enfrentar esse passado, para crescermos, e parece que para um futuro juntos. E quando eu tinha Nicolas do meu lado, na verdade, todas essas incertezas e inseguranças sumiam, pois só existiam eu, ele, e o nosso amor.

          Foi então que me lembrei do que Nicolas falou em relação ao estágio, e finalmente tomei coragem para responder o professor Eduardo:

 

            "Boa tarde!

            Primeiramente, já quero pedir desculpas pela minha demora para dar algum parecer.

         Bom, é inegável que esse estágio que o senhor me oferece é uma oportunidade única. Assim como o senhor também sabe o porquê da minha incerteza e insegurança em aceitar. Entretanto, depois de muito refletir, descobri que estou pronta para recomeçar a minha carreira profissional, e creio que nada melhor do que recomeçar com a sua oportunidade.

            Por isso, eu aceito a sua proposta de estágio, Professor Eduardo.

            Prometo não decepcioná-lo e mais uma vez agradeço pela oportunidade que o senhor está me dando.

            Com todo o apoio que eu preciso, fico muito feliz de fazer parte da sua equipe.

            Att, Karine."

 

          Enviado. Se Nicolas estivesse aqui do meu lado nesse instante, tenho certeza que estaria muito orgulhoso da minha decisão. E ele fez um pouco parte dela também, pois estou segura para recomeçar graças a ele.

 

***

 

            Acordo com o despertador na segunda-feira. Dou um check no celular, antes de levantar da cama, e no meio de notificações bobas das redes sociais, encontro duas mensagens importantes. Uma era do Professor Eduardo, dizendo que estava muito feliz por eu ter aceitado a proposta, que me passaria melhor às instruções hoje, depois da aula, e que eu já começava o estágio na quarta-feira. Estava quase mandando uma resposta para ele, pedindo para que ele me passasse às instruções outro dia, pois queria ver Nicolas antes dele receber alta do hospital. Quando de repente, visualizei melhor as notificações e vi que a outra mensagem se tratava de Nicolas:

 

            "Bom dia!

           Se não tivesse falado com Rafael antes, acreditaria que o que aconteceu ontem era apenas um sonho. Não esperava te ver, na verdade eu nem sei como você ficou sabendo o que aconteceu comigo (tenho que perguntar isso depois). Mas isso não importa. O que importa é que você me ama, e declarou isso ontem para mim. E eu prometo ser digno desse amor.

           Antes que você comece a se preocupar, eu acordei ainda de madrugada e estou bem (também, como eu não ficaria bem depois de receber o seu beijo ontem?). E Rafael trouxe o meu celular, pois pedi que o meu irmão só ligasse para ele, pois não queria atrapalhar o seu sono, pois você tem aula daqui a pouco (anote tudo direitinho para mim, ok?). E como vou receber alta às 10h, se Rafael não viesse cedo, não iria me encontrar.

           Hey, mas não se preocupe. Vá para a aula tranquila. Eu estou bem. Queria voltar para o dormitório para poder te ver, mas minha mãe insistiu que o melhor para mim era passar essa semana de repouso absoluto lá em casa. Vou sentir sua falta, e vou contar os dias para poder te ver novamente, até porque, ainda temos muito que conversar.

            Mandarei mensagens todos os dias. Espero não atrapalhar.

            Amo-te! Nicolas."

 

          Percebo que não adianta adiar meus compromissos com o Professor Eduardo depois da aula, e provavelmente não é isso que Nicolas desejaria também. Fico realmente triste por não poder vê-lo antes de receber alta, e mesmo ainda insatisfeita de como ficou a situação, respondo:

 

            "Bom dia!

            Que bom que está bem! Fico feliz que já vai receber alta. Mas fico triste de não poder ir aí te ver.

          Entretanto, não se culpe por isso e eu prometo não me culpar também. A vida é assim, nem tudo funciona como desejamos. Mas o que importa é que você está bem, e que eu vou poder te ver novamente (e te encher de beijos quando esse reencontro acontecer, talvez por isso as pessoas gostam tanto de reencontros, rsrs).

          Bom, preciso ir me arrumar para a aula. Mas antes, também trago boas notícias. Eu aceitei a proposta de estágio do Professor Eduardo! Minha mãe não está muito feliz, porém aceitou. Começo na quarta-feira.

            Se cuide, e cumpra o repouso.

            Amo-te! Karine.

            P.S.: Pode me mandar mensagens todos os dias, você nunca atrapalha. Só não prometo responder imediatamente."

 

            Então me levantei da cama, e oficialmente comecei o meu dia.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...