História Diário de um ansioso - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 2
Palavras 636
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Enjoy the silence...

Tudo isso no silêncio e no escuro!

Capítulo 1 - A noite de um ansioso - Parte I


Fanfic / Fanfiction Diário de um ansioso - Capítulo 1 - A noite de um ansioso - Parte I

Muitas pessoas alegam que ficam imaginando coisas que nunca vão acontecer antes de dormir, como se fosse uma historinha agradável para trazer o sono. Bom, na vida de um ansioso isso é um pouco diferente, as vezes esse momento pode trazer na verdade a mais pura e estrondosa insônia e infelizmente acaba sendo um ritual diário. Mas por que esse momento de relaxamento pode ser tão pavoroso? Você deve estar se perguntando. A resposta é simples! O ansioso não imagina coisas que nunca vão acontecer, ele cria paranoias! Lindas e elaboradas paranoias. Claro que são situações que podem nunca acontecer, mas o simples pensamento em uma determinada situação faz com que o ansioso analise a mesma de todos os ângulos possíveis.

Neste momento o ansioso imagina naquela situação quais são as possibilidades, como contornar a situação e resolver o problema, suas reações e até mesmo os diálogos de todas as pessoas envolvidas. Ah mas e se eu dissesse isso? E se fulano fizesse aquilo? Isso abre margem para pelo menos três variações dentro da mesma situação, sendo otimista. Para cada possibilidade uma reação e solução.

Cansativo? Estamos apenas começando...

 Essa situação e suas possíveis variações tem que fazer sentido e se não for possível é descartada, então as três variações pelo menos uma é descartada, ainda sendo otimista.

Bom, parece fácil criamos a situação (paranoia), as possíveis variações de acordo com a reação dos envolvidos e sendo possível, e criamos uma solução para cada uma delas. Pronto! Podemos dormir... não! Espera!

São possíveis, temos uma solução para cada uma delas, mas em todas eu vou me sentir mal! “Por isso, por aquilo e vou perder isso e aquilo”

Aqui está o X da questão... Agora que está criada a paranoia temos que criar expectativa! Isso mesmo, você não leu errado! Para cada situação temos que criar a expectativa de que nenhuma delas nunca aconteça! Para poder dormir tranquilo talvez! Coisa de doido né?

Imaginar uma situação que nunca vai acontecer, imaginar as variações dela, imaginar uma solução para cada uma e ainda criar uma expectativa para que essa situação nunca aconteça. Exatamente!

Imagine que você passou o dedo por uma tábua e entrou uma ferpa. O dedo é seu cérebro, a ferpa é nada mais nada menos do que a paranoia elaborada. Isso dói né? Só de pensar. Mas não é uma ferpa comum que se tira com uma pinça. É uma ferpa profunda e sem ponta para tirar com uma simples pinça. Depois de uns instantes ela nem dói mais, mas incomoda muito, nossa como incomoda! Neste caso temos a brilhante ideia de colocar um band-aid para resolver o problema. O band-aid é a expectativa. Pois é, ela não serve para muita coisa.

Acabou, agora podemos dormir tranquilamente. Nos dias que se seguem, a ferpa continua lá! Pode ser que durante o resto da sua vida, que o band-aid (expectativa) nunca saia para que a ferpa fique a mostra. Mas como não controlamos nada em nossas vidas, as vezes o band-aid sai, a situação acontece, de acordo com uma das variações possíveis e a sua solução é finalmente utilizada (a pinça).

Neste momento, meu amigo, o cérebro de um ansioso é dividido ao meio. Primeiro existe todo o sofrimento que a situação trouxe, inevitavelmente. E sim existe um segundo sentimento perturbador do tipo “eu te avisei”, viu como foi útil passar aquelas horas acordado elaborando? Você não teria a mínima ideia do que fazer agora! Esse sentimento te faz passar mais noites e noites em claro criamos mais e mais paranoias, soluções e expectativas.

Isso na melhor das hipóteses! Sabe o que pode acontecer também? Reagir de uma maneira totalmente diferente de todas as imaginadas, levado pela emoção do momento. Aí meu amigo, é assunto para um novo capítulo.

Ah se desse pra evitar!!! :/


Notas Finais


Me conta, se identificou? Compartilha comigo! Achou doideira? Observe a sua volta, tem um ansioso bem ai do seu lado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...