História Diário de um amor proibido - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Incesto, Romance, Yaoi
Visualizações 10
Palavras 1.640
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, FemmeSlash, Festa, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Orange, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiin, n sei por que continuo postando isso.

Capítulo 2 - Capítulo 2 - Flores do deserto


Fanfic / Fanfiction Diário de um amor proibido - Capítulo 2 - Capítulo 2 - Flores do deserto

Acordo e me sento sobre a cama, fico pensativo sobre tudo que havia acontecido na noite passada enquanto minha mente ferve em pensamentos profundos, eu tomo coragem e então levanto e pego uma cueca e minha toalha entrando para meu banho, demoro um tempo imaginando as maravilhas que o futuro não reservaria para mim jamais e me banhando, ao terminar saio e me visto com uma camiseta preta de estampa e é uma calça jeans escura, desço ao primeiro andar com minha bolsa, saio correndo para a escola e no caminho paro no café onde Raquel, Simon e Oliver me esperam, pedimos três cafés e um suco e assim caminhamos para a escola enquanto falamos tanto do ar que acabamos de inspirar quanto de um personagem que criamos fantasiando ser de galáxias longe da nossa, ao chegarmos vamos para nosso ponto de conversa que é uma árvore da quase floresta que cerca a escola, lá ficamos até que o sinal bater, assim entramos para sala e nos sentamos em nossos lugares, eu pego um papel e começo a escrever um mensagem que daria para Zac, logo o professor entra junto de um aluno que eu nunca vi na escola, ele é um aluno novo, seu nome é Tailler, ele tem 18 anos, é alto, tem um físico bem definido, cabelo liso e moreno claro, e é heterocromático ou seja ele tem um olho verde e um azul, o que junto às sardas deixa ele muito fofo. O garoto é recebido com diversos elogios de todas as garotas ou da maioria que fica toda animada, ele se senta ao lado de Raquel que o recebe muitoooo bem, a mesma puxa assunto e se apresenta, logo em seguida ela vai se tornando amiga dele, o dia se torna uma merda a partir desse momento já que minha melhor amiga passou o dia todo com seu novo amigo, na hora da saída vamos para o carro de Oliver e então esperamos eu, Simon e Oliver até que Raquel aparece com Tailler que está sorridente e que tenho que confessar é um gato, ela abre a porta e entra puxando ele, quando tento começar uma conversa ela volta a falar com ele e mais ninguém então ligo o rádio do carro, e está tocando Titanium, eu e Simon começamos a cantar enquanto Oliver olha para seu amor e sorri com os olhos brilhando levemente, após cantarmos essa ficamos mais quietos, decido que ficaria de boa com ela por aquele dia mas que se ela continuasse com isso iria dar uma bem direta nela, desembarcados na casa de Zac, meu novo lugar favorito e assim que descemos Raquel me olha e da um sorriso malicioso que me deixa corado de leve, parto correndo para bater na porta, e assim ele me recebe com um short de malhação e nada mais, vou ficando completamente vermelho enquanto ele fala com o outros tentando segurar o riso, entramos e ele pede para que esperássemos Bryan e Ryan chegarem enquanto ele tomava um rápido banho.

-Vai lá migo. – Raquel fala me empurrando, logo após Zac sair do cômodo.

Eu subo atrás dele e sou recebido com a porta aberta, vejo ele totalmente nu com seu corpo todo molhado, o que me excita e claro que não posso deixar de reparar na sua bunda linda que me deixava louco, prefiro não entrar para que ninguém soubesse e assim eu assisto ele tomar banho, após o término deixo ele sozinho e desço retornando e encontrando Bryan e Ryan que já haviam chegado, sento-me junto deles, e assim fico esperando Zac. Assim que ele desce, eu não penso em outra coisa que não seja em sua bunda toda molhada, ele está com um short que até que é bem curto e muito apertado consigo ver a marca de sua cueca que era uma jockstrap, assim nós conversamos sobre diversos temas até o fim do dia, onde decidimos jogar “uma verdade e duas mentiras” e assim ficamos jogando até que chega a minha vez e então eu começo.

-Bom, primeiro eu tenho uma namorada e me descobri bi faz um tempo, segunda eu não sou mais virgem e terceira eu já peguei o treinador. – Digo cativando a todos.

- A segunda eu acho – Diz Raquel sorridente.

-Acertou – Digo fazendo biquinho e olhando para Zac, fazendo Raquel entender tudo que eu estava fazendo.

Nós terminamos o jogo e todos vão embora fico com Zac em sua casa, me deito no sofá colocando a cabeça sobre a perna dele e assim ficamos assistindo, até que eu decido perguntar a ele sobre seus fetiches.

-Zac, você sente tesão em que ? – Digo cortando o silêncio e deixando-o corado.

-Eu posso te mostrar – Ele me responde.

Vamos para um quarto com uma cama, correntes, chicotes, algemas e os mais diversos brinquedos, eu fico excitado assim que vejo e também fico animado.

-Posso brincar com você? – Pergunto baixinho.

-Como assim ? – Ele me pergunta meio confuso.

-Sente e entenda. – Digo o colocando sobre uma cadeira e prendendo seus braços com algemas atrás do corpo, amarro suas pernas na cadeira e saio por um segundo de sua frente, e então volto com apenas um chicote e uma adaga, corto lentamente sua camiseta e logo depois coloco uma venda em seu rosto, pego o chicote e começo a dar leves batidas contra seu peito, vou aumentando a força com o passar do tempo, paro de chicoteá-lo e me sento em seu colo, dou uma delicada mordida em seu pescoço e assim chupo ele deixando a marca não só de meus dentes, me levanto e com a adaga arranho todo seu peito enquanto escuto seu baixo gemidos, vejo o sangue escorrendo enquanto minha consciência começa a tentar me matar, então coloco aquela adaga longe em uma mesinha, volto para perto dele e abaixo seu short e junto dele sua cueca, pego um lubrificante e passo na cabeça de seu membro e logo em seguida me sento em seu colo e posiciono ele na minha entrada, começo a lentamente quitar em seu colo enquanto removo a venda de seu rosto, e então me solto ainda mais e começo a quicar o mais rápido que consigo, sinto algo quente dentro de mim, ele estava gozando e era tão bom sentir aquilo, sai de cima dele e solto seus membros, ele me puxa rindo e me beija então ficamos trocando beijos até eu entrar no banheiro para tomar um banho, me sinto tão bem com ele mas ele não é cem por cento meu e isso me incomoda muito mais do que demonstro, desço e me despeço dele partindo assim para minha casa, chego e me deito dormindo rapidamente, acordo no dia seguinte com o dobro de disposição do que o comum, hoje eu iria mostrar que ele é meu, vou para o banheiro e tomo banho, me troco e saio de casa indo para o café, ao chegar lá me deparo com Tailler, Raquel, Simon e Oliver sentados em uma mesa para quatro, então entro e passo reto por eles, peço um café com pouco açúcar e saio após pagar, vou andando para escola e tomando, chegando lá comprimento a todos e entro para sala rápido, ao chegar lá encontro Zac, Hannah, Beatriz, Lorena, Justin, Bryan, Ryan e Chris todos sentados, entro no meio deles abraçando Zac e dando um tapa em seu peito, ele da um gemido baixo e tenta disfarçar, dou uma risadinha enquanto olho para Lorena, me sento ao seu lado, agarro nele. Raquel entra na sala e me puxa.

-Migo, você tá bravo comigo? – Ela me pergunta, olho para o outro lado.

-Porra. Responde, caralho. – Tailler fala aí ver Raquel triste.

-Licença – Falo ao empurrar ele.

-Responde. – Ele grita entrando na frente.

-Você ouviu ele mandar você sair da frente. – Zac fala bravo enquanto empurra Tailler.

Antes que Zac possa bater em Tailler ou o contrário eu e Raquel entramos na frente.

-As oito? – Ela me pergunta.

-As oito. – Respondo, e logo depois me sento em meu lugar.

Mas duas primeiras aulas tento não falar com ela, mas a partir da terceira sou obrigado a trocar de lugar ligar para conseguir continuar sem me comunicar com ela, e assim passo as quatro últimas aulas sentado perto de Zac e seus amigos, vou ficando cada segundo mais irritado com tudo que está acontecendo, ele e sua namoradinha estavam me irritando e pra ajudar minha best me trocou por um garoto. Assim que o sinal bate me levanto e corro corri para fora daquela sala, e a primeira coisa que faço ao sair é puxar Zac de canto e entrar em seu carro, depois peço que ele me leve para o lugar mais distante da cidade e assim ele faz, vamos para uma floresta que se encontrava perto de nossa cidade e lá ficamos com apenas nossos celulares, trocávamos olhares e até rolava uns beijos mas nada muito sério e muito menos novo, eu então decido tirar minha roupa e simplesmente nadar pelado por ali mesmo, após algum tempo dentro da água percebo estar já acompanhado.

O tempo passa rápido e quando paro e reparo ao redor percebo que já está tarde, vejo o horário no meu celular e são 19:30, Zac me leva voando para minha casa e eu entro o mais rápido possível e logo saio de casa o mais rápido que posso chego muito atrasado e vejo ela prestes a sair, entro quase que me jogando, me sento na mesa com ela pego meu café bebo um gole e explico para ela tudo que está me deixando mal e assim ela me explica sobre seu crush crise em Trailer e em seguida eu decido dar para ela mais espaço e liberdade, para que ela consiga ficar com ele, ficamos mais umas horas conversando e eu vou para casa. 


Notas Finais


Ass: Eu Rapha_Angel99


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...