História Diário de uma Apaixonada (Kim Taehyung) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Comedia, Diário, Jung Eunhye, Kim Taehyung
Visualizações 15
Palavras 1.042
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie
Demorei mas tô de vlt

Capítulo 4 - 4 - Esse menino ainda vai me matar, tô avisando.


Querido Diário,

Quarto dia escrevendo em você, eu realmente gostei dessa ideia, me sinto uma criança porém uma criança realizada.

O por que? Simples, a "coisa" tem nome e sobrenome: Kim Taehyung. Ele passou a noite aqui em casa, o que resultou em eu trancada no meu quarto o dia todo morta de vergonha de sair dali e dar de cara com o meu crush. O problema foi a fome já que eu não tinha jantado junto aos meninos por pura vergonha. Eram umas 01:23 da madrugada, e eu senti meu estômago dar aquelas roncadas monstras de quando você realmente está com fome, e eu me senti na obrigação de sair do quarto.

Quando eu tinha abrido a porta eu encarei os dois lados para ver se Taehyung não estava por ali, dei um suapiro aliviada assim que percebi que provavelmente ele estava dormido ou fazendo sei lá o que no quarto que Hoseok-Oppa arrumou para ele dormir. Tae passa noites aqui em casa sem muita frequência o que por uma parte eu fico aliviada e por outra eu fico chateada, ver aquela carinha de anjo amassadinha quando ele acorda é uma das minhas coisas preferidas quando ele dorme aqui, ele fica adorável daquele jeito. 

Assim que eu tinha ido para a cozinha, eu fui direto para a geladeira ver se tinha o bolo de chocolate que eu tinha feito com o Hoseok a uns dias atrás. Vou narrar o que aconteceu:

Lá estava eu bem de boa, comendo o bolo que estava delicioso, até que eu ouço uma risada que me fez ficar paralizada com as bochechas cheias de bolo, igual a um esquilo.

- Assaltando a geladeira, que feio mocinha! - A voz rouca e sonoleta de Taehyung me arrepiou por inteira, fazendo com que eu abaixasse a cabeça envergonhada.

- Eu só estava com fome, não queria que você tivesse acordado. - Minha voz saiu baixinha enquanto eu terminava de comer.

- Tudo bem, eu nem estava dormindo, estava na sala vendo um filme qualquer, estava sem sono. - Tae se sentou ao meu lado, apoiando o queixo em sua mão que estava em cima da mesa. Ver ele sentado próximo de mim fez meu coração acelerar e eu ficar corada. Malditos sejam os sintômas da paixão.

- Hm, entendi. Quer um pouco? - Me referi ao bolo, ele sorriu e negou com a cabeça.

- Não, obrigado. 

- Tá.. - Minha voz saiu baixinha e então voltei a comer, bastante envergonhada.

Eu sentia o olhar dele sobre mim, fazendo meu corpo ficar encolhido de vergonha. Kim Taehyung me encarando é um perigo para meu coração.

Até acontecer a cena mais clichê de todas, além do mais, minha vida é um clichê.

- Está sujinho aqui. - Taehyung apontou para meus lábios. - Deixa que eu limpo. - Ele arrastou a cadeira ficando extremamente próximo de mim, com seu polegar ele passou por meus lábios, tirando as migalhas de bolo dali, me fazendo corar ao extremo.

- O-Obrigada, Tae.. - Meu coração estava palpitando tão rápido que parecia que estava correndo uma maratona dentro de meu peito, essa aproximação repentina é realmente algo que eu não estava preparada.

- Não tem de quê.

Mais um motivo por todos serem apaixonados por Kim Taehyung é porque ele é extremamente bondoso e gentil, ele é um anjo com asas transparentes. Eu me pergunto todo dia se ele é real, porque uma pessoa tão perfeita como ele é humanamente impossível ser real. Eu sinto uma vontade enorme de tocar na bochecha dele para ver se ele é de verdade...e foi exatamente isso que eu fiz naquela hora.

Minha mão foi em direção a bochecha direita de Taehyung, que ficou um pouco confuso com o que eu iria fazer. Acariciei a pele macia dele, dando um sorriso e arrancando coragem do quinto dos infernos para falar o seguinte:

- Só queria saber se você é realmente de verdade, você é muito perfeito em todos os sentidos. - E o melhor/pior de tudo é que eu consegui dizer aquilo sem gaguejar.

Mas a vergonha me atingiu em cheio, fazendo meu rosto pegar fogo e fazer com que eu me afastasse rapidamente. Taehyung apenas riu fraco, pegando em minha mão e a colocando novamente em sua bochecha, me deixando surpresa.

- Obrigado, Eun. Mas a única perfeição que eu consigo ver agora...é você! - Taehyung me olhou fixamente nos olhos, com um sorriso em seus lábios perfeitamente desenhados e que pareciam tão macios..

Como que se respeira? ALGUÉM ME TRAS UMA BOMBINHA DE AR PORQUE EU TÔ PASSANDO MAL. SANTO SEJA AQUELES QUE BOTARAM KIM TAEHYUNG NO MUNDO, AMÉM.

Eu e Taehyung ficamos nos encarando por um tempo, até Hoseok aparecer com uma espécie de bandana que prendia seus cabelos avermelhados, fazendo com que eu e Taehyung nos afastássemos rapidamente.

- O que estão fazendo acordados? Sabem que horas são? - A voz de Hoseok-Oppa estava rouca também, e sua expressão estava hilária, eu e Tae estávamos nos segurando para não rir.

E mais ou menos foi isso, Taehyung me iludindo como sempre e eu como uma boba apaixonada, acreditando na minha própria ilusão. Eu odeio isso, odeio criar algo em minha cabeça que eu sei que nunca vai se realizar, mesmo que ultimamente Taehyung esteja bastante diferente, eu sei que tenho no máximo 5,9% de chances de ficar junto com ele.

Eu me sinto muito mal quando Taehyung me diz coisas tão lindas porque eu sei que ele é assim com todos, TaeTae é uma pessoa maravilhosa e sempre trata todos bem, e eu sei que ele não fala coisas bonitas para mim. Eu também sei que ele não gosta de mim da mesma forma que eu gosto dele, mas é tão difícil desapegar dele...ele é perfeito, um garoto amável e totalmente incrível, e faz qualquer um se apaixonar só pelo sorriso único dele. Merda, meu coração acelera só de o olhar...

Eu sou muito apaixonada por ele...e eu sou uma idiota por me apaixonar justamente pelo "menino perfeito". Eu realmente sou boba...como posso concorrer com todas aquelas garotas lindas que são apaixonadas por Tae? Não tem como...eu sei disso. Mas enfim, pelo menos tenho a minha estranha amizade com ele, e isso já basta. 

Acho que isso é o suficiente para eu contar por hoje, afinal eu nem sei mais o que escrever em você, Diário.

Bye.

Jung Eunhye.


Notas Finais


Bão?
Desculpem os erros e desculpem a demora.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...