História Diário Do Apocalipse Zumbi - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Drama, Ficção Pós-apocalíptica, Romance, Sobrevivencia, Terror
Visualizações 17
Palavras 482
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Harem, Luta, Romance e Novela, Sci-Fi, Survival, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


^~^

Capítulo 2 - Observador corajoso


Fanfic / Fanfiction Diário Do Apocalipse Zumbi - Capítulo 2 - Observador corajoso

                       4° Dia

 Dessa vez coloquei um lençol na janela, o quê me permitiu acordar mais tarde graças a Deus!, Coloco uma cadeira perto da janela para observar alguma coisa nova que aconteça na rua, enquanto tento ler um livro de culinária, é o único livro que eu tenho na casa, meu pai comprou para tentar aprender a cozinhar algo, mais ele desistiu dps,

(É extremamente chato ler…)


   Acordo, percebo que peguei no sono, me levantando da cadeira vejo três garotos passarem, o primeiro está armado com um espingarda, ele parece sério, o segundo que não sei bem o que é, devido ao seu capuz, que eu já quero muito, pois parece ficar muito bem em mim, e o terceiro parece bem desleixado, talvez seja bem novo, eles somem a minha vista, desaparecendo algumas quadras a frente…, me pergunto se devia tê los alertado da minha presença, mais com base nos filmes que assistir esse tipo de gente enlouquecer em Apocalipses.


              

                        5° Dia 

 Acordo logo de madrugada com barulhos de tiro, levanto e olho pela janela, tem algo pegando fogo lá no final da rua, (será que são aqueles malucos de antes?), (O que estão tentando fazer?), acho que as ruas vão ficar cheias de mortos outra vez, logo depois ouço alguém gritar, parece desesperado, e alguém mais desesperado ainda correr e ser derrubado por um morto vivo, por incrível que pareça, alguns bem poucos são bem rápidos, o menino coloca o bastão que carrega no pescoço da criatura que está em cima  dele impedindo que ele o mastigue vivo, ele pede por socorro, (eu devo ajudar?) Meu corpo congela mais uma vez.

 

 Antes que pudesse me conter já estava correndo para baixo, não sei bem oq estava acontecendo mas eu estava correndo para ajudá-lo!, Escorregando nas escadas de sangue passando os portões da entrada, A rua parece deserta mas ainda vejo gente ao longe, pulo e ataco seu pescoço junto com sua cabeça com golpes de peixeira, movimentos desorganizados que me fazem quase acerta no garoto, mais eu só quero mesmo que a criatura pare de se mexer, ela já havia parado nos primeiros golpes mais eu estava sobre Muito efeito de adrenalina, o menino nervoso para escapar de mim bate a cabeça no asfalto o levando ao desmaio…


 Sigo o arrastando para dentro, ele está muito ensanguentado, mas não acho que o sangue seja dele…, o carrego para subir as escadas, ele é pesado, tenho muita dificuldade nisso, o coloco em meu apartamento em cima do sofá, sem ligar que estava ensopado de sangue, me certifico de fechar os portões da entrada, para que eles não possam me seguir.


 O arrasto para o banheiro, e o ponho na banheira, a água rapidamente vira sangue e eu tiro suas roupas para verificar se não a mordidas, fico muito embaraçado, pois não seria um garoto, mais sim uma garota, mais todo cuidado seria pouco…



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...