1. Spirit Fanfics >
  2. Diário de uma garota triste >
  3. Data: 24.03.2017 (HOT)

História Diário de uma garota triste - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Querido Diário, hoje o dia foi muito... diferente.

Capítulo 3 - Data: 24.03.2017 (HOT)


Fanfic / Fanfiction Diário de uma garota triste - Capítulo 3 - Data: 24.03.2017 (HOT)

O sinal da saída se escuta porém nenhum aluno se move. Estamos num castigo.

- Bom pessoal, conversei com Sra. Charlotte e chegamos numa conclusão de que vamos dividir vocês e cada pequeno grupo fará um trabalho pela escola.

Ouve-se alguns resmungos.

Com meu caderno de desenho na mesa rabisco algumas coisas e ignoro Sr. Winter dividindo grupos. Sei que alguns irão limpar as bolas do Ginásio, outros ajudar na secretaria, outros repor mantimentos pela escola, outros pintar o muro e...

- Bom vejamos quem sobrou... Srta. Evans...

- Eu...

Ele pensa.

- Bom, você vai ficar aqui e me ajudar com a papelada.

Ele me olha daquela forma, sim aquela. Posso estar louca, mas posso não estar.

Todos saem para fazer suas tarefas.

- Então, eu vou colocar essa pilha aqui e com base nesse papel você confere pra mim. 

Ele me entrega o papel após deixar a pilha sobre a mesa.

- Qualquer dúvida é só chamar. Ele diz indo em direção à sua mesa.

Estamos sozinhos. Isso desperta coisas perigosas em mim.

Me enclino sobre a mesa para dar uma pequena organizada e analisar os papeis, me assegurando de que meu decote esteja visível.

Sinto seus olhos queimando minha pele. O olho fazendo-o desviar o olhar. Logo após ele disfarça e sorri pra mim.

Me sento.

....

Enquanto faço o que tenho que fazer reveso entre olhá-lo com "aquela cara" e colocar a caneta que ele me emprestara na boca. Em momentos ele retribui o olhar mas posso ver seu constrangimento. E eu adoro.

Chego em uma parte com gráficos com símbolos e termos que não compreendo.

- Sr. Winter?

- Diga.

- Eu estou com dificuldade nesses gráficos. 

Vou em direção à sua mesa, ele aponta um lapis e vai em direção ao lixo. Quando volta para em pé ao meu lado.

Dou o papel para ele.

- Ah não é nada muito complicado.

Ele demonstra como fazer e o significado dos termos.

- Hum, ainda não consigo fazer. Obviamente eu já entendi mas não consigo evitar, ele é como um imã e quanto mais próximo melhor.

- Ok, vou pegar sua mão e mostrar como fazer.

Ele fica atrás de mim e segura a minha mão com o lapis. Me sinto arrepiar. Me enclino mais e vou sutilmente para trás. Sinto sua perna encostada na minha bunda. Ele nota mas não percebe que foi proposital.

- Viu como esse foi facil. Ele diz e me olha ao terminar o símbolo. Viro meu rosto para o dele, que agora está a poucos sentimetros do meu.

Ele se afasta.

-Vai me ensinar o outro?

- Você não consegue fazer sozinha?

Nego com a cabeça.

Ele volta a posição mas hesita ao tocar minha mão.

- Acho que assim não vai ficar bom, está com medo de me tocar professor? Eu não sou de vidro, pode segurar minha mão.

Vejo que o "me tocar" o pegou de surpresa. Era bem o que eu queria. Ele está pensativo.

Deixo a borracha cair e me aproveito disso, o bom do uniforme ser saia, é que se você abaixa demais, fica extremamente provocante. Acabo indo para trás sem querer, o que foi bom, senti o pênis dele.

- Ah, desculpe-me.

-A...n-não foi na-nada.

Voltamos a fazer e ele agora falava muito baixo. Vou novamente sutilmente para trás, porém mais que da primeira vez. Dessa vez ficou óbvio que eu queria.

- A Srta está brincando com fogo. Ele sussurra.

- Eu gosto do calor.

Começo a rebolar e sinto seu pênis enrijecer. Ele passa os dedos sobre a minha mão. Subindo para os meu braços enquanto ele fica de pé. Sinto descendo pelas minhas costas. Até chegar na minha bunda enquanto rebolo. Sinto-o sarrar em mim me fazendo sentir sua ereção.

- Ah un. Ele me dá um tapa me fazendo gemer.

Me levanto e viro para ele, que instantaneamente me beija. Seus lábios macios me deixam cada vez mais excitada. O puxo pela gravata e o sento na cadeira e subo em seu colo. Ele beija meu pescoço. Sua ereção em minha intimidade me deixa louca.

Ele coloca a mão dentro da minha camiseta e a levanta. Solta meus lábios enquanto olha meus seios. Ele avança neles. Sinto sua língua.

- Ahh Sr.Winter! Ahhhh!

Ele enfia os dedos na minha boca num movimento de vai e vem enquanto eu chupo. Desco as mãos até o botão de sua calça e a abro. Escorrego-as para dentro da cueca e puxo para fora o pênis. Enorme. O masturbo.

- Ahhh Clarissa. Ele tira a boca do meu seio e volta a me beijar soltando pequenos gemidos enquanto subo e desço minhas mãos.

Ele recebe uma mensagem no celular o que faz a tela ascender, revelando-nos a hora. Daqui a 5 minutos todos estarão de volta.

Saio de seu colo e ajeito minha roupa. Me sento em meu lugar e volto a fazer os gráficos como se nada tivesse acontecido. Ele faz o mesmo.

Foi incrível, cada toque, cada sensação. Sei que é errado, estou ciente disso, e é exatamente por isso que é tão bom. 


Notas Finais


Gostaram? Querem cont?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...