História Diário de um Gay - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Comedia, Diário, Diário De Um Gay, Família, Gay, Homossexualidade, Lgbt, Romance
Visualizações 24
Palavras 705
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esse capitulo contem palavras não recomendado para menos de 16 anos.
História baseado em fatos reais.

Capítulo 2 - Itaberaba, 24 de Junho de 1999


Fanfic / Fanfiction Diário de um Gay - Capítulo 2 - Itaberaba, 24 de Junho de 1999


Querido diário, hoje vim continuar a história de minha mãe e meu pai, antes de eu nascer, é claro.

CAPITULO ANTERIOR:"...Claro que mais dias se passaram, e eles acabaram indo para casa do "coroa" que era o pai dele, e que inclusive é meu avô. Até ai então, minha mãe morava em um bairro aqui na cidade chamado Batalhão, onde morava com minha vó (mãe dela) seus irmão.
Um belo dia, minha vó resolveu se mudar para uma outra casa, e chegando lá, advinha quem iria ser a vizinha nova de meu pai? Ela mesmo, minha mãe! A partir daí, eles começaram a criar mais intimidades e acabaram namorando."


CAPITULO DE HOJE: "Itaberaba, 24 de Junho de 1999"

E meu pai, acabou pedindo minha mãe em namoro. Minha mãe toda feliz, foi contando para suas irmãs:

Mãe: Manas, tu não sabe quem acabou de me pedir em namoro? (toda contente e feliz)
Lidi: Ai meu Deus, quem?
Lili: Lidi, mas é claro que foi Jorge (meu pai), se ele é o unico homem em que ela está saindo.
Mãe: Ele é o unico que me pediu em namoro, mas sobre eu está saindo, é vários. (risos)
Lidi/Lili: Sim mana, me conta como foi?
Mãe: Ele me mandou uma mensagem, dizendo que queria falar comigo sério. Ai claro que pensei: Porra, será que eu fiz algo, ou ele acabou descobrindo que eu não estava saindo só com ele?
Então eu peguei e fui, chegando lá, ele tinha feito uma comida...
Lili: A comida era gostosa? (risos)
Mãe: Calma, vou chegar nessa parte. Então, ele fez uma comida, que parecia está maravilhosamente gostosa. Estava tudo tão bonitinho, até chegar na parte de comer.
Meninas, que quando eu coloquei um pouco da comida na boca... Garota, a comida ta ruim. Tava com gosto de cu seboso, uma lavagem. Mas eu acabei tolerando
Lili/Lidi: KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Lili: Meu Deus, homem não sabe fazer nada direito kkk
Lidi: Calma Lili, não é todo homem que não sabe fazer uma comida, tem vários que sabem fazer algo de útil.
Lili: É mas pelo jeito, parece que o homem de Fia (apelido de minha mãe) só sabe fazer coisa boa na cama kkk
Mãe: kkkkkkk, se respeita vagabunda kkkkk pelo menos eu tenho um macho, e tu não.
Lili: Nem se acha
Mãe: kkkkk, posso continuar o babado?
Lili: Pode kk
Lidi: sim rs
Mãe: Então depois que comemos, ele foi no quarto, pegar meio que uma "aliança" e veio até a mim e disse: "Fia, quer namorar comigo?"
Ai claro, que disse sim.
Lidi: Mas, só isso? Não chegaram nem fazer aquilo?
Lili: Eita lidiane curiosa.
Lidi: Curiosa nada, estou apenas com curiosidade...

Então, elas ficaram conversando e se gabando por minha mãe ter sido pedida em namoro, mas nesse dia eles não transaram. 
No dia 24 de junho de 1999, minha mãe mas meu pai, resolveram transar e ao mesmo tempo ter seu primeiro filho.
Lembrando que era a primeira vez de minha mãe, pois meu pai já era putão naquela época rs

Pai: Está tudo bem? Você está tensa.
Mãe: Eu estou bem, é que tu sabe que é minha primeira vez, e estou um pouco de medo.
Pai: Calma, vamos devagar.
Mãe: Jorge, e sobre a conversa que tivemos mais cedo, de ter um filho? Você acha que estamos preparados?
Pai: Olha, se não tiver, eu não me importo, mas caso tiver, eu não vou deixar de assumir o filho.
Mãe: Ok.

Eles começaram a beijar, até criar um clima. 

Pai: Está pronta?
Mãe: Acho que sim.

Então, eles começaram a fazer amor. 
No dia 26, mainha começou a sentir sintomas de uma grávidam, que todos sabem o que é. 
No dia 27, mainha foi na farmacia comprar teste de gravidez, e quando foi fazer. Deu positivo. Ela ficou bastante feliz, porque seu primeiro filho estava vindo ao mundo
Mas também ela ficou meio que um pouco triste, pois naquela época o mundo, ou melhor, a vida dela com minha vó, não estava tão adequada para cuidar de mais uma pessoa. Elas não tava tendo muitas condições no momento!
Mais tarde, ela chegou para meu pai e lhe falou que estava esperando um filho, e que ele seria pai...
 


Notas Finais


O que será que aconteceu depois? Aguarde o próximo capítulo.

SIGA-ME NAS REDES SOCIAIS:

Facebook: facebook.com/jhorgeandrad
Instagram: instagram.com/jhorgeandrad | @jhorgeandrad
Twitter: twitter.com/jhorgeandrad | @jhorgeandrad

Comente, favoritem ou deem notas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...